Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#57522
A pintura “noite estrelada” de Vicent Van Gogh foi feita na segunda metade do século XIX, uma das mais célebres obras do artista que teve como inspiração a noite vista da janela de um hospital psiquiátrico. Van Gogh sofria uma fase persistente e problemas psicólogos, o qual fez surgir no meio da angústia e tristeza, a representação segundo ele, de uma noite sem fim. Trazendo tal cenário para a atualidade, é visto que independente do século a persistência dos estigmas associados as doenças mentais ainda continuam consolidado, fazendo com que milhares de brasileiros sintam-se deslocados sob o meio maior. Com isso a necessidade de analisar o que motiva o preconceito em relação a tais doenças, bem como os efeitos que isso podem causar ao indivíduo em sociedade.

Em primeiro plano nota-se uma incompreensão por parte da sociedade quando entra em discussão assuntos como depressão, ansiedade ou bipolaridade, uma vez que essas doenças são desconhecidas por muitos. Oque surge como efeito a negligência de países subdesenvolvidos como o Brasil, que sofrem perante a priorização do desenvolvimento econômico ao invés da saúde mental. Segundo o IBGE 86% das empresas que aderem a tal negligência, sofrem com taxas de funcionários cada vez mais desmotivados e com casos de ansiedade e até mesmo depressão.

Em decorrência ao desconhecido ou intolerância dada a tal percentual, surgem os preconceitos que associam transtornos mentais a loucura ou a “frescura”. Tais ações têm grande ocorrência na própria casa. Em uma geração onde se dita o perfeccionismo e a felicidade a todo custo, pais quando se deparam com seus filhos como possíveis pacientes psicológicos, tendem a se sentir culpados como se houvesse algo errado. Dificultando assim o acesso a profissionais especializados e um possível diagnóstico.

É evidente, portanto que ainda há entraves para garantir a solidificação de políticas públicas que visem a construção de um mundo melhor. Com isso o Ministério da saúde deve organizar propagandas de conscientização promovendo uma maior taxa de conhecimento da população sobre o assunto. Como já dito por Paulo Freire que a educação muda o mundo, logo o Ministério da Educação deve instituir nas escolas, palestras educativas ministradas por psicólogos que vissem combater os estigmas as doenças mentais, de modo a terminar com determinados tabus, para que não vivemos mais noites sombrias como a de Van Gogh.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

É notório que essa pandemia afetou a[…]

Segundo dados do site IPEA (Instituto de Pesquisa […]

A essencialidade das atividades físicas […]

Bom dia Vou tentar colocar aqui os desvios que eu […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM