• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#84095
No filme “Joker” é retratada a vida de Arthur Fleck, homem que, por possuir enfermidades psicológicas, sofre por uma forte desaprovação da coletividade. Analogamente à obra, pode-se comparar, também, o sofrimento de Fleck com a dos sujeitos que, por causa de doenças mentais, padecem por um alto estigma na sociedade brasileira. Nesse sentido, com o intuito de combater o problema, urge, antes de tudo, uma análise tanto da lacuna educacional quanto da falta de investimentos como suas causas.

Diante desse cenário, deve-se pontuar a displicência escolar sob a perspectiva de Paulo Freire. Para o pedagogo brasiliano, o método de ensino é bancário, isto é, pouco encoraja o pensamento indagador. Sob essa lógica, é plausível afirmar que considerável parcela das escolas, enquanto continuam a priorizar tal metodologia, não buscam elucidar a criticidade dos discentes quanto ao estigma associado aos distúrbios psíquicos, seja essa por discussões aprofundadas acerca do assunto, seja essa pela desconstrução de rótulos que caracterizam tais indivíduos como “anormais”, o que forma mais pessoas sem conhecimento sobre o assunto e, por conseguinte, banaliza e enraíza tal preconceito no círculo social. Fica indubitavelmente óbvio, assim, que a escola não protagoniza o seu papel em desenvolver estudantes conscientes no que tange à vicissitude.

Além disso, é imprescindível acentuar como a carência de recursos financeiros intensifica a chaga. A título de exemplo, o filósofo John Rawls defendeu, em seu livro “Uma Teoria da Justiça”, que um governo íntegro procura disponibilizar auxílios monetários a todos os setores para enaltecer a dignidade de sua população. No Brasil, contudo, a concepção do pensador não é posta em prática, pois é mínimo o interesse das competências governamentais em aplicar seus cofres públicos para adotar ações que poderiam reduzir o preconceito associado aos distúrbios psicológicos, como campanhas publicitárias que conscientizem o tecido civil que tal ato é extremamente intimidador para os que sofrem pela patologia. Essa falta de conscientização, como efeito, faz com que essas pessoas tenham sua integridade destruída, mesmo que essa seja assegurada pela Constituição Federal em seu artigo 5º. É essencial, desse modo, que o interesse governamental seja incitado a fim de impedir o avanço do imbróglio.

Portanto, é imperioso superar a gênese do revés. Para tanto, o Ministério da Educação – órgão responsável por formar o ser social – deve, por meio de uma alteração na Base Nacional Comum Curricular, introduzir a discussão sobre os doentes mentais, incentivando rodas de debate e seminários, as quais irão afetar as aulas de filosofia, sociologia e biologia com vistas a diminuir o preconceito e a o incentivo a rótulos cruéis contra essa camada social. Ademais, o governo federal deve aplicar seu erário na construção de campanhas publicitárias sobre as doenças psicológicas com a finalidade de atenuar o estigma e, outrossim, promover a dignidade dos indivíduos que sofrem por essas enfermidades. Feito isso, poder-se-á observar o país em progresso, e a realidade vista em “Joker” ficará restrita à ficção.

O impossível era impossível, até que alguém tentou e conseguiu.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 193

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 198

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 195

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 198

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 195

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

0

O ex-presidente Michel temer durante sua gest&atil[…]

Prudência&Sofisticação

samarahbp anasilva1 Anna1

bom dia, Marina li seu texto e minhas observa&cce[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM