• Avatar do usuário
#65498
Gregório de matos, poeta luso-brasileiro, ficou conhecido como
“boca do inferno”, por denunciar, de maneira ácida, os problemas
que assolavam o século XVII. Talvez hoje, ao se deparar com os desafios da alfabetização em questão no Brasil o autor produziria críticas a respeito, uma
vez que o entrave precisa ser mitigado no âmbito social. Dessa
forma, é válido salientar que essa realidade é fruto de omissão governamental e de negligência familiar.
Nessa perspectiva, é imperioso destacar que essa problemática é fruto de omissão governamental. Nessa conjuntura, o governo investe de maneira mínima nas escolas; causando a escassez de professores qualificados, e muitas vezes, principalmente em escolas localizadas em lugar menos favorecidos, falta materiais paradidáticos para suprir com a necessidade dos alunos. Além disso, o governo está a investir pouco nos transportes escolares, resultando na evasão escolar, pois os estudantes deixam de frequentar o colégio por falta de veículos.
Paralelo a isso, vale também ressaltar a negligência da família e sua intrínseca relação com os desafios da alfabetização no Brasil. Sob essa perspectiva, os pais não estimulam os filhos a prática da escrita e da leitura, muitas vezes por eles mesmo não terem essa prática de ler, acabam não estimulando seus filhos, e não monitoram o tempo em que eles passam na internet, que por sua vez pode deixá-los com o raciocínio lento e com a mente preguiçosa.
Verifica-se, então, a necessidade de medidas para atenear esse problema. Sendo assim, o governo deve investir mais nas escolas, disponibilizando materiais paradidáticos e veículos escolares, e contratar profissionais mais qualificados, por meio de verbas governamentais, com o objetivo de tornar a escola acessível a todos e diminuir o analfabetismo no Brasil. Outrossim, os pais devem incentivar seus filhos à prática da escrita e da leitura, por meio de atividades dinâmicas, como caça palavras, palavras cruzadas, adivinhas e roda de leitura, e estabelecer horários em que a criança deve estudar e acessar a internet, a fim de fazê-las criar o hábito da leitura e escrita, e consequentemente distância-las do meio midiático.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Doença mental

Deivid16 , Gi69

“A essência dos direitos humanos &eac[…]

vitoriaca , tá bom anjo❤

Iurymed , ei!! Claro! Posso sim. Em breve, ok[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM