Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#55914
@Danicardoso
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê, em seu artigo 6°, o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro, Conquanto, tal prerrogativa vence reverberando com ênfase na prática quando se observa o estigma associado as doenças mentais na sociedade brasileira. Dificultando, deste modo, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva faz-se imperiosa análise de fatores que favorecem esse quatro.
Em uma primeira análise, deve se ressaltar ausência de medidas governamentais para controlar transtornos mentais. Nesse sentido, o mistério não dá devido a pauta necessário para reduzir o problema, ocasionando pessoas sofrerem de depressão e ansiedade. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo contratualista John locke, configurando-se uma violação ao “contrato social” já que o estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem desses direitos indispensáveis. como tratamento para esses casos, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais, é fundamental apontar a desigualdade como impulsionador dessa condição no país. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil é considerado um país com mais casos de depressão da América Latina. diante de tal exposto, é notória a gravidade do problema que vem se rotulando como “frescura”, já que o que é mostrado na internet não condiz com a realidade de muitos, como afirma o filósofo Confúncio - “Saber o que é correto e não fazer e falta de coragem. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.
Depreende-se portanto a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o governo, por intermédio de campanhas, estudo sobre esses quadros, faça a mobilização da informação para população, afim de dar relevância e importância ao quadro. Assim, se consolidará uma sociedade mais empatica, onde o estado desempenha corretamente seu contrato social, tal como afirma locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 184

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 196

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 192

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#57176
@Danicardoso,

A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê, em seu artigo 6°, o direito à saúde como inerente a todo cidadão brasileiro, Conquanto, tal prerrogativa vence reverberando com ênfase na prática quando se observa o estigma associado ás doenças mentais na sociedade brasileira. Dificultando, deste modo, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se imperiosa análise de fatores que favorecem esse quatro.
Em uma primeira análise, deve se ressaltar ausência de medidas governamentais para controlar transtornos mentais. Nesse sentido, o mistério>ministério? não dá devido a pauta necessário para reduzir o problema, ocasionando pessoas sofrerem de depressão e ansiedade. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo contratualista John locke, configurando-se<configura-se como> uma violação ao “contrato social”, já que o estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem desses direitos indispensáveis, como tratamento para esses casos, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais, é fundamental apontar a desigualdade como impulsionador dessa condição no país. Segundo a Organização Mundial da Saúde, o Brasil é considerado um país com mais casos de depressão da América Latina. Diante de tal exposto, é notória a gravidade do problema que vem se rotulando como “frescura”, já que o que é mostrado na internet não condiz com a realidade de muitos, como afirma o filósofo Confúncio - “Saber o que é correto e não fazer e falta de coragem. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a perdurar.
Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é imprescindível que o governo*Agente*, por intermédio de campanhas*Meio?*, estude sobre esses quadros e faça a mobilização da informação para população *Ação*, *finalidade* afim de dar relevância e importância ao quadro. Assim, se consolidará uma sociedade mais empática, onde o estado desempenha corretamente seu contrato social, tal como afirma locke.


•Sua redação está muito boa!
- Na conclusão sugiro deixar suas propostas
mais visível.
- Acho que esses erros ortográficos foram na digitação e não na redação em si, mas observe eles bem, não sei se minhas correções estão corretas mas espero ter ajudado. Conte comigo!!

Promugada pela ONU em 1948, a declaraç&atil[…]

Sua redação não encaixa corre[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

"Só pro meu prazer..."

Obrigada Ashiley , ficarei mais atenta quanto as […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM