Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#53605
No anime e mangá japonês chamado "Bungou Stray Dogs", o personagem Dazai sempre tenta se matar, sendo que ele é expressivamente comum comportamentalmente. De maneira análoga, a maioria dos indivíduos têm, infelizmente, a prática de atrelar o comportamento exposto com alguma doença mental ou considerar o problema como algo fútil. Em relação a isso, é preciso informar às pessoas dessas táticas preconceituosas, principalmente as atreladas ao suicídio e o irreal exposto na internet.

Sob esse viés, matar a si próprio é um problema social que precisa ser revertido. Em paralelo, o sociólogo Emile Durkheim categorizou os tipos de suicídio existentes e determinou que toda a sociedade possuirá ele. A partir disso, esse fator tornou a considerar o suicídio comum, principalmente por serem noticiadas pelas ferramentas de comunicação. Entretanto, ao invés da efetividade de políticas públicas para a resolução desse fator recorrente, na realidade é diferente.

Outrossim, o cenário apresentado nas mídias sociais se tratam do não real. A partir desse pressuposto, o clipe animado da banda Moby e Noir denominado "Are You Lost In The World Like Me?" expõe em uma das cenas uma garota tirando foto sorrindo e após sair da câmera fica triste. Dessa forma, fica evidente que o surgimento dos problemas mentais são generalizados, seja no influenciador, seja no seguidor, que este, na maior parte, passa a possuir baixa alta estima. Sendo assim, expor os problemas reais é imprescindível.

Portanto, é preciso que as mídias–principal meio de comunicação–crie parcerias com os influenciadores digitais para demonstrarem os erros recorrentes do dia a dia de forma descontraída, por meio de publicações, a fim de eliminar o estigma sobre a doença mental da sociedade. Acerca do suicídio, é necessário que a família trate desse problema com o diálogo. Assim, os problemas relacionados a mente se tornará de senso comum a todos.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 135

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 135

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 135

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 125

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#53612
Ótima introdução ao tema.
Pouquíssimos erros de escrita.
Bom entendimento do tema
Proposta de intervenção pelo meu ver não está completa.
Você seguiu todos os critérios que o Enem te pede.
Sua nota real do Enem vai oscilar de 800 até uns 920.
Não gostei muito dos seus argumentos. Porém, são totalmente válidos. E seus argumentos são muito confusos e o segundo desenvolvimento muito sem nexo.
Outro ponto importante nessa avaliação, você basicamente ou provavelmente deu uma tangenciada no tema, mas, isso fica a critério de cada corretor.
Ficou boa redação. Grande abraço!! Espero ter ajudado.
#53613
Zaror escreveu:Ótima introdução ao tema.
Pouquíssimos erros de escrita.
Bom entendimento do tema
Proposta de intervenção pelo meu ver não está completa.
Você seguiu todos os critérios que o Enem te pede.
Sua nota real do Enem vai oscilar de 800 até uns 920.
Não gostei muito dos seus argumentos. Porém, são totalmente válidos. E seus argumentos são muito confusos e o segundo desenvolvimento muito sem nexo.
Outro ponto importante nessa avaliação, você basicamente ou provavelmente deu uma tangenciada no tema, mas, isso fica a critério de cada corretor.
Ficou boa redação. Grande abraço!! Espero ter ajudado.
Muito obrigado por comentar. É bastante importante para eu melhorar. Só não entendi porque a proposta de intervenção estar incompleta (quais elementos faltam exatamente?). Sobre o primeiro desenvolvimento, eu trabalhei de um estigma que não é apresentado na redação, mas não deixa de ser algo que não possa ser discutido. É arriscado. Me arrependo de ter feito assim. No segundo desenvolvimento, eu trabalhei uma problemática que é até apresentado no texto motivador. Concordo totalmente que está bastante desorganizada as ideias. Obrigado novamente e me ajudou sim :D .
#53623
Uma dica é: use no máximo duas citações, e no primeiro ou segundo parágrafo vc esquece citações e foca em falar de dados do cotidiano que é de suma importância.
Vc não falou do preconceito.
Não falou das precárias estruturas especializadas nesse arranjo.
O seu problema é que vc simplesmente falou como se o tema fosse "depressão" e não é isso.
O tema é basicamente: o desafio para combater o preconceito para indivíduos com doenças mentais.
#53624
Zaror escreveu:Uma dica é: use no máximo duas citações, e no primeiro ou segundo parágrafo vc esquece citações e foca em falar de dados do cotidiano que é de suma importância.
Vc não falou do preconceito.
Não falou das precárias estruturas especializadas nesse arranjo.
O seu problema é que vc simplesmente falou como se o tema fosse "depressão" e não é isso.
O tema é basicamente: o desafio para combater o preconceito para indivíduos com doenças mentais.
Calma lá. Eu nem falei de depressão. Está sendo preconceituoso? :lol: Sei que depressão causa suicídio, porém tem casos que não. Isso também serve para a baixa alto estima que apresentei.
Eu fui para o lado do termo "estigma" que a sociologia trata, que não é o que a redação abordou.
Realmente o tema era esse que você destacou. Seria muito mais fácil se fosse apresentado assim, pelo menos para mim. :lol:
Obrigado pela dica também, mas acho que... eu fiz exatamente o que você falou :!: Eu usei duas citações e falei de problemas que são cotidianos.
#53630
hey @Geralcinoj , vi que houve uma divergencia quanto a sua redação e por isso venho deixar minha opinião acerca disso
No anime e mangá japonês chamado "Bungou Stray Dogs", o personagem Dazai sempre tenta se matar[1], sendo que ele é expressivamente comum comportamentalmente[2]. De maneira análoga, a maioria dos indivíduos têm, infelizmente[3], a prática de atrelar o comportamento exposto com alguma doença mental ou considerar o problema como algo fútil[4]. Em relação a isso, é preciso informar às pessoas dessas táticas preconceituosas, principalmente as atreladas ao suicídio e o irreal exposto na internet[5].
[1] acredito que aqui seja um termo coloquial você poderia ter usado cometer suicídio, renegar o direito a vida, ou até mesmo apresenta comportamentos suicidas
[2] usar dois advérbios em uma mesma frase não é algo errado porém deixa seu texto sonoramente esquisito. Assim, você poderia usar "aparentemente comum quanto ao seu comportamento(atitudes, conduta...)"
[3] não curto muito essas expressões de valor em textos argumentativos pois, apesar de tudo, elas são desnecessárias visto que você já está se posicionando em relação ao tema. Não acredito que elas serão motivo de perder nota mas mesmo assim eu não usaria.
[4] cara, aqui tu esqueceu um ponto importante na sua redação pois você não especificou que o problema se encontra no Brasil revelando uma abordagem, de certa forma, um pouco tangencial em relação ao tema que é sobre o país.
[5] essa última frase ficou um pouco confusa pois aparenta apenas apresentar um argumento no lugar de dois. Mesmo sabendo que você irá falar sobre a internet e o preconceito o núcleo do entrave se encontra em informar as pessoas fato que parece ser o argumento principal mas na verdade não é.
:!: eu diria boa introdução porém essa relação confusa com os argumentos e a não menção do Brasil podem te prejudicar

Sob esse viés[6], matar a si próprio é um problema social que precisa ser revertido[7]. Em paralelo, o sociólogo Emile Durkheim categorizou os tipos de suicídio existentes e determinou que toda[8] a sociedade possuirá ele. A partir disso, esse fator tornou a considerar o suicídio comum, principalmente por serem noticiadas pelas ferramentas de comunicação[9]. Entretanto, ao invés da [10]efetividade de políticas públicas para a resolução desse fator recorrente, na realidade é diferente][11].
[6] não sei se esse conectivo é o melhor para começar a sua argumentação mas acredito que esteja inadequado
[7] o tema não é esse logo se você nesse parágrafo apenas argumentou sobre isso vou ter que desconsiderar esse D1 pq se enquadra em um tangenciamento médio
[8] generalização meio pessimista nã[email protected] kk
[9]você não apresentou no tópico frasal essa ideia. Não sei se isso é motivo de perder nota mas é algo que deve estar presente
[10] parece que faltou um complemento para essa frase aqui. Tipo, ao invés disso , isso tem que ocorrer.
[11] eu diria que isso se enquadra em uma generalização pois você parece dizer que nenhuma política pública foi feita para ajudar essas pessoas porém como você me prova [email protected] Na minha cidade, tem um programa do governo de psisicólogos gratuitos que foram disponibilizados a atender as pessoas durante a pandemia de COVID-19, e isso tem trazido bons resultados por aqui.
[12] você também não apresenta que a falta de políticas públicas é uma causa para o problema. Elabore melhor suas ideias
:!: esse D1 ficou bem confuso e tangenciou, na minha visão, do tema em um grau médio

Outrossim, o cenário apresentado nas mídias sociais se tratam do não real[13]. A partir desse pressuposto, o clipe animado da banda Moby e Noir denominado "Are You Lost In The World Like Me?" expõe em uma das cenas uma garota tirando foto sorrindo[14] e após sair da câmera fica triste[15]. Dessa forma, fica evidente que o surgimento dos problemas mentais são generalizados, seja no influenciador,[16]seja no seguidor, que este, na maior parte, passa a possuir baixa AUTO-ESTIMA[17]. Sendo assim, expor os problemas reais é imprescindível.
[13] de que forma isso é relacionado com o [email protected] Logo aqui já percebo um tangenciamento grave pois nem ao menos você citou a saúde mental ou algo sobre o estigma . Além do mais, do não [email protected] Então quer dizer que todas as pessoas postam, publicam ou veem apenas a ficção no mundo [email protected] E mídias sociais não são redes sociais pois uma mídia social pode ser um jornal, revista, TV, rádio...
[14] você poderia ter usado uma expressão mais formal como "uma garota em uma dúvida existencial quanto a duas personalidades distintas separadas na linha tênue do real e virtual"
[15]abordagem superficial e muito subjetiva pois não sei o motivo da menina ter ficado triste explicitamente pois pode ter sido uma mensagem de um amigo, ou uma notícia ruim .
[16] em nenhum momento você aborda sobre os sujeitos das redes sociais
[17] pq isso [email protected] o que deve ser [email protected] e pq a exposição dos problemas reais pode ajudar em [email protected] e pq a tristeza nas redes sociais é um meio de estigmatizaçã[email protected] pq estes causam uma saúde mental deficitá[email protected] muitas lacunas que não foram respondidas
:!: ficou um pouco confuso e acredito que você poderia argumentar mais

Portanto, é preciso que as mídias[AGENTE]–principal meio de comunicação[DETALHAMENTO]–{AÇÃO}CRIEM parcerias com os influenciadores digitais para demonstrarem os erros recorrentes do dia a dia de forma descontraída, por meio de publicações[MEIO], a fim de eliminar o estigma sobre a doença mental da sociedade[FINALIDADE]. Acerca do suicídio, é necessário que a família[18] trate desse problema com o diálogo. Assim, os problemas relacionados a mente se tornará de senso comum a todos
[18]acredito que não precisava apresentar essa parte mas é um conclusão completa . 200 na C5. Mas acredito que faltou fechar o paragrafo com o repertório do tema.

NOTAS
C1=160 apresenta 4 erros gramaticais
C2=80 tangeciamento do tema parcial ou abordagem superficial
C3=80 não acredito que os argumentos foram produtivos pois muitas lacunas ficaram abertas após o seu uso
C4=160 um conectivo inadequado e 2 repetições destes
C5=200 conclusão completa

NOTA FINAL=680 mas dependendo do corretor ele pode zerar sua redação

É isso cara , espero ter ajudado e fique tranquilo não sou corretor profissional e recomendo esperar até março
Até mais
#53635
wagner123 escreveu:hey @Geralcinoj , vi que houve uma divergencia quanto a sua redação e por isso venho deixar minha opinião acerca disso
No anime e mangá japonês chamado "Bungou Stray Dogs", o personagem Dazai sempre tenta se matar[1], sendo que ele é expressivamente comum comportamentalmente[2]. De maneira análoga, a maioria dos indivíduos têm, infelizmente[3], a prática de atrelar o comportamento exposto com alguma doença mental ou considerar o problema como algo fútil[4]. Em relação a isso, é preciso informar às pessoas dessas táticas preconceituosas, principalmente as atreladas ao suicídio e o irreal exposto na internet[5].
[1] acredito que aqui seja um termo coloquial você poderia ter usado cometer suicídio, renegar o direito a vida, ou até mesmo apresenta comportamentos suicidas
[2] usar dois advérbios em uma mesma frase não é algo errado porém deixa seu texto sonoramente esquisito. Assim, você poderia usar "aparentemente comum quanto ao seu comportamento(atitudes, conduta...)"
[3] não curto muito essas expressões de valor em textos argumentativos pois, apesar de tudo, elas são desnecessárias visto que você já está se posicionando em relação ao tema. Não acredito que elas serão motivo de perder nota mas mesmo assim eu não usaria.
[4] cara, aqui tu esqueceu um ponto importante na sua redação pois você não especificou que o problema se encontra no Brasil revelando uma abordagem, de certa forma, um pouco tangencial em relação ao tema que é sobre o país.
[5] essa última frase ficou um pouco confusa pois aparenta apenas apresentar um argumento no lugar de dois. Mesmo sabendo que você irá falar sobre a internet e o preconceito o núcleo do entrave se encontra em informar as pessoas fato que parece ser o argumento principal mas na verdade não é.
:!: eu diria boa introdução porém essa relação confusa com os argumentos e a não menção do Brasil podem te prejudicar

Sob esse viés[6], matar a si próprio é um problema social que precisa ser revertido[7]. Em paralelo, o sociólogo Emile Durkheim categorizou os tipos de suicídio existentes e determinou que toda[8] a sociedade possuirá ele. A partir disso, esse fator tornou a considerar o suicídio comum, principalmente por serem noticiadas pelas ferramentas de comunicação[9]. Entretanto, ao invés da [10]efetividade de políticas públicas para a resolução desse fator recorrente, na realidade é diferente][11].
[6] não sei se esse conectivo é o melhor para começar a sua argumentação mas acredito que esteja inadequado
[7] o tema não é esse logo se você nesse parágrafo apenas argumentou sobre isso vou ter que desconsiderar esse D1 pq se enquadra em um tangenciamento médio
[8] generalização meio pessimista nã[email protected] kk
[9]você não apresentou no tópico frasal essa ideia. Não sei se isso é motivo de perder nota mas é algo que deve estar presente
[10] parece que faltou um complemento para essa frase aqui. Tipo, ao invés disso , isso tem que ocorrer.
[11] eu diria que isso se enquadra em uma generalização pois você parece dizer que nenhuma política pública foi feita para ajudar essas pessoas porém como você me prova [email protected] Na minha cidade, tem um programa do governo de psisicólogos gratuitos que foram disponibilizados a atender as pessoas durante a pandemia de COVID-19, e isso tem trazido bons resultados por aqui.
[12] você também não apresenta que a falta de políticas públicas é uma causa para o problema. Elabore melhor suas ideias
:!: esse D1 ficou bem confuso e tangenciou, na minha visão, do tema em um grau médio

Outrossim, o cenário apresentado nas mídias sociais se tratam do não real[13]. A partir desse pressuposto, o clipe animado da banda Moby e Noir denominado "Are You Lost In The World Like Me?" expõe em uma das cenas uma garota tirando foto sorrindo[14] e após sair da câmera fica triste[15]. Dessa forma, fica evidente que o surgimento dos problemas mentais são generalizados, seja no influenciador,[16]seja no seguidor, que este, na maior parte, passa a possuir baixa AUTO-ESTIMA[17]. Sendo assim, expor os problemas reais é imprescindível.
[13] de que forma isso é relacionado com o [email protected] Logo aqui já percebo um tangenciamento grave pois nem ao menos você citou a saúde mental ou algo sobre o estigma . Além do mais, do não [email protected] Então quer dizer que todas as pessoas postam, publicam ou veem apenas a ficção no mundo [email protected] E mídias sociais não são redes sociais pois uma mídia social pode ser um jornal, revista, TV, rádio...
[14] você poderia ter usado uma expressão mais formal como "uma garota em uma dúvida existencial quanto a duas personalidades distintas separadas na linha tênue do real e virtual"
[15]abordagem superficial e muito subjetiva pois não sei o motivo da menina ter ficado triste explicitamente pois pode ter sido uma mensagem de um amigo, ou uma notícia ruim .
[16] em nenhum momento você aborda sobre os sujeitos das redes sociais
[17] pq isso [email protected] o que deve ser [email protected] e pq a exposição dos problemas reais pode ajudar em [email protected] e pq a tristeza nas redes sociais é um meio de estigmatizaçã[email protected] pq estes causam uma saúde mental deficitá[email protected] muitas lacunas que não foram respondidas
:!: ficou um pouco confuso e acredito que você poderia argumentar mais

Portanto, é preciso que as mídias[AGENTE]–principal meio de comunicação[DETALHAMENTO]–{AÇÃO}CRIEM parcerias com os influenciadores digitais para demonstrarem os erros recorrentes do dia a dia de forma descontraída, por meio de publicações[MEIO], a fim de eliminar o estigma sobre a doença mental da sociedade[FINALIDADE]. Acerca do suicídio, é necessário que a família[18] trate desse problema com o diálogo. Assim, os problemas relacionados a mente se tornará de senso comum a todos
[18]acredito que não precisava apresentar essa parte mas é um conclusão completa . 200 na C5. Mas acredito que faltou fechar o paragrafo com o repertório do tema.

NOTAS
C1=160 apresenta 4 erros gramaticais
C2=80 tangeciamento do tema parcial ou abordagem superficial
C3=80 não acredito que os argumentos foram produtivos pois muitas lacunas ficaram abertas após o seu uso
C4=160 um conectivo inadequado e 2 repetições destes
C5=200 conclusão completa

NOTA FINAL=680 mas dependendo do corretor ele pode zerar sua redação

É isso cara , espero ter ajudado e fique tranquilo não sou corretor profissional e recomendo esperar até março
Até mais
Obrigado pela correção. :D Eu discordo de algumas coisas, mas tem outras que realmente concordo. Sobre zerar a redação, acho que não vou zerar, pois os motivos para ocorrer isso são bastantes evidentes no manual do corretor e vejo que ela não se enquadra. Se o correror fizer isso, ele que vai estar errado. Eu poderia zerar na competência 2 no máximo e isso ocorreria se eu falasse sobre outra coisa que não é nem relacionada.

Nos primórdios da evolução da[…]

A violência no Brasil

A violência no Brasil está aumentando[…]

A sociedade e a polícia sempre apresentaram[…]

Um conselho para você, estudante

Jeniffeeee , ke isso, a opinião de qualque[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM