Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#49029
O consumo de bebidas alcóolicas, no Brasil, tem-se aumentado entre os mais jovens de maneira surpreendente. Nota-se, cada vez mais, a adesão de jovens das mais variadas classes, ao hábito de consumir bebidas dos mais distintos tipos, seja por influências do meio social, o qual relaciona a maturidade e a autonomia de um individuo com o consumo de cerveja e similares, seja pela fragilidade da estrutura familiar, a qual não forneça uma educação de qualidade. Dessa forma, os adolescentes por meio de influências externas e internas, inserem-se em um universo que, a longo prazo, trará problemas físicos e psicológicos e que, infelizmente, muitas vezes esses problemas são irreversíveis, a exemplo da ansiedade, da depressão e de distúrbios alimentares. Nesse sentido, cabe a análise de aspectos intrinsicamente ligados à influência social e a má influência dentro da família.

Em primeiro plano, vale ressaltar como o meio em que o jovem está inserido, tem a capacidade de influencia-lo. Na obra" rebelião das massas" do filósofo Ortega Y Gasset, é analisado o fenômeno sociocultural de pessoas que são cooptadas por discursos ou por hábitos de um determinado grupo em troca de aceitação social. Nesse sentido, o jovem por ter intrínseco dentro de si, uma aversão a qualquer tipo de rejeição, se rende a pressões externas, para fazer parte de um coletivo independente dos malefícios de seus hábitos. Por conseguinte, o jovem é imerso no universo alcóolico precocemente e caso haja fatores genéticos preponderantes que criem uma relação de dependência com a bebida, certamente essa imersão será muito mais profunda com o passar dos anos.

Cabe mencionar, em segundo plano, a má influencia de uma educação negligenciada por parte da família. Em diversos ambientes familiares, desde muito cedo, jovens convivem com o consumo do álcool no seio familiar por parte dos pais, tios e avós. Nesse sentido, um grupo de cientistas australianos e holandeses  se debruçou sobre 131 estudos estudos relacionados ao assunto para descobrir o papel que pais e mães desempenham nessas estatísticas. Pois dois pontos se sobressaíram: a quantidade de álcool disponível em casa e a relação que os adultos têm com a cerveja, uísque e afins influenciam bastante na iniciação dos jovens. De acordo com os responsáveis pela análise, se os pais costumam compartilhar experiências engraçadas ou agradáveis regadas a drinques, os filhos criam expectativas positivas sobre o hábito. E, isso favorece, portanto, a experimentação precoce.

Nesse contexto, portanto, infere-se que as influências internas e externas tem íntima relação com o aspecto educacional. Desse modo, é imperiosa uma ação do MEC, que deve, por meio da oferta de debates e seminários nas escolas, com a participação das famílias, orientar os jovens desde cedo sobre os malefícios que o consumo diário do álcool podem gerar. Somente assim, observar-se-ia a mitigação desse problema.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 110

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#49076
O consumo de bebidas alcoólicas, no Brasil, tem-se aumentado entre os mais jovens de maneira surpreendente. [faltou conectivo] Nota-se, cada vez mais, a adesão de jovens das mais variadas classes, ao hábito de consumir bebidas dos mais distintos tipos, seja por influências do meio social, o qual relaciona a maturidade e a autonomia de um individuo com o consumo de cerveja e similares, seja pela fragilidade da estrutura familiar, a qual não forneça uma educação de qualidade. Dessa forma, os adolescentes por meio de influências externas e internas, inserem-se em um universo que, em longo prazo, trará problemas físicos e psicológicos e que, infelizmente, muitas vezes esses problemas são irreversíveis, a exemplo da ansiedade, da depressão e de distúrbios alimentares. Nesse sentido, cabe a análise de aspectos intrinsecamente ligados à influência social e a má influência dentro da família.
* Achei a sua introdução muito grande, precisa resumir e organizar as suas ideias na estrutura da introdução. Aqui você só contextualiza o tema e apresenta o que você vai desenvolver

Em primeiro plano, vale ressaltar como o meio em que o jovem está inserido, tem a capacidade de influencia-lo. [faltou conectivo] Na obra" rebelião das massas" do filósofo Ortega Y Gasset, é analisado o fenômeno sociocultural de pessoas que são cooptadas por discursos ou por hábitos de um determinado grupo em troca de aceitação social. Nesse sentido, o jovem por ter intrínseco dentro de si, uma aversão a qualquer tipo de rejeição, se rende a pressões externas, para fazer parte de um coletivo independente dos malefícios de seus hábitos. Por conseguinte, o jovem é imerso no universo alcoólico precocemente e caso haja fatores genéticos preponderantes que criem uma relação de dependência com a bebida, certamente essa imersão será muito mais profunda com o passar dos anos. [faltou arrematar a tese]

[inverter a posição dos elementos > Cabe mencionar, em segundo plano, a má influencia de uma educação negligenciada por parte da família. [faltou conectivo] Em diversos ambientes familiares, desde muito cedo, jovens convivem com o consumo do álcool no seio familiar por parte dos pais, tios e avós. Nesse sentido, um grupo de cientistas australianos e holandeses se debruçou sobre 131 estudos estudos relacionados ao assunto para descobrir o papel que pais e mães desempenham nessas estatísticas. [melhorar conectivo] Pois dois pontos se sobressaíram: a quantidade de álcool disponível em casa e a relação que os adultos têm com a cerveja, uísque e afins influenciam bastante na iniciação dos jovens. De acordo com os responsáveis pela análise, se os pais costumam compartilhar experiências engraçadas ou agradáveis regadas a drinques, os filhos criam expectativas positivas sobre o hábito. E, isso favorece, portanto, a experimentação precoce.
* Ficou um parágrafo de muito repertório, fica difícil entender se você está argumentando e defendendo seu ponto de vista, ou está explicando o repertório

[colocar o conectivo primeiro] Nesse contexto, portanto, infere-se que as influências internas e externas tem íntima relação com o aspecto educacional. Desse modo, é imperiosa uma ação [de que tipo? você deve apresentar o que seria essa ação] do MEC, que deve, por meio da oferta de debates e seminários nas escolas, com a participação das famílias, orientar os jovens desde cedo sobre os malefícios que o consumo diário do álcool podem gerar. Somente assim, observar-se-ia a mitigação desse problema.
* Não identifiquei o detalhamento e a finalidade

Espero ter ajudado! ;)
#49900
Vou soltar apenas umas dicas pra ti, ok?
Acho que já corrigiram sua redação.
Então, procure estudar melhor a competência 1, principalmente o uso da vírgula, pois vi que você separou predicado do sujeito e tals, enfim, estude gramática.
Também senti um pouco de desorganização, que pode ser consertada. Tente ler redações nota 1000, assim você terá uma ideia de como funciona a organização delas.
Percebi alguns conectivos não muito bem utilizados. Estude melhor a função dos conectivos, isso é extremamente importante para a competência 4.
Na sua conclusão, procure fazer um detalhamento. Olha, eu não sei se realmente funciona, mas pra detalhar eu costumo usar "ou seja", "isto é" ou travessões, acho que funciona bastante. Detalhe a ação, ou até mesmo o agente, que é mais fácil kk. No mais, parabéns e continue estudando! Obrigada pela confiança <3

De acordo com o conceito de saúde, ela n&at[…]

No filme, (As vantagens de ser invisível) r[…]

É notório que, o estigma associado &[…]

A cidade de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, fi[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM