• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#75979
Recentemente, durante as Olimpíadas de Tóquio 2021, Rayssa Leal, uma adolescente de 13 anos, se tornou inspiração para milhares de crianças e jovens em todo o país sendo a primeira medalhista brasileira da modalidade Skate Street, cujo esporte até então não fazia parte dos Jogos Olímpicos. Apesar de se ter grandes exemplos da área esportiva, o Brasil ainda não é considerado um modelo internacional do ramo, mesmo sendo uma parte fundamental quando o assunto é inclusão social. Neste contexto, isso ocorre pela falta de incentivo e pelo baixo investimento.
Antes de mais nada, o esporte como todo trás incontáveis benefícios, como melhora da qualidade de vida, saúde e contribui para a inclusão social. Na atualidade, não são poucos os esportes que já foram adaptados, especificamente para aqueles que obtêm alguma limitação, com o real objetivo de incluir todas as pessoas em geral, sem distinções de classe, raça, deficiência, etc. No entanto, pela falta de incentivo, ainda é um sonho encontrar pelo menos 50% dos que soma as minorias sociais inclusas em algum esporte, tendo em vista que o maior estímulo deve vir da família, é principalmente, da raiz que parte o problema.
Além disso, para se ter novos atletas esportistas de todos os jeitos, cores e classes, faz-se necessário um investimento por trás disso, no cenário atual brasileiro, esse quesito se encontra em estado crítico. Segundo dados do censo escolar 2015, 6 em cada 10 escolas de educação básica no Brasil não contém quadras esportivas, em percentual consta 65,5% dos colégios, ou seja, isso prejudica e exclui milhares de crianças e adolescentes em todo o país com capacidade de se tornarem promissores atletas.
Em suma, encontrar um exemplo de atleta como Rayssa Leal, que desde tão nova entrou para o mundo do esporte e se tornou sucesso, deve-se entender que várias crianças, jovens e adultos, sem nenhum tipo de distinção, possam ter a chance de serem adeptos à área esportiva, dessa forma, a Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania deve promover campanhas por meio de mídias digitais e nas escolas, a fim de incentivar as famílias e estudantes à adesão do esporte para que haja mais interesse dentre as pessoas. Além disso, deve investir também nas instituições de ensino de modo que democratize o âmbito desportivo, por meio de construções e manutenções de quadras esportivas, e, dessa forma, todos possam ter acesso.

Redação do dia 05/08/2021
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 60

Você atingiu aproximadamente 30% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio insuficiente da modalidade escrita formal da língua portuguesa, com muitos desvios gramaticais, de escolha de registro e de convenções da escrita. Seu texto apresenta estrutura sintática com certa organização, porém com muitos desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual, que comprometem a compreensão das ideias.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 60

Você atingiu aproximadamente 30% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema recorrendo à cópia de trechos dos textos motivadores ou apresenta domínio insuficiente do texto dissertativo-argumentativo, não atendendo à estrutura com proposição, argumentação e conclusão, ou seja, com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido a partir de considerações próximas ao senso comum ou muito próximas do que foi proposto nos textos motivadores, sem progressividade, ou ainda o texto apresenta domínio precário do tipo textual exigido, com poucas características de uma dissertação, ainda que se reconheça o tema proposto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas desorganizados ou contraditórios e limitados aos argumentos dos textos motivadores apresentados na proposta de redação.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 60

Você atingiu aproximadamente 30% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta repertório limitado de recursos coesivos e articula as partes do texto de forma insuficiente, com muitas inadequações, o que compromete a organização das ideias.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 60

Você atingiu aproximadamente 30% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema, sem clareza, ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.

#75994
I: parece que você está falando sobre o Brasil n ser o melhor nas olímpiadas em: "Apesar de se ter grandes exemplos da área esportiva, o Brasil ainda não é considerado um modelo internacional do ramo...". Você ligou a Raissa na na modalidade dela à segunda frase. Esse "ramo" ficou sendo o esporte olímpico, na minha visão. Ficou confuso qual é a sua problematização e você parece fugir do tema.

D1: " ...esporte como todo trás..." = o esporte como um todo. Você pulou o tópico frasal e não fica claro se vc irá falar do que problematizou. Poderia escrever: "Antes de mais nada, é preciso expor a falta de incentivo que...". E mesmo assim isso não faria sentido com o tema que é inclusão e não saúde. O problema da inclusão das pessoas no esporte é crescer em um lar sem incentivo? ok... Mas de que fonte vem os dados de que nem 50% das pessoas em minorias praticam esportes? Percebe como o texto parece frágil e foge do tema que é a inclusão? Ele poderia ficar ótimo se falasse de saúde. É necessário atentar-se aos comandos do tema.

D2: "...para se ter novos atletas esportistas de todos os jeitos, cores e classes, faz-se necessário um investimento por trás disso, no cenário atual brasileiro, esse quesito se encontra em estado crítico.", essa era a articulação que faltou no D1. Mas, de novo, ocorreu uma fuga do tema. O tema fala sobre inclusão social e o seu D2 irá dizer que não há representatividade entre os atletas esportivos. "isso prejudica e exclui milhares de crianças e adolescentes em todo o país com capacidade de se tornarem promissores atletas.": se eu fosse relacionar esse argumento, eu diria que a escola não promove a inclusão de estudantes que gostam desse esporte; sendo esse um problema que marginalizaria estudantes de certas classes sociais que não possuem condições financeiras para fazerem aulas de futebol, ou jogarem, em um clube. Não é bem sobre se tornarem ou não atletas profissionalmente depois.

PI: sua proposta de intervenção está perfeita, sem contar o primeiro período que ficou um tanto quanto grande. Mas, novamente você parece fugir do tema e agora fala de acesso e não de como o esporte poderia incluir alguém em algo. É importante usar as palavras do tema e seus sinônimos para não se perder. Acho que se fosse no ENEM, infelizmente, sua redação poderia ser facilmente zerada quando você começou a falar de "benefícios" e como o esporte foi adaptado, parece falar o tempo todo de acesso e o tema não fica claro porque é usado como um acessório.

Parabéns por escrever tão bem! Há poucos erros gramaticais. Mas eu darei zero por você não falar, argumentar ou a presentar uma proposta associada ao tema.
#75995
Sou apenas um aluno e não um professor. Mas tentei corrigir como um corretor faria e fiz a reflexão sobre o texto sem o titulo e não consigo ver claro o tema. Foi a redação que foi mais difícil de corrigir pois você tinha tudo pra tirar +700. Espero que entenda (escrevendo isso penso em corretores e eles não teriam pena de zerar uma correção pois seria só mais uma em meio a tantas) e não desista. A próxima pode ser muito boa.

A logística e infraestrutura da Funda&ccedi[…]

oii gente! Quem puder corrigir minha redaç&[…]

Deivid16 3m1ly Willa Quem puder corrigir ess[…]

Eraldonunes , Davila pode corrigir pfv EuDavi[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM