Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#53467
No livro “1984”, de George Orwell, é retratada uma sociedade na qual a cultura era privada aos cidadãos. Análoga ao Brasil, são poucos os que desfrutam do acesso aos bens culturais. Logo, faz-se necessário uma análise, já que a alta de preços à entrada de cinemas e museus, assim como a desigualdade inferem na problemática.

De início, é válido a análise do quanto os preços altos para a entrada de bens culturais contribui para o desafio. Sendo assim, nos séculos XIX e XX a cultura era um bem social exclusivo à classe elitista. Atualmente, entende-se que isso ainda se mostra presente, visto que com os preços acima da média para museus , cinemas e entre outros, não competem à renda da população periférica. Assim, compreende-se o fator social em questão.

Ademais, a desigualdade social contribui para o percalço. De acordo com Amartya Sen, professor e ganhador do prêmio Nobel da Economia: “ A pobreza deve ser vista como privação de capacidades básicas, em vez de meramente como baixo nível de renda”. Portanto, sendo a cultura como uma capacidade humana básica , é necessário que ela atinja toda a sociedade , trazendo conhecimento e bem-estar. Em viés, é mister que ela ultrapasse as barreiras da desigualdade. Dessa maneira, entende-se a questão.

Em suma, soluções são necessárias. A partir disso, cabe ao Ministério da Cidadania criar um projeto político , por meio das mídias sociais e digitais , reformulando os preços de entrada à cinemas , shows e museus , principalmente à periferia. Em síntese, essa ação terá a finalidade de ofertar acesso à bens culturais de forma universal, diferente do livro “1984”.

Por favor corrijam!
P.S. Eu fiz essa redação no modelo Enem com 30 linhas , então peço a compreensão de vocês! Obrigada!
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#53486
Mily19 escreveu:Oh vc já tentou escrever as redações em letra de forma? Talvez funcione para o seu problema de linhas, assim vc poderia escrever mais....no meu caso deu certo, minha letra de forma me deu mais espaço pra escrever do que a minha letra cursiva.
menina foi o que eu fiz! Essas letrinhas digital neh! Se for essa sim! Porque minha letra original não me ajuda por mais que o diminua muito sabe. Meu maior medo foi de não ser compreendida pelo corretor. Quanto tá muito pequeno as vezes eles não conseguem corrigir por falta de compreensão. E eu fiz uma vez tão pequena e a menina que corrigiu pra mim disse que eu precisa aumentar se não corria o risco. Desde então estou tentando encaixar todas as ideias nessas benditas 30 linhas.
#53490
Mily19 escreveu:É são essas letras ss
Ah acho q o corretor consegue compreender ss, até pq minha letra era um garrancho no primeiro Enem (bom continua sendo, mas ok :lol: ) e eles entenderam
Eu já vi fotos na internet sabe! São bem pequenas algumas letras de algumas redações , mas assim, compreensível por foto entendeu. Já a minha ficou estranha em algumas palavras ! Mas trabalharei isso !! Obg👐
#53503
CORREÇÃO (X)

No livro “1984”, de George Orwell, é retratada uma sociedade na qual a cultura era privada aos cidadãos. Análoga ao Brasil, são poucos os que desfrutam do acesso aos bens culturais. Logo, faz-se necessário uma análise(1), já que a alta de preços à entrada de cinemas e museus, assim como a desigualdade inferem na problemática.

De início, é válido a análise do quanto os preços altos(2) para a entrada de bens culturais contribui para o desafio. Sendo assim, nos séculos XIX e XX a cultura era um bem social exclusivo à classe elitista. Atualmente, entende-se que isso ainda se mostra presente, visto que com(3) os preços acima da média para museus , cinemas e entre outros,(4) não competem com a renda da população periférica. Assim, compreende-se o fator social em questão.

Ademais, a desigualdade social contribui para o percalço. De acordo com Amartya Sen, professor e ganhador do prêmio Nobel da Economia, “ A pobreza deve ser vista como privação de capacidades básicas, em vez de meramente como baixo nível de renda”. Portanto, sendo a cultura como uma capacidade humana básica , é necessário que ela atinja toda a sociedade , trazendo conhecimento e bem-estar. Em viés, é mister que ela ultrapasse as barreiras da desigualdade. Dessa maneira, entende-se a questão.(5)

Em suma, soluções são necessárias(5). A partir disso, cabe ao Ministério da Cidadania criar um projeto político , por meio das mídias sociais e digitais , reformulando os preços de entrada nos(6) cinemas , shows e museus , principalmente nas periferia. Em síntese, essa ação terá a finalidade de ofertar acesso à bens culturais de forma universal, diferentemente(7) do livro “1984”.

Observações:

(1)-Analise de quê? Faltou expor o substantivo desenvolvido ou retomar ele com algum pronome. Um destaque que deixo é que o uso dos pronomes demonstrativos não são contabilizados como repetição. Aproveite esse privilégio quando puder.
(2)-Use sinônimos, como "elevado" de forma adequada.
(3)-Não entendi o motivo de colocar essa palavra aqui.
(4)-Vírgula indevida.
(5)-Cuidado com essas frases genéricas. Ela te prejudica na competência 4 se não me engano.
(6)-Quem entra, entra EM algum lugar(EM+O=NO). A palavra "cinema" é um substantivo masculino, logo não tem crase. (O cinema)
(7)-"Diferente" é adjetivo. Está errado o uso dele aqui. O correto seria "diferentemente" por ser advérbio.

Na parte da sua argumentação, você desenvolveu bem. Só acharia melhor trabalhar a sua argumentação com o repertório. Isso ocorreu no segundo desenvolvimento. O primeiro desenvolvimento achei bem feito.

:D Espero ter ajudado.

P.S. Estude ou revise crase. É muito importante saber. Acesse o material de apoio do fórum, assista as aulas e resolva os exercícios.
#53507
Geralcinoj escreveu:CORREÇÃO (X)

No livro “1984”, de George Orwell, é retratada uma sociedade na qual a cultura era privada aos cidadãos. Análoga ao Brasil, são poucos os que desfrutam do acesso aos bens culturais. Logo, faz-se necessário uma análise(1), já que a alta de preços à entrada de cinemas e museus, assim como a desigualdade inferem na problemática.

De início, é válido a análise do quanto os preços altos(2) para a entrada de bens culturais contribui para o desafio. Sendo assim, nos séculos XIX e XX a cultura era um bem social exclusivo à classe elitista. Atualmente, entende-se que isso ainda se mostra presente, visto que com(3) os preços acima da média para museus , cinemas e entre outros,(4) não competem com a renda da população periférica. Assim, compreende-se o fator social em questão.

Ademais, a desigualdade social contribui para o percalço. De acordo com Amartya Sen, professor e ganhador do prêmio Nobel da Economia, “ A pobreza deve ser vista como privação de capacidades básicas, em vez de meramente como baixo nível de renda”. Portanto, sendo a cultura como uma capacidade humana básica , é necessário que ela atinja toda a sociedade , trazendo conhecimento e bem-estar. Em viés, é mister que ela ultrapasse as barreiras da desigualdade. Dessa maneira, entende-se a questão.(5)

Em suma, soluções são necessárias(5). A partir disso, cabe ao Ministério da Cidadania criar um projeto político , por meio das mídias sociais e digitais , reformulando os preços de entrada nos(6) cinemas , shows e museus , principalmente nas periferia. Em síntese, essa ação terá a finalidade de ofertar acesso à bens culturais de forma universal, diferentemente(7) do livro “1984”.

Observações:

(1)-Analise de quê? Faltou expor o substantivo desenvolvido ou retomar ele com algum pronome. Um destaque que deixo é que o uso dos pronomes demonstrativos não são contabilizados como repetição. Aproveite esse privilégio quando puder.
(2)-Use sinônimos, como "elevado" de forma adequada.
(3)-Não entendi o motivo de colocar essa palavra aqui.
(4)-Vírgula indevida.
(5)-Cuidado com essas frases genéricas. Ela te prejudica na competência 4 se não me engano.
(6)-Quem entra, entra EM algum lugar(EM+O=NO). A palavra "cinema" é um substantivo masculino, logo não tem crase. (O cinema)
(7)-"Diferente" é adjetivo. Está errado o uso dele aqui. O correto seria "diferentemente" por ser advérbio.

Na parte da sua argumentação, você desenvolveu bem. Só acharia melhor trabalhar a sua argumentação com o repertório. Isso ocorreu no segundo desenvolvimento. O primeiro desenvolvimento achei bem feito.

:D Espero ter ajudado.

P.S. Estude ou revise crase. É muito importante saber. Acesse o material de apoio do fórum, assista as aulas e resolva os exercícios.
Sei que não pode pontuar , mas em razão a correção , quanto acha que eu ganharia?
Me explique também sobre as tais “frases genéricas” pois arremato dessa forma por falta de linhas!!!
#53551
@GlendaMorais , eu procurei bastante no manual do corretor sobre essa parte das frases genéricas, mas não encontrei. Tenho que ler novamente.

Acerca da nota, eu destacarei a minha visão sobre ela. Deixo claro que não sou corretor.

C.1-120
Há diversidade nos seus erros. Se houvesse erros, porém semelhantes, poderia chegar aos 160.

C.2-200
O segundo desenvolvimento não foi produtivo, pois você fala da mesma coisa em outra perspectiva. Entretanto, só é preciso de um desenvolvimento produtivo. Então é 200, já que o seu repertório histórico se tornou produtivo e sua argumentação expõe o que ocorre como problemática.

C.3-200
Tem os dois operadores argumentativos entre parágrafos e todos os parágrafos possuem, pelo menos, 1 dentro dos parágrafos. Possui pouca repetição de termo coesivo.

C.4-200
Tem todos os elementos. Só toma cuidado com o infinitivo ("criar"). Ele pode tornar a proposta de intervenção em uma recomendação, o que não pode ocorrer. Opte pelo "crie".
Valorização do idoso

De acordo com o sociólogo Émile Durk[…]

Bom dia, seu texto está muito bem desenvolv[…]

Bom dia, vou colocar aqui os pontos q vc pode melh[…]

"O cidadão invisivel" trata da de[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM