Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#53576
Brás Cubas, o defunto-autor de Machado de Assis, diz em suas “Memórias Póstumas” que não teve filhos e não transmitiu a nenhuma criatura o legado de nossa miséria. Sob esse ângulo, talvez atualmente ele percebesse acertada sua decisão: a postura de muitos brasileiros frente ao estigma associado às doenças mentais no Brasil é uma das faces mais problemáticas da sociedade hodierna. Nesse cenário, tal realidade se deve, sobretudo, a negligência governamental, bem como à manipulação midiática.

A princípio, é preciso atentar para a omissão governamental presente nessa cena. Conforme o filósofo Maquiavel, mesmo as leis bem ordenadas são impotentes diante dos costumes. Nessa lógica, isso aponta para uma falha comum das sociedades: acreditar que a criação da lei em si pode resolver impasses complexos, como a questão dos transtornos mentais, logo, o que se verifica é um déficit na legislação, pois se essa não vier atrelada a políticas públicas que ajam na base cultural do problema, sua resolução será um forte empecilho. Desse modo, sem ações vitais, tal problemática irá ao encontro da discussão de Brás Cubas.

Em conjunto, outra dificuldade enfrentada é manipulação midiática. Segundo Zygmunt Bauman, sociólogo polonês, a falta de solidez nas relações sociais, políticas e econômicas é característica da “modernidade líquida” vivida no século XX. Sob essa visão, tal premissa associa-se ao mundo vigente, visto que o revés surge em razão da necessidade de resistência diante do problema enfrentado, essa influência midiática que influi sobre o complexo funciona como um contratempo em sua resolução. Faz-se imprescindível a dissolução dessa conjuntura.

Por fim, medidas são cruciais para atenuar o estigma associado às doenças mentais no Brasil. Então, cabe ao Governo Federal — órgão responsável pela execução de políticas públicas — acionar o Ministério da Saúde e, juntos, por meio de verbas oriundas do apoio público, promover encontros com especialistas em tal área — como consultas em espaços públicos —, além de providenciar rodas de debate nas redes midiáticas em prol da articulação na vivência cidadã, a fim de minorar os desafios presentes no estigma discutido. Assim, poder-se-á criar um legado de que Brás Cubas pudesse se orgulhar.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#53978
Brás Cubas, o defunto-autor de Machado de Assis, diz em suas “Memórias Póstumas” que não teve filhos e não transmitiu a nenhuma criatura o legado de nossa Impessoalidade miséria. Sob esse ângulo, talvez atualmente ele percebesse acertada sua decisão: a postura de muitos brasileiros frente ao estigma associado às doenças mentais no Brasil é uma das faces mais problemáticas da sociedade hodierna. Nesse cenário, tal realidade se deve, sobretudo, a negligência governamental, bem como à manipulação midiática.
Boa! Contextualiza, apresenta a tese e o tema!


A princípio, é preciso atentar para a omissão governamental presente nessa cena. Conforme o filósofo Maquiavel, mesmo as leis bem ordenadas são impotentes diante dos costumes. Nessa lógica, isso aponta para uma falha comum das sociedades: acreditar que a criação da lei em si pode resolver impasses complexos, como a questão dos transtornos mentais, logo, o que se verifica é um déficit na legislação, pois se essa não vier atrelada a políticas públicas que ajam na base cultural do problema, sua resolução será um forte empecilho. Desse modo, sem ações vitais, tal problemática irá ao encontro da discussão de Brás Cubas.
Boa argumentação !

Em conjunto, outra dificuldade enfrentada é manipulação midiática. Segundo Zygmunt Bauman, sociólogo polonês, a falta de solidez nas relações sociais, políticas e econômicas é característica da “modernidade líquida” vivida no século XX. Sob essa visão, tal premissa associa-se ao mundo vigente, visto que o revés surge em razão da necessidade de resistência diante do problema enfrentado, essa influência midiática que influi sobre o complexo funciona como um contratempo em sua resolução. Faz-se imprescindível a dissolução dessa conjuntura.
Resolução de que ? Você não cita o tema aqui! Precisa fazer uma abordagem clara sobre o proposto. Delimite e estruture melhor seus argumentos !!!

Por fim, medidas são cruciais para atenuar o estigma associado às doenças mentais no Brasil. Então, cabe ao Governo Federal AGENTE — órgão responsável pela execução de políticas públicas — acionar o Ministério da Saúde e, juntos, por meio de verbas oriundas do apoio público, MEIO promover encontros com especialistas em tal área AÇÃO — como consultas em espaços públicos —, além de providenciar rodas de debate nas redes midiáticas em prol da articulação na vivência cidadã, DETALHAMENTO a fim de minorar os desafios presentes no estigma discutido. FINALIDADE Assim, poder-se-á criar um legado de que Brás Cubas pudesse se orgulhar. EFEITO
Conclusão completa .

Boa produção. Se atente aos aspectos mencionados.

Nos tempos atuais temos muita tecnologia e com el[…]

De acordo com o filósofo Oscar Wilde a ins[…]

Aleitamento materno no Brasil.

Olá, Beatriz19 , tudo bom? Então, n[…]

O desemprego em questão no Brasil

Na obra pré-modernista "Triste Fim de […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM