• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#65173
Na Constituição Federal, no artigo 3°, diz respeito sobre "erradicar a pobreza e a marginalização e reduzir a desigualdade social e regional". Porém, de maneira cotidiana, esta lei aparenta não ser posta em prática, visto que, a agremiação ainda demonstra traços etnocêntricos com seus conviventes. Assim, é válido analisar o preconceito e a má distribuição de renda como obstáculos para a redução da desigualdade regional brasileira.
É de extrema importância debater-se sobre a discriminação étnica, caso este, que ainda faz-se presente na realidade atual. De acordo com o site do Instituto Unibanco, "O Brasil foi o último país do ocidente a abolir a escravatura", o que traz em consideração o contexto histórico brasileiro provando que este desafio é derivado de um passado elitista. Por mais que anos tenham se passado, membros do corpo social ainda assemelham-se com os portugueses colonizadores, possuem uma visão de soberania quanto aos seus; a exemplo discorre citar que, conforme o PNUD, o país está em 7º lugar no ranking de mais desigual do mundo. Deste modo, é lícito afirmar a necessidade da resolução desse desafio.
De forma semelhante, a diferente divisão econômica está, também, atrelada ao contexto diário. Segundo a ONU, "o Brasil é o quinto país com a pior distribuição de renda do mundo", o que pode-se tomar por conclusão que hoje os residentes governamentais são responsáveis por essa distinção regional que leva a associação nacional a estabelecer divisões socioeconômicas entre si.
É de grande importância o solucionamento dessa problemática. Portanto, cabe ao Governo elaborar um serviço emergencial mais eficaz com a finalidade de fornecer um trabalho mais focado e direto, para evitar desvios de verba e o favorecimento desnecessário de cidadãos que, economicamente, dispensam esse auxílio, monitorando famílias que apresentem menos o pouco mais de um salário mínimo e reunindo profissionais econômicos para, melhor, execução da tarefa. Então, não só esta mas as demais leis da Constituição poderão ser obedecidas.



Grato ao corretor(a)!!
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 100

Você atingiu aproximadamente 50% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#65185
Olá, como não sei corrigir, irei apenas dá algumas observações.

Introdução=na sua citação vc fala sobre a constituição de uma forma geralizada sem especificar direito , deixando-a um pouco deslocada.

Desenvolvimento1 =assim como em todo o texto sentir falta de mais elementos de coerência e coesão como"Ademais,primeiramente,Entretanto". Sobre o conteúdo, vc seguiu um modelo de desenvolvimento que ajudou a argumentar e defender o seu ponto de vista de modo coeso, o q ficou bom.

Desenvolvimento2=vc meio q escorreu, poderia ser como o primeiro.

Conclusão=não sei ao certo , mas não conseguir encontrar o - modo- da sua intervenção .

╭──────────────╯ ✍ ⌕ 𖨂 Correção d[…]

A cultura de assédio no Brasil

No livro “50 tons de cinza” é a[…]

joenir jheromagnoli cassiahso Higorrair

Peso: 1000 Nota: 1000 Conforme o escritor Franz K[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM