Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
Por Alunx2
#49737
"A menina que roubava livros" é um filme cuja jovem tinha a leitura como refúgio e reconforto, entretanto não tinha acesso à eles por isso teria que roubar. Na atualidade, a leitura está ausente na sociedade e não há motivação para se fazer como entretenimento.
Atualmente, observar-se que os pais não incentivam e motivam o hábito de se ler aos filhos, porém, é de mera importância o incentivo dessa prática às crianças. Ademais, essa prática têm vários pontos positivos tais como:uma melhoria na interpretação, memória, sabedoria e no julgamento desse leitor. "A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo" isso foi dito por Nelson Mandela, ter essa educação pode melhorar o mundo e deixar pessoas mais sábias através dos livros. Porém, essa ausência trás um tipo de deficiência na escrita das pessoas, também deixando o vocabulário raso.
Ademais, observar-se a leitura na escola como obrigação, para se fazer trabalhos e atividades, portanto, os jovem não gostam de ler uma página ou mais, pois na escola não há motivação para se fazer como algo divertido. As escolas precisam mostrar aos adolescentes os lados positivos dessa prática, através dos professores estimulando os alunos a se interessar por isso. Ainda mais, há uma diversificação de livros sobre vários assuntos a qual pode interessar o leitor, entretanto, as pessoas não buscam se aventurar nesse mundo mágico.
Depreende-se, portanto, a necessidade dos ambientes escolares e familiares de motivar jovens e crianças a ter o hábito de ler, mostrando esse hábito como algo bom. Também o MEC deve fazer uma campanha de doação de livros e mostrar a diferença que faz se lê, através de propagandas e pôster no ambiente escolar. A fim de incentivar os adolescentes, assim se consolidará uma sociedade mais sábia.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#49739
Alunx2 escreveu:"A menina que roubava livros" é um filme cuja jovem tinha a leitura como refúgio e reconforto, entretanto não tinha acesso à eles por isso teria que roubar. Na atualidade, a leitura está ausente na sociedade e não há motivação para se fazer como entretenimento.
Atualmente, observar-se que os pais não incentivam e motivam o hábito de se ler aos filhos, porém, é de mera importância o incentivo dessa prática às crianças. Ademais, essa prática têm vários pontos positivos tais como:uma melhoria na interpretação, memória, sabedoria e no julgamento desse leitor. "A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo" isso foi dito por Nelson Mandela, ter essa educação pode melhorar o mundo e deixar pessoas mais sábias através dos livros. Porém, essa ausência trás um tipo de deficiência na escrita das pessoas, também deixando o vocabulário raso.
Ademais, observar-se a leitura na escola como obrigação, para se fazer trabalhos e atividades, portanto, os jovem não gostam de ler uma página ou mais, pois na escola não há motivação para se fazer como algo divertido. As escolas precisam mostrar aos adolescentes os lados positivos dessa prática, através dos professores estimulando os alunos a se interessar por isso. Ainda mais, há uma diversificação de livros sobre vários assuntos a qual pode interessar o leitor, entretanto, as pessoas não buscam se aventurar nesse mundo mágico.
Depreende-se, portanto, a necessidade dos ambientes escolares e familiares de motivar jovens e crianças a ter o hábito de ler, mostrando esse hábito como algo bom. Também o MEC deve fazer uma campanha de doação de livros e mostrar a diferença que faz se lê, através de propagandas e pôster no ambiente escolar. A fim de incentivar os adolescentes, assim se consolidará uma sociedade mais sábia.
#49756
Alunx2 escreveu:@joanavitoria Oi, você corrige redações muito bem, se corrigir a minha ficarei muito grata. Você pode por favor?
claro! já já irei corrigir :)
#49781
Boa tarde! Aqui está minha correção :).
* = Erros de ortografia e pontuação que percebi e corrigi ao longo do texto.

Introdução

"A Menina que Roubava Livros*" é um filme cuja jovem tinha a leitura como refúgio e reconforto, entretanto não tinha acesso à eles,* por isso,* teria que roubar. Na atualidade, a leitura está ausente na sociedade e não há motivação para se fazer como entretenimento.

Gostei da sua referência sociocultural, no entanto, evite termos muito coloquiais (por isso, teria que roubar...). Ao invés disso, você poderia ter parafraseado dessa forma, por exemplo: "Entretanto, por não ter acesso aos livros, a garota passa a roubar obras literárias." A apresentação ao tema, ao meu ver, foi muito rasa, e, além disso, não ficou claro quais serão as duas problemáticas abordadas nos desenvolvimentos I e II.

Desenvolvimento I

Atualmente, observa*-se que os pais não incentivam e motivam o hábito de se ler aos filhos, apesar de ser de* mera importância o incentivo dessa prática às crianças. Ademais, essa prática tem* vários pontos positivos,* tais como* melhoria na interpretação, memória, sabedoria e no julgamento do* leitor. "A educação é a arma mais poderosa que você pode usar para mudar o mundo";* isso foi dito por Nelson Mandela. Logo,* ter essa educação pode melhorar o mundo e deixar pessoas mais sábias através dos livros. Porém, essa ausência traz* um tipo de deficiência na escrita das pessoas, também deixando o vocabulário raso.

Tome cuidado com os erros de ortografia e pontuação; revisar o texto antes de passar a limpo pode ajudar muito nessa questão. Mais uma vez, evite coloquialismos (ao invés de "isso foi dito por Nelson Mandela", por exemplo, opte por escrever "segundo o ex-líder sul-africano Nelson Mandela"). Ademais, também seria bom ter trazido dados que validam sua tese.

Desenvolvimento II

Ademais, observa*-se a leitura na escola como obrigação* para se fazer trabalhos e atividades, e,* portanto, os jovem não gostam de ler uma página ou mais, pois na escola (evite a repetição de palavras; ao invés de usar novamente o termo escola, use, por exemplo, estabelecimentos de ensino. Procurar sinônimos na internet ou dicionário é uma boa para se evitar isso.) não há motivação para se fazer como algo divertido. As escolas precisam mostrar aos adolescentes os lados positivos dessa prática, através dos professores estimulando os alunos a se interessarem* por isso. Ainda mais, há uma diversificação de livros sobre vários assuntos a qual pode interessar o leitor, entretanto* as pessoas não buscam se aventurar nesse mundo mágico.

Você possui um bom repertório, mas evite colocar a solução para o entrave no desenvolvimento; é melhor que isso fique na conclusão. O desenvolvimento serve apenas para problematizar o tema e explicar, entre outras coisas, por que isso é um problema, por que ainda persiste na sociedade e o que o dificulta de ser resolvido. Também evite a repetição de palavras e use mais conectivos ao começo de cada período.

Conclusão

Depreende-se, portanto, a necessidade dos ambientes escolares e familiares de motivar jovens e crianças a ter o hábito de ler, mostrando esse hábito (repetição da palavra hábito) como algo bom. Além disto,* o MEC (agente) deve fazer (ação) uma campanha de doação de livros e mostrar o impacto da leitura* através de (modo) propagandas e pôsteres* no ambiente escolar,* a fim de (finalidade) incentivar os adolescentes. Somente assim* (detalhamento) se consolidará uma sociedade mais sábia.

Conclusão completa, apresentando todos os critérios exigidos. No entanto, possui desvios de gramática e linguagem muito informal, e você poderia ter se aprofundado mais no detalhamento.

No geral, parabéns pela redação! Dá pra perceber que você sabe argumentar e conhece a estrutura do modelo ENEM. Eis aqui alguns pontos que gostaria que você focasse pra aumentar ainda mais sua nota:
- Evitar coloquialismos (ler redações modelo do ENEM ajuda bastante);
- Estudar sobre o uso de pontuação (recomendo o canal do Professor Noslan);
- Evitar a repetição de palavras.

Continue treinando, você é capaz <3

Poderia corrigir minha redação, por […]

Taissa19 , nota final: 640, erros bobos de aten&[…]

Na saga de livros Harry Potter, o esporte quadriba[…]

O Brasil tem pouco a comemorar no Dia Nacional da […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM