Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
Por Jonathanb
#49660
No século XIV, a peste negra - doença causada pela pulga do rato - assolou toda Europa, ceifando a vida de milhões de pessoas. Todavia, naquela época não se tinha a tecnologia para o combate às epidemias, como se tem no Brasil contemporâneo, que ainda assim, sofre com doenças endêmicas erradicadas, que voltaram a ser um problema para a população. Diante disso, tanto os movimentos antivacina, quanto a vulnerabilidade social contribuem para o avanço das epidemias.
De início, entende-se que, o movimento antivacina é um dos principais fatores para o surgimento das epidemias. Isso ocorre, devido a propagação de "fake news" nas redes sociais, que gera um receio nas pessoas. A partir disso, o número de pessoas imunizadas a cada campanha vem decrescendo. Dessa forma, é necessário que esse movimento seja combatido o quanto antes.
Ademais, a população sem acesso a saneamento básico é a mais vulnerável a propagação de doenças. Segundo Friedrich Hegel - exímio filósofo alemão -, é dever do Estado cuidar dos seus filhos. No entanto, a tese do autor não condiz com a realidade no Brasil, tendo em vista a exposição das pessoas a doenças, causada pela ausência de ação governamental em locais insalubres e sem tratamento de água.
Em suma, cabe ao Ministério da Saúde, investir em campanhas publicitárias na web, a fim de fortalecer a importância da imunização e combater os movimentos antivacina. Além disso, é necessário que o Sistema Único de Saúde(SUS) crie uma dinâmica de vacinação residencial em comunidades vulneráveis quanto ao saneamento básico, para evitar possíveis infecções. Assim, reiterando o foco na imunização, o combate as epidemias no Brasil será efetivo.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

A constituição federal de 1988, docu[…]

Desde a terceira revolução industria[…]

A saúde mental é um fator de risco n[…]

No cenário atual encontra-se muitas pessoas[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM