Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#58345
Na Mitologia Grega, Sísifo foi condenado por Zeus a rolar uma pedra morro acima eternamente. Todos os dias, Sísifo atingia o topo do rochedo, contudo, era vencido pela exaustão, assim a pedra retornava à base. Hodiernamente, esse mito assemelha-se a luta cotidiana das populações que habitam regiões brasileiras menos favorecidas, as quais buscam ultrapassar as barreiras que os separaram do direito à igualdade proposto na Constituição de 1988. Nesse contexto, não há dúvidas de que a desigualdade entre as regiões é um desafio no Brasil, o qual ocorre devido não só a negligência governamental, mas também ocasionado pela Globalização.
Em primeira instância, é evidente que o descaso governamental traz sérios problemas para as regiões Norte e Nordeste, que diferente das demais regiões do Brasil, são a última área de expansão. Nessa perspectiva, Hannah Arendt, filósofa e teórica política contemporânea, defende a importância de existir igualdade política e liberdade, com tolerância e respeito às diferenças, visando a inclusão. Sob essa ótica, constata-se que o poder político visa apenas o desenvolvimento de regiões mais ricas, desse modo, contribuindo com a exclusão de regiões mais pobres.
Além disso, outra barreira que contribui com a desigualdade entre as regiões é a Globalização, que se expande de maneira desigual, beneficiando, em sua maioria, as regiões economicamente mais desenvolvidas, e de forma incompleta a outras regiões, tornando-as dependentes economicamente. Fato esse, que difere da Constituição Federal do Brasil, que no papel promete reduzir as desigualdades sociais e regionais.
Conclui-se, portanto, que intervenções devem ser realizadas para solucionar essa questão. Nesse sentido, o Poder Executivo, por meio de mídias publicitárias na televisão e nas redes sociais, deve apresentar conteúdos educativos sobre o desafio de reduzir as desigualdades entre as regiões, em horários estratégicos ao longo do dia, com o fito de alcançar um maior público para que as pessoas possam ter conhecimento acerca do assunto e saibam discernir seus direitos e deveres. Dessa forma, o problema de desigualdade entre as regiões será intermediado.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

:D Segundo Paul Atson, co- fundador da Greenpeace […]

O isolamento social durante a pandemia de covid-19[…]

camis23 adorei a correção, concert[…]

No livro, "Os sete maridos de Evelyn Hugo&quo[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM