• Avatar do usuário
#81024
Nas palavras de Almeida, J.S em “Mulher e educação a paixão pelo possível”, as famílias tinham a figura da professora ou professor em grande consideração, esse que detinham um prestígio social que estava em desacordo com seu salário recebido. Eles desfrutavam de um prestígio advindo do saber, e não do poder aquisitivo.
Com o passar dos anos a educação passou a ser direito de todos, se tornando algo público onde todos devem, ou ao menos deveriam ter acesso, então somente a grande elite ou aqueles que possuíssem condições de obtê-la.
Os professores antes considerados portadores do conhecimento, hoje dividem espaço com a “internet”, no qual alunos têm acesso a diversos meios de pesquisa, e fontes para conhecimento.
É fato em nossa atualidade que valorização dos professores é um grande desafio, não é preciso olhar muito para perceber que a remuneração destes vem sofrendo uma grande degradação, fazendo com que necessitem de longas jornadas de trabalho para garantir seu sustento.
Além do problema salarial citado, enfrentam uma infraestrutura precária oferecida pelo governo, muitas vezes tendo de recorrer ao uso de recursos e materiais próprios, sendo submetidos a trabalhar nessas condições sem suporte, apoio e segurança alguma, podendo nesse último caso ser citado a alta taxa de violência física e verbal direcionadas aos professores nas instituições de ensino.
É nítida a importância dos educadores para a formação de outras profissões, tendo em vista todos os problemas enfrentados, o ministério da educação junto d
o governo, devem oferecer um reajuste no salário desses, além de assegurar seus direitos básicos, promovendo um ambiente seguro para exercer seu trabalho.
Sendo assim, deve-se através de palestras e conversas abertas a debates com os alunos e seus responsáveis, incentivar a valorização desses profissionais, e semear a educação e o respeito com esses professores. Desse modo o Brasil consegue um avanço considerável para uma educação de qualidade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#81025
Nas palavras de Almeida, J.S em “Mulher e educação a paixão pelo possível”, as famílias tinham a figura da professora ou professor em grande consideração, esses que detinham um prestígio social que estava em desacordo com o salário recebido. Eles desfrutavam de um prestígio advindo do saber, e não do poder aquisitivo.
Com o passar dos anos a educação passou a ser direito de todos, se tornando algo público onde todos devem, ou ao menos deveriam ter acesso, e não somente a grande elite ou aqueles que possuíssem condições de obtê-la.
Os professores antes considerados portadores do conhecimento, hoje dividem espaço com a “internet”, no qual alunos têm acesso a diversos meios de pesquisa, e fontes para conhecimento.
É fato em nossa atualidade que valorização dos professores é um grande desafio, não é preciso olhar muito para perceber que a remuneração destes vem sofrendo uma grande degradação, fazendo com que necessitem de longas jornadas de trabalho para garantir seu sustento.
Além do problema salarial citado, enfrentam uma infraestrutura precária oferecida pelo governo, muitas vezes tendo de recorrer ao uso de recursos e materiais próprios, sendo submetidos a trabalhar nessas condições sem suporte, apoio e segurança alguma, podendo nesse último caso ser citado a alta taxa de violência física e verbal direcionadas aos professores nas instituições de ensino.
É nítida a importância dos educadores para a formação de outras profissões, tendo em vista todos os problemas enfrentados, o ministério da educação junto ao governo, devem oferecer um reajuste no salário desses, além de assegurar seus direitos básicos, promovendo um ambiente seguro para exercer seu trabalho.
Sendo assim, deve-se através de palestras e conversas abertas a debates com os alunos e seus responsáveis, incentivar a valorização desses profissionais, e semear a educação e o respeito com esses professores. Desse modo o Brasil consegue um avanço considerável para uma educação de qualidade.

Anna1 xIsabellasz vingrid KarllaViit Pe[…]

se puderem corrigir essa redação, fi[…]

Parabéns amiga! :)

O quadro expressionista "O grito" do pin[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM