Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#52657
Na Segunda Guerra Mundial, durante o período do famigerado e lastimável holocausto, comandado por Adolf Hitler, milhares de deficientes mentais foram brutalmente assassinados. Já nos dias atuais, os portadores destas doenças seguem enfrentando dificuldades para serem inseridos na sociedade, uma vez que as instituições possuem precariedade para receberem, por exemplo, os que possuem síndrome de down, além de carecer de atendimento àqueles que sofrem com transtornos de ansiedade e depressão.

Primeiramente, ao analisar as escolas de ensino fundamental e médio, é possível constatar a ausência preparatória para atender crianças e jovens mentalmente especiais. Além disso, à guisa do pensamento kantiano, a educação é o que liberta o ser humano. Todavia, se não há inclusão no que tange os aspectos mentais nos colégios, o educar deixa de ser, conforme assegura o artigo nº 205 da Constituição de 1988, um direito de todos e dever do Estado. Dessarte, cabe ao ECA, que é o Estatuto da Criança e do Adolescente, passar mais relevância a este grupo minoritário e lutar para inseri-los em ambientes com suportes adequados.

Ademais, os transtornos mentais, tais como os de ansiedade e depressão, que têm crescido extensamente no Brasil, sempre foram rotulados de "frescura" pelos leigos. No entanto, segundo dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 11,5 milhões de brasileiros foram diagnosticados depressivos. Sob esse viés, é lúcido que não haja o desabono, e que as vítimas recebam empatia e assistência especializada oferecida pelos órgãos públicos. Também, é válido que temáticas como essas sejam mais abordadas no país, visto que há uma ignorância coletiva em relação às mesmas, criando um visível estigma.

Portanto, parafraseando o escritor irlandês Oscar Wilde, "O primeiro passo é o mais importante na evolução de um homem ou nação". Desse modo, a fim de atenuar os esteriótipos acerca das doenças mentais, as ONGs devem disponibilizar, em consonância com as instituições, profissionais que palestrem para a população sobre essa realidade de muitos no país, além de fornecer psicólogos aos diagnosticados com estas doenças/transtornos. Em seguida, é dever do Estado, de modo com o qual entre em contato com os familiares, inserir pessoas mentalmente especiais nas escolas, universidades e universo trabalhista, proporcionando um ambiente viável e incentivando a inclusão social. Assim sendo, haverá a quebra de qualquer estigma, o holocausto será somente um panorama histórico para demonstrar a evolução humana e o mundo caminhará para a sua plenitude.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

  A leitura no Brasil infelizmente não[…]

A realidade de muitos jovens brasileiros nos dias […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM