• Avatar do usuário
#64661
Na série canadense “Anne with an E” situada em 1908 é retratada a escola local da cidade de Anne, que tem como expoente um professor severo que utiliza métodos rígidos e tradicionais de ensino, os quais desmotivam os alunos e inibe a relação aluno e professor. Fora da ficção, fica claro que a realidade apresentada na série pode ser relacionada ao aumento alarmante da evasão escolar atual no Brasil, em virtude da desmotivação dos alunos e da baixa qualidade de ensino.

Diante desse cenário, é válido salientar que o desinteresse dos alunos configura-se como grande motivador do problema. Segundo Paulo Freire educador brasileiro, a educação só se estabelece a partir do dialogismo, uma relação de troca horizontal entre professores e alunos na construção do conhecimento. Assim, observa-se que os métodos conteudistas de ensino dificultam a participação ativa e o desenvolvimento do senso crítico dos alunos e os desincentivam, como retratado em “Anne with an E”. Por isso, é imprescindível reverter este molde.

Além disso, a falta de investimento no âmbito da educação contribui para a perduração da evasão escolar. Conforme a Constituição Federal, a educação é direito de todos e dever do Estado, no entanto, tal direito não pode ser verificado na prática, uma vez que a PNAD divulgou que cerca de 16% da população de jovens entre 15 e 17 anos está fora da escola. Logo, é inaceitável que um país que declara a educação como meta prioritária não seja capaz de garantir o acesso ao ensino a todos.

Portanto, para que os ideais da perspectiva freiriana não sejam apenas uma aspiração teórica, mas uma medida prática, compete ao Governo Federal junto ao MEC, capacitar os professores por meio de cursos presenciais e à distância, os quais deverão englobar diretores e demais membros da comunidade escolar e desenvolver estratégias de ensino alternativo. Assim, será possível diminuir os índices de evasão escolar e fortalecer as relações de aprendizagem, para que se concretize o pleno desenvolvimento dos jovens como previsto na Constituição Federal.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Doença mental

Deivid16 , Gi69

“A essência dos direitos humanos &eac[…]

vitoriaca , tá bom anjo❤

Iurymed , ei!! Claro! Posso sim. Em breve, ok[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM