Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#59984
Em "O Auto da Barca do Inferno", Gil Vicente, o pai do teatro português, tece uma crítica ao comportamento vicioso do século XVI. Fora da ficção, o Brasil do século XXI demonstra as mesmas conotações no que se refere ao fomento da automedicação pela mídia brasileira. Nesse contexto, o uso indiscriminado de medicamentos sem prescrição médica e a influência publicitária traz graves consequências à saúde.
Primeiramente, na série House, pode-se observar que os pacientes fazem uso inadequado dos medicamentos, tendo como resultado um agravamento na sua doença, principalmente porque escondem esse hábito dos profissionais causando uma alteração no seu diagnóstico. Analogamente, a automedicação sem a recomendação do profissional habilitado é corriqueira, um fato complexo, que pode estar relacionado com diversos fatores, sendo um deles a angústia pela cura, a dificuldade de acesso da população aos serviços de saúde e a facilidade ao acesso aos medicamentos.
Segundo Wesley D'Amico, "É muito fácil perder o sabor da vida quando se come muita informação estragada". Nesse viés, as propagandas com os fármacos, focam apenas nos benefícios que reduzem as possíveis reações adversas. Nesse sentido, esses anúncios buscam inovar para ampliar o faturamento, visto que o acesso é mais simples nas farmácias que nos hospitais.
Portanto, nota-se que esse imbróglio é um problema de saúde pública mundial. Desse modo, cabe a Anvisa fiscalizar a venda de substâncias ilegais, cancelando o funcionamento desses locais, para garantir segurança a população. Ademais, a mídia juntamente com SUS, deve oferecer educação em saúde por meio de campanhas publicitárias para proporcionar uma saúde de qualidade para a sociedade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

:D Segundo Paul Atson, co- fundador da Greenpeace […]

O isolamento social durante a pandemia de covid-19[…]

camis23 adorei a correção, concert[…]

No livro, "Os sete maridos de Evelyn Hugo&quo[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM