Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#52955
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6° o direito à saúde inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem sido praticada com seriedade quando se observa o grande índice de pessoas com transtornos psicológicos em todo o Brasil, dificultando, deste modo, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se a análise dos fatores que favorecem esse quadro.
Em primeira análise, cabe ressaltar a ineficácia das ações estatais em aprimorar os cuidados necessários desencandeados por essas doenças. Nesse sentido, a falta de informação ocasiona na população um pensamento retrógrado e cruel com as vítimas, além do tratamento precário em alas psiquiátras, grupos de apoio e centros de reabilitação. Essa conjuntura, segundo o filósofo John Locke, configura-se como uma violação ao "contrato social", visto que o estado não cumpre a função de garantir aos cidadãos seus respectivos direitos, tal como a saúde, o que infelizmente é evidente no país.
Portanto, cabe ao Ministério da Saúde em conjunto com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o dever de disponibilizar políticas públicas que possuam medidas eficazes de tratamento, como a criação de Centros de Valorização da Vida em cada cidade, a fim de que todos possam acessá-lo. Logo, a disponibilização da contratação de voluntários que possam ajudar no estímulo físico dos pacientes, com atividades recreativas e saudáveis. Mas também, em palestras, tratar sobre a necessidade de empatia e, principalmente, motivar as pessoas a lutarem por uma sociedade mais humanitária. Espera-se com isso, diminuir as marcas associadas aos transtornos mentais na sociedade brasileira.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

O preconceito é algo constante no dia a dia[…]

@medlover @Costa2020 @Felipe082 @RafaNaBase @Nicol[…]

As doenças mentais alcançaram elevad[…]

Segundo a Organização Mundial da Sa&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM