Avatar do usuário
Por Jpcr
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#121411
A princípio, durante a década de 70, plena maioria dos municípios brasileiros concentravam, em sua maioria, a população a mais pobre. Hodiernamente, o desafio de reduzir as desigualdades nas regiões brasileiras mostra-se como um problema a ser resolvido. Assim, a prioridade das cidades mais ricas para distribuição de verba e a falta do investimento em políticas de criação de emprego configuram as maiores problemáticas desse pernicioso cenário.
De início, é notório destacar a prioridade das cidades maior ricas na distribuição de verba. Isso porque as cidades com maior investimento Federal, são as cidades que mais possuem recursos econômicos, como por exemplo a cidade de São Paulo, a qual possui inúmeros habitantes acima da linha da riqueza. Prova disso recai sobre a informação transmita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estática (IBGE), o qual afirma que as cidades que mais recebem verba no Brasil, são aquelas mais ricas, como por exemplo, Brasília e o Rio de Janeiro. Logo, é inadmissível a continuidade deste cenário.
Ademais, cabe ressaltar a falta de investimento em políticas de criação de emprego. Esse contexto se deve pelo fato de que o governo prefere realizar a criação de políticas de renda fixa, como por exemplo o Bolsa Família, o qual torna-se a principal fonte de renda do cidadão, ao invés de se manter econômicamente por conta própria por meio de um emprego. Sendo assim, torna-se urgente reconhecer que esse processo resultou hoje no grande número de beneficiários fixos do Bolsa Família. Sendo assim, torna-se mister a mudança de ações governamentais.
Portanto, com o objetivo de minimizar as desigualdades sociais entre as regiões brasileiras, é dever do Poder Executivo Federal, por meio do Ministério do Planejamento, realizar o investimento em políticas públicas de criação de empregos nas cidades mais pobres do Brasil. Nessa perspectiva, o investimento deve ocorrer por meio da priorização das cidades mais pobres para receber a verba destinada ao projeto. Somente assim, os brasileiros se encontrarão em uma situação diferente da que ocorreu nos anos 70.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
4 Respostas 
695 Exibições
por Caiunao
2 Respostas 
213 Exibições
por EllenAdNaCo
0 Respostas 
184 Exibições
por DudaG
0 Respostas 
109 Exibições
por Camilly08
0 Respostas 
131 Exibições
por MarcyFrey
0 Respostas 
123 Exibições
por Gabrielluc1
0 Respostas 
99 Exibições
por kallmartins
3 Respostas 
263 Exibições
por JPCR167
3 Respostas 
215 Exibições
por Samara102006
0 Respostas 
172 Exibições
por kallmartins

O romance filosófico "Utopia&q[…]

A sociedade brasileira, ao longo dos último[…]

Caiunao Felipe082 Poderiam da uma olhada por […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM