Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Luanakub
#50118
É notório destacar a presença do bullying em praticamente todas as escolas do país. Este tipo de violência se caracteriza por agressões físicas ou verbais e pode causar danos à saúde física e moral das vítimas. Assim sendo, é importante destacar que no artigo sexto da constituição brasileira está assegurado o direito de todos a educação. Porém, a falha gerada pelo relacionamento agressivo dos adultos com as crianças e a intolerância com o diferente destituem os alunos deste direito.
Primeiramente, é importante destacar a relação hierárquica e autoritária que algumas crianças presenciam em suas casas. Esse tipo de comportamento, que pode ser hostil, agressivo e humilhante por parte dos pais, refletem nas maneiras de agir da criança em seu meio social, a escola. Desse modo, a criança que agredida em casa, verbalmente ou fisicamente, tende se tornar um agressor com seus amigos. Assim, torna-se pertinente citar Paulo Freire educador brasileiro, que defende que "quando a educação não é libertadora o sonho do oprimido e se tornar opressor". Dessa forma entende-se que, a criança que praticou bullying, é provavelmente vítima da mesma violência que pratica aos seus colegas.
Ademais, também é pertinente salientar o quão desvantajoso é o bullying para a sociedade. Este tipo de violência, é praticado principalmente, contra pessoas que possuem alguma característica diferente do que é considerado padrão, seja o peso do individuo, altura ou modo de se vestir e pode ser considerado como uma intolerância ao que é diferente. Essas práticas podem promover danos irreparáveis a saúde da vítima, como depressão e ansiedade ou contribuir para a evasão escolar das vítimas que se sentem ameaçadas a frequentar a escola. Assim sendo, é relevante considerar a frase do filósofo francês Sartre, que diz que qualquer tipo de violência praticada é considerada uma derrota. Desse modo e, percebe-se que o bullying é uma agressão que promove a exclusão inibe diversidade sendo assim danosa à comunidade.
Portanto, são necessárias ações para combater o bullying nas escolas. Desse modo, é dever do Ministério da Educação promover ações formativas ministradas por psicólogos nas escolas dos bairros, por meio de reuniões com pais e professores, elucidando para este público, como suas ações refletem no comportamento dos seus filhos e alunos e quais maneiras corretas de corrigir os agressores mirins. Espera-se assim diminuir a incidência desta violência nas casas e escolas brasileiras.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Com a 3° maior população carcer&[…]

A constituição de 1988 documento jur[…]

A constituição federal de 1988, docu[…]

A constituição federal de 1988 docum[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM