• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#72490
A constituição federal de 1988, prevê em seu artigo 6º, o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase, na prática quando se observa o impacto das condições de trabalho na saúde do ser humano na atualidade, dificultando, deste modo, a universalização desse direito tão importante. Diante dessa perspectiva, faz se imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.
Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater as condições precárias de trabalho. Nesse sentido, a falta de investimento nos estabelecimentos empregatícios por parte dos donos de empresas, é o principal fator das condições precárias de trabalho. Segundo Émile Durkheim, sociólogo francês, os fatos sociais podem ser normais ou patológicos. Seguindo essa linha de raciocínio, observa-se que um ambiente patológico, em crise, rompe toda a harmonia social, visto que um sistema corrompido não favorece o progresso coletivo.
Ademais, é fundamental apontar infraestrutura insuficiente nos locais de serviço como impulsionador do enfraquecimento da saúde dos trabalhadores no Brasil. Segundo os dados da OIT (Organização Internacional do Trabalho.), as perdas originadas de acidentes e doenças no trabalho é cerca de 4/100 do PIB mundial. Logo é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.
Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o Estado, por intermédio de fiscalizações mensais nos ambientes de trabalho, a fim de assegurar o direito à saúde aos trabalhadores. Assim, torna-se possível uma sociedade com efetivação dos elementos na magna carta.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 167

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 133

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 167

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 147

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#72531
Olá @TiagoNICE. Aqui está minha correção :)

“A constituição federal de 1988, prevê em seu artigo 6º, o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase, na prática quando se observa o impacto das condições de trabalho na saúde do ser humano na atualidade, dificultando, deste modo, a universalização desse direito tão importante. Diante dessa perspectiva, faz se imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.”

- Sua introdução está boa, com um repertório relevante e detalhado (lembrando que todo repertório no texto deve ser escrito com letra maiúscula), além de ter trazido um contraste com a realidade e um período que apresenta as teses nos próximos parágrafos
- Sem erros gramaticais aparentes


“Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater as condições precárias de trabalho. Nesse sentido, a falta de investimento nos estabelecimentos empregatícios por parte dos donos de empresas, é o principal fator das condições precárias de trabalho. Segundo Émile Durkheim, sociólogo francês, os fatos sociais podem ser normais ou patológicos. Seguindo essa linha de raciocínio, observa-se que um ambiente patológico, em crise, rompe toda a harmonia social, visto que um sistema corrompido não favorece o progresso coletivo.”

- Conectivos bem utilizados e tópico frasal bem desenvolvido
- Desenvolvimento 1 está ótimo. Trouxe outra área do conhecimento e desenvolveu de forma produtiva. Argumentação foi feita de forma linear , de acordo com o que foi apresentado no tópico frasal
- Sem erros gramaticais aparentes


“Ademais, é fundamental apontar infraestrutura insuficiente nos locais de serviço como impulsionador do enfraquecimento da saúde dos trabalhadores no Brasil. Segundo os dados da OIT (Organização Internacional do Trabalho.), as perdas originadas de acidentes e doenças no trabalho é cerca de 4/100 do PIB mundial. Logo é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.”

- Conectivos bem utilizados
- Apesar desse parágrafo ter um dado estatístico bem importante, senti que houve pouca argumentação. Poderia ter aprofundado no que foi dito no tópico frasal.
- Gostei da forma com que você finalizou o parágrafo, já antecipando a conclusão
- Sem erros gramaticais aparentes


“Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o Estado, por intermédio de fiscalizações mensais nos ambientes de trabalho, a fim de assegurar o direito à saúde aos trabalhadores. Assim, torna-se possível uma sociedade com efetivação dos elementos na magna carta.”

- Conectivos foram bem empregados
- A conclusão possui agente, modo/meio e finalidade, mas senti falta da ação e de um detalhamento
OBS.: Sobre o agente "Estado", acho muito vago, mas estou considerando. PORÉM, seria melhor se você especificasse, citando um Ministério ou algum dos três Poderes, pois não sei se outros corretores podem fazer o mesmo.
- Lembrando, novamente, que todo repertório trazido para o texto deve ser escrito com letra maiúscula, no caso, “Magna Carta”

Gostei da sua redação. Espero ter ajudado :D
#72534
Olá, tudo bom? Espero que minhas dicas possam te ajudar de alguma forma! Qualquer dúvida/questionamento/ feedback pode me mandar por aqui ou pelo meu insta @eiiglauber.

A constituição federal[1] de 1988, prevê em seu artigo 6º, o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado[2] com ênfase, na prática[2] quando[3] se observa o impacto das condições de trabalho na saúde do ser humano na atualidade, dificultando, deste modo, a universalização desse direito tão importante. Diante dessa perspectiva, faz se imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.



[1] Por se tratar de um documento o correto é “Constituição Federal”

[2] necessidade de vírgula

[3] o “quando” só pode ser usado para referenciar um tempo histórico. Ex: “Semana passada, quando comi muito”




Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência [1] de medidas governamentais para combater as condições precárias de trabalho. Nesse sentido, a falta de investimento nos estabelecimentos empregatícios [2]por parte dos donos de empresas, é o principal fator das condições precárias de trabalho[3]. Segundo Émile Durkheim, sociólogo francês, os fatos sociais podem ser normais ou patológicos. Seguindo essa linha de raciocínio, observa-se que um ambiente patológico, em crise, rompe toda a harmonia social, visto que um sistema corrompido não favorece o progresso coletivo[4].





[1] evite usar termos como esse. Troque por “escassa”, “mínima”, pois você não pode afirmar que é inexistente

[2] faltou vírgula

[3] repetição desnecessária. Existem muitos sinônimos que podem substituir “insalubridade no ambiente de trabalho”

[4] senti falta de argumentação, do seu ponto de vista. Principalmente sobre a saúde, que não foi abordada em nenhum momento no parágrafo


Ademais, é fundamental apontar [1] infraestrutura insuficiente nos locais de serviço como impulsionador do enfraquecimento da saúde dos trabalhadores no Brasil. Segundo os dados da OIT (Organização Internacional do Trabalho.), as perdas originadas de acidentes e doenças no trabalho é[2] cerca de 4/100 do PIB[3] mundial[4]. Logo é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.



[1] acho que faltou um “a’”

[2] o correto é “são”

[3] Não use siglas antes de escrever o nome por extenso

[4] qual a relevância desse dado pro problema? A argumentação novamente está muito fraca. Lembre-se que nos desenvolvimentos o principal é a argumentação e não os repertórios








Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o Estado, por intermédio de fiscalizações mensais nos ambientes de trabalho, a fim de assegurar o direito à saúde aos trabalhadores[1]. Assim, torna-se possível uma sociedade com efetivação dos elementos na magna carta[2].



[1] Cadê a ação da proposta? O Estado deve fazer o que? Além disso não vi detalhamento de nenhum dos elementos

{2] o correto é “Magna Carta”



Notas

C1- 160

C2- 200

C3- 120

C4- 200

C5- 120

Total; 800
#72651
anasilva1 escreveu:Olá @TiagoNICE. Aqui está minha correção :)

“A constituição federal de 1988, prevê em seu artigo 6º, o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase, na prática quando se observa o impacto das condições de trabalho na saúde do ser humano na atualidade, dificultando, deste modo, a universalização desse direito tão importante. Diante dessa perspectiva, faz se imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.”

- Sua introdução está boa, com um repertório relevante e detalhado (lembrando que todo repertório no texto deve ser escrito com letra maiúscula), além de ter trazido um contraste com a realidade e um período que apresenta as teses nos próximos parágrafos
- Sem erros gramaticais aparentes


“Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater as condições precárias de trabalho. Nesse sentido, a falta de investimento nos estabelecimentos empregatícios por parte dos donos de empresas, é o principal fator das condições precárias de trabalho. Segundo Émile Durkheim, sociólogo francês, os fatos sociais podem ser normais ou patológicos. Seguindo essa linha de raciocínio, observa-se que um ambiente patológico, em crise, rompe toda a harmonia social, visto que um sistema corrompido não favorece o progresso coletivo.”

- Conectivos bem utilizados e tópico frasal bem desenvolvido
- Desenvolvimento 1 está ótimo. Trouxe outra área do conhecimento e desenvolveu de forma produtiva. Argumentação foi feita de forma linear , de acordo com o que foi apresentado no tópico frasal
- Sem erros gramaticais aparentes


“Ademais, é fundamental apontar infraestrutura insuficiente nos locais de serviço como impulsionador do enfraquecimento da saúde dos trabalhadores no Brasil. Segundo os dados da OIT (Organização Internacional do Trabalho.), as perdas originadas de acidentes e doenças no trabalho é cerca de 4/100 do PIB mundial. Logo é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.”

- Conectivos bem utilizados
- Apesar desse parágrafo ter um dado estatístico bem importante, senti que houve pouca argumentação. Poderia ter aprofundado no que foi dito no tópico frasal.
- Gostei da forma com que você finalizou o parágrafo, já antecipando a conclusão
- Sem erros gramaticais aparentes


“Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o Estado, por intermédio de fiscalizações mensais nos ambientes de trabalho, a fim de assegurar o direito à saúde aos trabalhadores. Assim, torna-se possível uma sociedade com efetivação dos elementos na magna carta.”

- Conectivos foram bem empregados
- A conclusão possui agente, modo/meio e finalidade, mas senti falta da ação e de um detalhamento
OBS.: Sobre o agente "Estado", acho muito vago, mas estou considerando. PORÉM, seria melhor se você especificasse, citando um Ministério ou algum dos três Poderes, pois não sei se outros corretores podem fazer o mesmo.
- Lembrando, novamente, que todo repertório trazido para o texto deve ser escrito com letra maiúscula, no caso, “Magna Carta”

Gostei da sua redação. Espero ter ajudado :D

Muito obrigado mesmo! Sua correção e dicas foi de grande ajuda. Rumo a nota 1000! :D
#72653
glauberx1 escreveu:Olá, tudo bom? Espero que minhas dicas possam te ajudar de alguma forma! Qualquer dúvida/questionamento/ feedback pode me mandar por aqui ou pelo meu insta @eiiglauber.

A constituição federal[1] de 1988, prevê em seu artigo 6º, o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado[2] com ênfase, na prática[2] quando[3] se observa o impacto das condições de trabalho na saúde do ser humano na atualidade, dificultando, deste modo, a universalização desse direito tão importante. Diante dessa perspectiva, faz se imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.



[1] Por se tratar de um documento o correto é “Constituição Federal”

[2] necessidade de vírgula

[3] o “quando” só pode ser usado para referenciar um tempo histórico. Ex: “Semana passada, quando comi muito”




Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência [1] de medidas governamentais para combater as condições precárias de trabalho. Nesse sentido, a falta de investimento nos estabelecimentos empregatícios [2]por parte dos donos de empresas, é o principal fator das condições precárias de trabalho[3]. Segundo Émile Durkheim, sociólogo francês, os fatos sociais podem ser normais ou patológicos. Seguindo essa linha de raciocínio, observa-se que um ambiente patológico, em crise, rompe toda a harmonia social, visto que um sistema corrompido não favorece o progresso coletivo[4].





[1] evite usar termos como esse. Troque por “escassa”, “mínima”, pois você não pode afirmar que é inexistente

[2] faltou vírgula

[3] repetição desnecessária. Existem muitos sinônimos que podem substituir “insalubridade no ambiente de trabalho”

[4] senti falta de argumentação, do seu ponto de vista. Principalmente sobre a saúde, que não foi abordada em nenhum momento no parágrafo


Ademais, é fundamental apontar [1] infraestrutura insuficiente nos locais de serviço como impulsionador do enfraquecimento da saúde dos trabalhadores no Brasil. Segundo os dados da OIT (Organização Internacional do Trabalho.), as perdas originadas de acidentes e doenças no trabalho é[2] cerca de 4/100 do PIB[3] mundial[4]. Logo é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.



[1] acho que faltou um “a’”

[2] o correto é “são”

[3] Não use siglas antes de escrever o nome por extenso

[4] qual a relevância desse dado pro problema? A argumentação novamente está muito fraca. Lembre-se que nos desenvolvimentos o principal é a argumentação e não os repertórios








Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o Estado, por intermédio de fiscalizações mensais nos ambientes de trabalho, a fim de assegurar o direito à saúde aos trabalhadores[1]. Assim, torna-se possível uma sociedade com efetivação dos elementos na magna carta[2].



[1] Cadê a ação da proposta? O Estado deve fazer o que? Além disso não vi detalhamento de nenhum dos elementos

{2] o correto é “Magna Carta”



Notas

C1- 160

C2- 200

C3- 120

C4- 200

C5- 120

Total; 800
Muito obrigado! As dicas foram de grande ajuda. Rumo a nota 1000! :geek:
#72858
glauberx1 escreveu:Olá, tudo bom? Espero que minhas dicas possam te ajudar de alguma forma! Qualquer dúvida/questionamento/ feedback pode me mandar por aqui ou pelo meu insta @eiiglauber.

A constituição federal[1] de 1988,[2]prevê em seu artigo 6º,[2] o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado[3] com ênfase, na prática[3] quando[4] se observa o impacto das condições de trabalho na saúde do ser humano na atualidade, dificultando, deste modo, a universalização desse direito tão importante. Diante dessa perspectiva, faz se imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.



[1] Por se tratar de um documento o correto é “Constituição Federal”

[2] Não tem porque colocar a vírgula

[3] necessidade de vírgula

[4] o “quando” só pode ser usado para referenciar um tempo histórico. Ex: “Semana passada, quando comi muito”




Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência [1] de medidas governamentais para combater as condições precárias de trabalho. Nesse sentido, a falta de investimento nos estabelecimentos empregatícios [2]por parte dos donos de empresas,[3] é o principal fator das condições precárias de trabalho[4]. Segundo Émile Durkheim, sociólogo francês, os fatos sociais podem ser normais ou patológicos. Seguindo essa linha de raciocínio, observa-se que um ambiente patológico, em crise, rompe toda a harmonia social, visto que um sistema corrompido não favorece o progresso coletivo[5].





[1] evite usar termos como esse. Troque por “escassa”, “mínima”, pois você não pode afirmar que é inexistente

[2] faltou vírgula

[3] novamente não tem porque colocar a vírgula, o termo que vem depois seria o complemento, e não tem sentido separá-los.

[4] repetição desnecessária. Existem muitos sinônimos que podem substituir “insalubridade no ambiente de trabalho”

[5] senti falta de argumentação, do seu ponto de vista. Principalmente sobre a saúde, que não foi abordada em nenhum momento no parágrafo


Ademais, é fundamental apontar [1] infraestrutura insuficiente nos locais de serviço como impulsionador do enfraquecimento da saúde dos trabalhadores no Brasil. Segundo os dados da OIT (Organização Internacional do Trabalho.), as perdas originadas de acidentes e doenças no trabalho é[2] cerca de 4/100 do PIB[3] mundial[4]. Logo é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.



[1] acho que faltou um “a’”

[2] o correto é “são”

[3] Não use siglas antes de escrever o nome por extenso

[4] qual a relevância desse dado pro problema? A argumentação novamente está muito fraca. Lembre-se que nos desenvolvimentos o principal é a argumentação e não os repertórios








Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o Estado, por intermédio de fiscalizações mensais nos ambientes de trabalho, a fim de assegurar o direito à saúde aos trabalhadores[1]. Assim, torna-se possível uma sociedade com efetivação dos elementos na magna carta[2].



[1] Cadê a ação da proposta? O Estado deve fazer o que? Além disso não vi detalhamento de nenhum dos elementos. Também houve falha na coesão; o "a fim de assegurar o direito à saúde aos trabalhadores" não está coeso com os termos anteriores. Poderia ser "assegure o direito à saúde aos trabalhadores".

[2] o correto é “Magna Carta”



Notas

C1- 160

C2- 200

C3- 120

C4- 180

C5- 120

Total; 780
#73066
geoca escreveu:
TiagoNICE escreveu:Podem me fornecer uma correção, por favor?

@geoca ; @caos ; @anasilva1 ; @chihirukiki ; @EmillyySilva ;
@maiconpgtu ; @Gi69 ; @jheromagnoli ; @GabyyOliver.
Oioi, tudo bem? Vi que recebeu correções maravilhosas!! Sendo assim, deixo minha análise para a próxima. Tá bem? Beijão 💖
Ok, beijo. Rumo a nota 1000!!! :D

No filme Maze Runner é retratado um mundo p[…]

https://projetoredacaonota1000.com.br/tendencias-e[…]

Se vocês puderem corrigir minha redaç[…]

Padrão de beleza

Gi69 poderia corrigir por favor ? Obrigada Em[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM