Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#59200
A situação de marginalidade do Brasil vem desde a chegada dos portugueses, por conseguinte eles foram invasivos em relação aos índios que já ocupavam o território, além de favorecer o litoral. E permaneceu refletindo atualmente nas desigualdades entre as regiões que se sobressai pela má distribuição de riquezas e recursos que ocorre da esfera federal para as estaduais e vem trazendo diversas consequências que devem passar a ser do interesse e tratadas pelo estado e a elite.
É notório que principalmente o norte e o nordeste, sofrem com a precariedade de acesso às necessidades básicas, o desemprego e a falta de investimentos na economia, prova disso como mostra o IBGE é que a renda per capita do Sudeste, a região mais desenvolvida, é cerca de três vez maior do que a do Nordeste, comprovando a diferença de recursos nesse processo contraditório.
Além disso, a globalização influenciou potencializando mudanças de valores, o diferencial crescimento de exportações, agravando as diferenças regionais e devido a normalização o cenário se agrava, posto que as particularidades de cada região não são respeitadas, e apesar da grande vontade de homogeneização, na prática ela não ocorre, sendo um processo contraditório que a mídia esconde. Visto isso, o geógrafo Milton Santos propõe uma globalização solidária, que tenha relações humanas baseadas na solidariedade e hegemonia.
Com o objetivo de alterar e minimizar o cenário apresentado é necessária a ação de políticas públicas com a finalidade de melhorar a distribuição de renda, junto a empresas privadas, deve aumentar a igualdade qualitativa para todas as regiões do país, direcionando verbas para centros educacionais, hospitais e administração cultural das regiões Norte e Nordeste, a fim de que possam ser favorecidas como as outras partes do Brasil. Para assim se valorizar a multiplicidade que só o Brasil tem.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema, sem clareza, ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.

#60935
@Lorenagia

A situação de marginalidade do Brasil vem desde a chegada dos portugueses, por conseguinte eles foram invasivos em relação aos índios que já ocupavam o território, além de favorecer o litoral. E (não é muito bem visto o uso de E após ponto) permaneceu refletindo atualmente nas desigualdades entre as regiões que se sobressai pela má distribuição de riquezas e recursos que ocorre da esfera federal para as estaduais e vem trazendo diversas consequências que devem passar a ser do interesse e tratadas pelo estado e a elite.
Alguns trechos estão um pouco confusos, deixe também sua tese mais explícita.

É notório que principalmente o norte e o nordeste, sofrem com a precariedade de acesso às necessidades básicas, o desemprego e a falta de investimentos na economia, prova disso como mostra o IBGE é que a renda per capita do Sudeste, a região mais desenvolvida, é cerca de três vez maior do que a do Nordeste, comprovando a diferença de recursos nesse processo contraditório.
Você fez um parágrafo todo em um só período. Divida ele em mais períodos, pois assim haverá uma melhor organização.

Além disso, a globalização influenciou potencializando mudanças de valores, o diferencial crescimento de exportações, agravando as diferenças regionais e devido a normalização o cenário se agrava, posto que as particularidades de cada região não são respeitadas, e apesar da grande vontade de homogeneização, na prática ela não ocorre, sendo um processo contraditório que a mídia esconde. Visto isso, o geógrafo Milton Santos propõe uma globalização solidária, que tenha relações humanas baseadas na solidariedade e hegemonia.
Aqui deveria ser mais explícitas as consequências, começando pelo conectivo "por conseguinte". Além disso, não houve tópico frasal, mas sim uma argumentação já de início... você deve organizar melhor a microestrutura dos parágrafos, principalmente de desenvolvimento. Após isso, inseriu o repertório e fechou... deveria ser o contrário: fazer o tópico, repertório e argumentar.

Com o objetivo de alterar e minimizar o cenário apresentado (Efeito) é necessária a ação de políticas públicas (ação) com a finalidade de melhorar a distribuição de renda (efeito), junto a empresas privadas, deve aumentar a igualdade qualitativa para todas as regiões do país, direcionando verbas para centros educacionais, hospitais e administração cultural das regiões Norte e Nordeste (ação), a fim de que possam ser favorecidas como as outras partes do Brasil. Para assim se valorizar a multiplicidade que só o Brasil tem (efeito).
Sua proposta está incompleta, pois falta o detalhamento, o agente e o meio (este pelo menos mais evidente. Dica: use por meio de). Dica 2: não é necessário mais de duas ações ou mais de duas finalidades... insira um elemento de cada, até ter os 5 - ação, agente, efeito, detalhamento e meio.

NathaliaLima , olá, boa-noite! irei corrig[…]

Anninha , olá, boa-noite! irei corrigir su[…]

A vocação para o mercado de trabalho[…]

MoniqTorres , olá, boa-noite! posso corrig[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM