• Avatar do usuário
#63581
Na série americana "Grey's Anatomy", relata casos de inúmeros pacientes que necessitavam da transfusão sanguínea, mas pela escassez de estoque no hospital aquilo não era possível. Fora da ficção, podemos perceber que essa nociva situação é semelhante ao que acontece nos dias atuais. Isso se evidencia não só pela carência de informações, mas também pela falta de empatia dos brasileiros.
Diante desse cenário, é possível destacar a insuficiência de informações como um dos motivadores para a falta de sangue no país. De acordo com Francis Bacon, filósofo inglês do século XVI, o saber é poder, o que revela como o conhecimento da população em relação às doações é essencial para se haver um aumento de voluntários. É inadmissível, portanto, que, em um país de relevância mundial como o Brasil, o governo promova tão poucas campanhas informativas, fazendo a população ter um desconhecimento sobre o assunto.
Ademais, é fato que a ausência de empatia da sociedade é um dos principais causadores para a atual falta de doadores em nosso país. "A solidariedade é fruto da consciência coletiva", o pensamento de Émile Durkheim, sociólogo francês do século XIX, nos traz a reflexão de que a solidariedade só existe quando as pessoas pensam nas outras e possuem empatia por elas. É, pois, inaceitável que a população não perceba a gravidade do problema, e o quanto são necessárias as doações de sangue para o salvamento de imensuráveis vidas humanas.
Sendo assim, a fim de solucionar esse impasse é preciso a mobilização de certos agentes como o governo federal. Nesse sentido, o Ministério da Saúde deve realizar campanhas incentivadoras e informacionais, por meio dos canais de comunicação mais utilizados, para esclarecer todos os mitos e explicar como é realizado todo o processo. Espera-se, com isso, a existência de mais doadores, aumentando o estoque nos bancos de sangue, juntamente com a diminuição de mortes causadas pela falta de sangue no Brasil.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

Desemprego. Falência. Fome. Estas palavras d[…]

A constituição Federal de 1988,docum[…]

No Brasil, cerca de 14 (quatorze) milhões d[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM