Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#54022
No surrealismo, expoente vanguarda europeia do século XX, é notória a preocupação com o funcionamento da mente humana, haja vista que esse movimento artístico foi fortemente influenciado pela psicanálise freudiana. Todavia, na hodiernidade a questão da saúde mental ganha pouco espaço na sociedade brasileira, uma vez que há um grande estigma relacionado as doenças mentais na cultura brasileira. Nessa perspectiva, a inobservância estatal constante com preconceito do tecido social intensificam essa alarmante problemática no Brasil.
A partir de tal cenário, vale ressaltar a carência de políticas públicas que notifiquem a população informações e auxílios relacionados à saúde mental. Porquanto, o suporte do estado é crucial para mitigar em eventuais problemas nesse meio, como ocorre na série norte-americana “O gambito da rainha”, na qual a Alice Harmon, mãe biológica da protagonista, com transtornos mentais e sem apoio algum — seja familiar, seja estatal — tentar suicídio ao chocar o carro em que estava Beth Harmon a um caminhão, ação que poderia ser evitada caso obtivesse ajuda. Nesse sentido, é inaceitável que um país signatário da Declaração Universal dos Direitos Humanos permita tamanho descaso com essa parcela fragilizada do Brasil.
Ademais, no presente contexto a sociedade brasileira se encontra gradativamente mais individualista e segregacionista. Conforme o sociólogo George Simmel, é predominante na atual esfera social a atitude "blaser" — ação de ficar alheio aos problemas contemporâneos —, o que revela a insuficiente preocupação da população em combater o crescimento de tal vicissitude, muitas vezes ocasionando um preconceito e a culpalisação da vítima de doenças mentais, assim como no livro “O alienista” de Machado de Assis, o qual apresenta a história de um médico que interna inúmeras pessoas em um hospício por não saber lidar com a diferença desses indivíduos. Desse modo, a mobilização social geral é fundamental para que o olhar preconceituoso em relação à saúde mental seja atenuado.
Infere-se, em suma, que a questão do bem-estar mental tenha mais notoriedade no Brasil, assim como era proposto pelo movimento surrealista. Portanto, cabe ao Poder Executivo a criação de um projeto de lei, por meio de mídias digitais e pontos físicos municipais, para promoção de informações e suporte acerca da saúde mental, com enfoque na sensibilização das famílias para se comunicarem mais sobre o assunto. Dessa forma, será possível modificar o estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Controladoria-Geral da União: tem como de[…]

50 Dúvidas do Português Esclarecidas:[…]

A obra de Graciliano Ramos Vidas Secas lanç[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM