Avatar do usuário
Por becalima2349
Quantidade de postagens
#124404
A Constituição Federal de 1988, em seu artigo 5° prevê a igualdade como inerente a todo cidadão brasileiro. Contudo, tal prorrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando observamos a educação no Brasil. Diante de tal perspectiva faz-se necessária uma análise da principal causa que favorece esse quadro: A negligência governamental.

Em primeira análise, é válido salientar o descaso Estatal quando se quando se trata do ensino público do país. Sendo assim, é pertinente abordar a fala do filósofo Thomas Hobbes: "O Estado é responsável pelo bem-estar da população." De acordo com isso, a desigualdade na educação pública é reaponsabilidade do Estado, que não tem exercido sua função de garantir os direitos educacionais da população. Isso é bem evidente quando se observa a quantidade de alunos da rede pública de educação, que possuem acesso ao ensino superior.

Além disso, vale apresentar, um episódio do desenho animado "O incrível mundo de Gumball." Onde os personágens principais estudam em uma unidade de ensino do governo, ao longo do episódio, acontece um desentendimento entre os protágonistas e alguns estudantes de uma escola de elite. A confusão seria resolvida com um torneio de tennis, no qual os estudantes da instituição elitista apresentaram uma performance exelente no esporte, comparado aos seus adversários econômicamente inferiores, e venceram. Na realidade brasileira não é diferente, a população socioeconômicamente maior, recebe uma educação de qualidade elevada, preparando-os para os possiveis desafios enfrentados em seu dia a dia, e em seu futuro. Já a população inferior econômicamente, enfrenta a defasagem educacional, e consequentemente, não recebem conhecimento necessário para enfrentar dificuldades e alcançar os seus objetivos.

Ademais, é preciso uma mobilização governamental e social para que os direitos constitucionais não fiquem somente no papel, mas estejam presente no cotidiano do estudante brasileiro. Nesse sentido, compete ao Ministério da Educação, acrescentar ao planejamento de ensino público nacional, promover atividades que visam aumentar o conhecimento dos alunos, acerca de assuntos que são realmente utilizados no seu cotidiano, suprindo assim a carência de aprendizagem de tais assuntos abordados e a discrepância de ensino entre as classes sociais.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
0 Respostas 
147 Exibições
por kamile28
4 Respostas 
186 Exibições
por Eli79
0 Respostas 
78 Exibições
por dbr7521
0 Respostas 
68 Exibições
por dbr7521
0 Respostas 
243 Exibições
por Caylaine
0 Respostas 
86 Exibições
por Alvas
0 Respostas 
117 Exibições
por mariasqzz
0 Respostas 
111 Exibições
por guiarrd
8 Respostas 
683 Exibições
por Mylike
0 Respostas 
102 Exibições
por camipimenta

besourokafka - Sua introdução ap[…]

Felipe082 Maxy Alunaaaamed Casey12 Ke[…]

Obesidade é uma doença

A obesidade é um problema. Para muitos a […]

besourokafka Tati14 elloysa filipediasx 0[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM