Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#57157
No contexto nacional vigente, percebe-se que muito se debates através das grandes mídias, as doenças mentais presentes na sociedade brasileira, como a ansiedade e a depressão. No entanto, apesar da popularidade do assunto, esse ainda se torna(era para ser mostra)um problema persistente quando se observa os estigmas associados com essas enfermidades. Dessa maneira, convém analisar a principal causa e as principais consequências dessa adversidade.

A princípio, é importante compreender que a existência desses estigmas deriva da ineficácia atuação governamental, no que concerne no desenvolvimento de meios que visem mitigar o problema. De acordo com a Constituição Federal, promulgada em 1988, é dever do estado garantir o direito à saúde e ao bem-estar para o pleno desenvolvimento do indivíduo. Porém, mesmo com projetos destinados a prevenção e ao tratamento das doenças mentais, como a inserção de psicólogos no âmbito escolar e na atenção primária à saúde, eles se tornam falhos ao se analisar os altos índices de enfermidades e a existência de estigmas, devido à falta de informações e campanhas lúdicas acerca das doenças mentais. Dessa forma, é necessário uma reformulação dessa postura estatal.

Outrossim, cabe salientar os efeitos desse fenômeno. O livro "Por lugares incríveis" retrata em sua narrativa um jovem que cometeu suicídio após ter vivenciado transtornos mentais associados à estigmas. Sendo assim, depreende-se que os indivíduos com essas enfermidades, "marcados" pelo preconceito, sem exercer os direitos básicos assegurados na Carta Magna, acabam tomando medidas drásticas, como o suicídio. Ademais, é importante ressaltar a existência de pessoas que aderem a violência como um meio para se livrar dos estigmas e dos seus transtornos mentais, assim como o corrido em Suzano no ano de 2018.

Infere-se, portanto, que medidas precisam ser tomadas para mitigar o problema. Destarte, cabe ao Poder Público, priorizar a luta contra os estigmas e a luta a favor da saúde mental da sociedade, por meio do redirecionamento dos recursos públicos. Essa verba seria utilizada para a promoção de campanhas midiáticas e sócias, de forma massiva e lúdica, abordando a importância do respeito e informações acerca dos efeitos deixados pelo preconceito, a fim de garantir que as "marcas" associadas às doenças mentais sejam atenuadas ao passar dos anos. :idea: :idea:
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Promugada pela ONU em 1948, a declaraç&atil[…]

Sua redação não encaixa corre[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

"Só pro meu prazer..."

Obrigada Ashiley , ficarei mais atenta quanto as […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM