• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#63030
A produção cinematográfica "Rio", retrata a história de "Blue", uma arara azul ameaçada de extinção contrabandeada por traficantes de animais silvestres, que acaba sendo domesticada. Não distante da ficção, a sociedade brasileira enfrenta uma realidade paralela ao filme, visto que a atividade antrópica cada vez mais colabora para o crescimento do número de espécies em risco de desaparecimento no Brasil. Nessa perspectiva, cabe analisar os principais fatores para esse preocupante cenário e as possíveis medidas.
Sob esse aspecto, convém destacar que o individualismo da sociedade, preocupada apenas em obter lucro, é um agravante para a problemática. Segundo o IBGE, o Brasil possui somente 12% da área original da Mata Atlântica, o bioma mais desmatado do país. Desse modo, pode-se observar que esse ecossistema é o que contém a maior parte dos animais ameaçados de extinção, por ser o mais degradado e invadido pela atividade comercial humana desde os tempos coloniais. É, pois, inadmissível que tal comportamento individualista se perpetue, visto que afeta a manutenção da biodiversidade e, posteriormente, pode atingir a própria saúde e bem-estar humano.
Além disso, vale ressaltar que a negligência estatal representa outra principal causa do problema. De acordo com a Constituição Federal Brasileira de 1988, todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado e preservado. Dessa forma, constata-se que o perceptível aumento no número de espécies em ameaça de extinção, seja pelos desmatamentos e queimadas, seja por outras atividades nocivas, revela que o poder público não tem cumprido seu dever essencial de garantir a proteção do meio ecológico. Logo, é inaceitável que as autoridades brasileiras permaneçam omissas diante de tal problemática.
Portanto, é preciso que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para isso, o governo federal aliado ao Ministério do Meio Ambiente deve, por meio de verbas governamentais, criar medidas de agravamento das punições direcionadas aos crimes ambientais, de modo que diminue a participação do homem nas práticas prejudiciais à natureza. Ademais, o Ministério da Educação pode investir em projetos educacionais em escolas, com participação de professores e biólogos, para o desenvolvimento de um pensamento mais sustentável e protetor diante da preservação das espécies. Somente assim, o Brasil poderá atingir o que se propõe na Magna Carta brasileira.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

#63460
Tema: O aumento do número de espécies ameaçadas em extinção no Brasil

Legenda:
erro
possível erro
confuso
pode melhorar
desnecessário
(?) faltou algum elemento coesivo
repetição
adequação ao tema
correção
(x) observações
"stonkis"

INTRODUÇÃO:

A produção cinematográfica "Rio", retrata a história de "Blue", uma arara azul ameaçada de extinção contrabandeada por traficantes de animais silvestres, que acaba sendo (evite gerúndio) domesticada. (faltou conectivo) Não distante da ficção, a sociedade brasileira enfrenta uma realidade paralela ao filme, visto que a atividade antrópica cada vez mais colabora para o crescimento do número de espécies em risco de desaparecimento no Brasil. Nessa perspectiva, cabe analisar os principais fatores para esse preocupante cenário e as possíveis medidas.

...
:idea: Comentários gerais: Amei o repertório! :D Não sei se foi intencional, mas sua tese só ficou evidente por conta da problematização. Você sugere que a atividade antrópica é a causa do problema. Introdução completa!
#63748
DESENVOLVIMENTO 1:

Sob esse aspecto, convém destacar que o individualismo da sociedade, preocupada apenas em obter lucro, é um agravante para a problemática. Segundo o IBGE, o Brasil possui somente 12% da área original da Mata Atlântica, o bioma mais desmatado do país. Desse modo, pode-se observar que esse ecossistema é o que contém a maior parte dos animais ameaçados de extinção, por ser o mais degradado e invadido pela atividade comercial humana desde os tempos coloniais. (faltou conectivo) É, pois, inadmissível que tal comportamento individualista se perpetue, visto que afeta a manutenção da biodiversidade e, posteriormente, pode atingir a própria saúde e bem-estar humano.

COMENTÁRIO: Não tenho do que reclamar, apenas mais uma observação: na sua introdução você citou "atividades antrópicas", seria legal usar esse termo novamente no desenvolvimento. Arrasou!
#63752
DESENVOLVIMENTO 2:

Além disso, vale ressaltar que a negligência estatal representa outra principal causa do problema. De acordo com a Constituição Federal Brasileira de 1988, todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado e preservado. Dessa forma, constata-se que o perceptível aumento no do número de espécies em ameaça de extinção, seja pelos desmatamentos e queimadas, seja por outras atividades nocivas, revela que o poder público não tem cumprido seu dever essencial de garantir a proteção do meio ecológico. Logo, é inaceitável que as autoridades brasileiras permaneçam omissas diante de tal problemática.

COMENTÁRIO: Ótimo parágrafo também! Apenas lembre-se de deixar sua tese completa na introdução!
#63754
PROPOSTA DE INTERVENÇÃO:

Portanto, é preciso que o Estado tome providências para amenizar o quadro atual. Para isso, o governo federal aliado ao Ministério do Meio Ambiente (agente) deve, por meio de verbas governamentais (meio), criar medidas de agravamento das punições direcionadas aos crimes ambientais (ação), de modo que diminue diminua a participação do homem nas práticas prejudiciais à natureza (detalhamento). Ademais, o Ministério da Educação (agente) pode investir em projetos educacionais em escolas (ação), com participação de professores e biólogos (detalhamento), para o desenvolvimento de um pensamento mais sustentável e protetor diante da preservação das espécies (finalidade). Somente assim, o Brasil poderá atingir o que se propõe na Magna Carta brasileira (finalidade + retomada).

COMENTÁRIO: Levando em conta o período, as duas propostas estão incompletas, mas ao analisar o fechamento do seu texto dá pra considerar como completa a primeira proposta. Cuidado ao solucionar o problema com duas propostas, não são necessárias duas, opte por apenas uma bem detalhada e completa (sugestão).
Outra sugestão: no tópico frasal, pode retomar o tema ou o problema, deixa o texto mais cíclico e direciona o leitor, assim não é repetição. :D

hel0oooo , Siiiiim você lembrou kkkkkkkkkkk[…]

Ei , Dante ! legenda: (substituiç&[…]

cassiahso , nossa...MUITO OBRIGADAAA❤❤❤❤❤

tuliofn ooii poderia corrigir pra mim por favor[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM