Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#54118
Aristóteles, em sua Ética a Nicômaco, retrata a conduta humana como uma prática constante das virtudes. Para o filósofo grego, o homem é a causa de suas próprias ações e,portanto, sem uma práxis virtuosa nao há a possibilidade de se alcançar o bem comum. Essa perspectiva crítica deve ser considerada na análise do estigma associado às doenças mentais no Brasil. A esse respeito, pode-se dizer que as relações de poder na sociedade, juntamente com a internet e as redes sociais são fatores que contribuem para a persistência desse problema. Dessa forma, compreender as causas mais profundas da problemática é fator fundamental para se apontar caminhos que permitam sua superação em direção a uma sociedade com um ideal de saúde pleno.
Com efeito, as relações de poder são um fator histórico marcado na sociedade brasileira, como no período escravocrata, em que brancos submetiam negros a julgamentos, preconceitos e condenações por se verem em uma posição acima do segundo grupo. Hodiernamente, tal relação é vista no contexto das doenças mentais, em que transtornos, como a depressão, são taxados como "frescura". Ademais, o avanço da internet permitiu que redes sociais se tornassem lugares com constante disseminação de ódio e discursos preconceituosos acrrca de pessoas com tais doenças, assim como ocorrido com escravos no período colonial.
Dessa forma, a prática desse estigma revela inúmeras consequências no âmbito social. Sob essa perspectiva, há um constante aumento da população mentalmente doente, com graves casos de depressão que levam até mesmo a suicídio. Sob o mesmo viés, as redes sociais se tornam espaços para pessoas mostrarem somente o "melhor ângulo", escondendo problemas para pertencer ao grupo com "saúde mental", gerando mais transtornos a quem tenta se encaixar nesse padrão utópico. Além disso, essa conduta fere o artigo 6 da Constituição Federal, que garante o direito a saúde para todos os cidadãos, além de ir contra o bem comum aristotélico.
Portanto, cabe à escola, ferramenta de transformação social, ensinar as causas e consequências dos transtornos mentais, estudando como se apresentam nos indivíduos e como superá-las, por meio de palestras com psicólogos e insiram aulas sobre essas doenças na grade escolar, a fim de acabar com as relações de poder nas redes sociais acerca desse estigma. Assim, torna-se possível agir com a práxis virtuosa proposta por Aristóteles, podendo atingir o bem comum e uma sociedade coesa, harmônica e com pleno ideal de saúde.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Bebidas alcoólicas fazem parte do grupo de […]

Analfabetismo Total e Funcional

De acordo com a Constituição Federal[…]

Educação no Brasil

É notório, que a implantaç&at[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM