Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#57335
Desde a República de Platão até o Manifesto Comunista de Karl Marx, políticas de inclusão e negações sociais eram dialogadas. Nessa forma, o estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira decorre, seja na historicidade seja na ruptura de Cláusulas Pétreas.
Em síntese, rastilhos de preconceitos relativos as doenças mentais perpetuam desde a sociedade de Emile Durkheim. Segundo Clement Attlle, “a democracia é a lei da maioria respeitando o direito da minoria”. Desta maneira, atos sectários decorrem estigmas sociais em razão da falta de informação e acesso a dialogicidade cívica em veemência da saúde mental. Logo, faz-se necessária diálogos científicos e históricos que informem ao fim do estigma de doenças psíquicas brasileiras.
Ademais, o artigo 2 da Lei 8.808, ampara através do SUS, que todos tem direito inato a saúde física e mental no Estado Brasileiro. Entretanto, a insubordinação ao tratamento a saúde mental reverbera em negligencias e transtornos psíquico no cidadão brasileiro. Portanto, é direito cívico embriológico o acesso ao acompanhamento médico as doenças mentais no Brasil.
Destarte, o MEC em união as Secretarias da Educação e Saúde dos Estados e Municípios, devem proporcionar em seus sites vídeos informativos sobre a saúde mental humana, através de médicos psiquiátricos, em parceria com escolas públicas e privadas, assim incentivando em salas de aula a educação e lises de estigmas associados a doenças mentais no Brasil. Além disso, o Ministério da Saúde em parceria aos hospitais da rede pública e particular, devem organizar campanhas gratuitas para a população, através de psicólogos e assistentes sociais, proporcionando atendimento e tratamento psíquico inato, aos brasileiros. Pois, conforme Hans George, “a história não nos pertente: nós pertencemos a ela”.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Parabéns, duanalin ! Não é[…]

(primeiramente, obrigada por dedicar seu tempo cor[…]

Espero que Corrijam minha dissertaçã[…]

A série de televisão "os 13 por[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM