Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#53005
O químico francês Antoine Lavoisier, quem primeiro enunciou o princípio de conservação da matéria, tornou imortal o pensamento de que na natureza nada se perde e nada se cria, tudo se transforma. Se estamos então, transformando tudo o que já existe, nos cabe fazê-lo da melhor forma possível. O mesmo pode acontecer com a saúde mental de milhares de brasileiros, mas apesar dos esforços, esse continua sendo um enorme desafio enfrentado por quem sofre de transtornos psicológicos. Pode-se dizer então que, os padrões de beleza implantados pela mídia e a desinformação, são os principais responsáveis pelo quadro atual.
Primeiramente, vale ressaltar que, os padrões de beleza podem ser considerados como responsáveis pelo problema. A influência da mídia na vida - principalmente das mulheres - gera um grande impacto emocional, por implantarem um esteriótipo que não condiz com a realidade: corpos magros, sem marcas e pele de "porcelana". Muitas mulheres se sentem inferiores por não possuírem aquele corpo bonito da revista ou aquela cintura fina do "Instagram", e acabam aderindo a dietas rígidas, exercícios físicos em excesso ou até mesmo intervenções cirúrgicas. Ademais, muitas se frustram quando não alcançam o objetivo de "ficar bonita" como mostrado nas redes sociais, isso acarreta em doenças como bulimia, anorexia, depressão e até mesmo a automutilação.
Em segundo lugar, a desinformação também está associada a doenças mentais. Segundo a biologia, o mutualismo é uma relação ecológica harmônica, entre indivíduos, no qual ambos são beneficiados pela interação, no entanto, isso não ocorre com a maioria das famílias quando se trata de doenças psicológicas. Muitas vezes, uma pessoa com depressão, por exemplo, é tratada com irrelevância por dormirem muito, se isolarem e perderem o interesse em coisas que antes eram prazerosas pois, as pessoas próximas não buscam saber o motivo daquela pessoa estar com aquele comportamento e julgam como "preguiça", "mente vazia" ou "não procura o que fazer". Ademais, isso acaba prejudicando ainda mais a pessoa que está com depressão, levando a mesma á extrema tristeza ou até mesmo ao suicídio.
Portanto, cabe ao Ministério da Saúde, criar medidas que expandam o atendimento psiquiátrico para classes sociais mais baixas. Ademais, é necessário a criação de campanhas midiáticas governamentais de conscientização, com apoio da imprensa socialmente engajada, por meio dos diversos meios de comunicação e das redes sociais, que mostrem a importância do conhecimento sobre doenças mentais, ajudando quem sofre dessa enfermidade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

dudaramos1 Assim que possível corrige min[…]

Já faz alguns anos que a reduç&atild[…]

O estigma da saúde mental

Transtornos psicológicos Com freq[…]

atualmente, é difícil estabelecer co[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM