Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#49666
No filme franco-brasileiro "Central do Brasil", é retratado a vida de uma professora aposentada que trabalha como escritora de cartas para pessoas analfabetas na Estação Central do Brasil. Fora da ficção, fica claro que a realidade apresentada no filme pode ser relacionada com o analfabetismo no Brasil. Isso se evidencia não só pelo descumprimento da responsabilidade constitucional, como também pela desigualdade socioeconômica do país.

Em primeira análise, faz-se necessário destacar a ineficiência do Estado como fator fundamental para o agravamento do alto índice de analfabetismo no Brasil. Segundo a constituição de 1988, a educação de qualidade é direito de todo o cidadão e deve ser assegurada pelo Estado. Contudo, nota-se o descumprimento da Carta Magna, visto que o número de pessoas não letradas, no Brasil, é superior a 10 milhões de pessoas. É, pois, inaceitável que medidas efetivas para amenizar essa problemática não sejam tomadas.

Ademais, a desigualdade socioeconômica é um fator primordial para que haja evasão escolar, e por consequência disso o analfabetismo. De acordo com o índice de Gini -indicador que mede as desigualdades de um país- o Brasil é um país muito desigual, visto que a renda é concentrada em uma porção pequena da sociedade. Paralelamente, o número de crianças e adolescentes que abandonam os estudos para ajudar com o sustento da casa é crescente. Nesse viés, enquanto parcela do país for privilegiada, o direito constitucional será uma realidade distante para parte da população.

Portanto, é mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. O ministério da Educação órgão responsável pelo sistema educacional do país- deve criar projetos de alfabetização não só para crianças e adolescentes, mas também para adultos que por algum motivo abandonaram os estudos. Com isso, espera-se amenizar o triste cenário atual, além de garantir o direito constitucional.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#49804
No filme franco-brasileiro "Central do Brasil", é retratada a vida de uma professora aposentada que trabalha como escritora de cartas para pessoas analfabetas na Estação Central do Brasil. Fora da ficção, fica claro que a realidade apresentada no filme pode ser relacionada com o analfabetismo no Brasil. [faltou conectivo] Isso se evidencia não só pelo descumprimento da responsabilidade constitucional, como também pela desigualdade socioeconômica do país.

Em primeira análise, faz-se necessário destacar a ineficiência do Estado como fator fundamental para o agravamento do alto índice de analfabetismo no Brasil. Segundo a Constituição Federal de 1988, a educação de qualidade é direito de todo o cidadão e deve ser assegurada pelo Estado < evite repetir as palavras, use sinônimos]. Contudo, nota-se o descumprimento da Carta Magna, visto que o número de pessoas não letradas, no Brasil, é superior a 10 milhões de pessoas. É, pois, inaceitável que medidas efetivas para amenizar essa problemática não sejam tomadas. [invista mais na argumentação, está pequena]

Ademais, a desigualdade socioeconômica é um fator primordial para que haja evasão escolar, e por consequência disso o analfabetismo. De acordo com o índice de Gini - indicador que mede as desigualdades de um país - o Brasil é um país muito desigual, visto que a renda é concentrada em uma porção pequena da sociedade. Paralelamente, o número de crianças e adolescentes que abandonam os estudos para ajudar com o sustento da casa é crescente. Nesse viés, enquanto parcela do país for privilegiada, o direito constitucional será uma realidade distante para parte da população. [a estrutura está certa, mas precisa melhorar a argumentação, está menor que o repertório]

Portanto, é mister que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. [faltou conectivo] O Ministério da Educação, órgão responsável pelo sistema educacional do país, deve criar projetos de alfabetização não só para crianças e adolescentes, mas também para adultos que por algum motivo abandonaram os estudos. Com isso, espera-se amenizar o triste cenário atual, além de garantir o direito constitucional.
* Faltou o meio da ação, por meio de quê vai fazer esses projetos

De acordo com a Constituição Federal[…]

Incluir algo, em determinado lugar, é devid[…]

A situação educacional brasileira e[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM