Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#57737
A constituição federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6 , o direito a segurança como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa o aumento de homicídio entre os jovens brasileiros dificultando , deste modo a universalização desses direitos sociais tao importantes .
Em uma primeira análise, deve -se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater o aumento de homicídios . Nesse sentido, a falta de policiamento tem como aumento da criminalidade no país, em cidades com grande numero de pessoas , assaltos , venda de drogas , sequestros e mortes acontecem a todo tempo . Segundo as idéias do filósofo contratualista John Locke, configura-se uma violação do "contrato social " , já que o estado não cumpre sua função de garantir esses direitos indispensáveis, como a segurança, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais e fundamental apontar a falta de empregabilidade e o abandono da escola desde muito cedo pelos jovens. Diante de tal exposto e fundamental ressaltar a desigualdade económica , onde os jovens são obrigados a abandonar a escola em busca de trabalho, onde acabam se levando para a criminalidade. Logo , e inadmissível que esse cenário continue a pendurar.
Depreende-se portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso e necessário que o Estado por intermédio de criações de instituições com o intuito de auxiliarem os jovens a recursos como a moradia,saúde, alimentação e educação com a finalidade de diminuir a criminalidade e por fim nos homicídios. Assim ,se consolidara uma sociedade mais segura e igualitária ,onde o Estado desempenha corretamente seu "contrato social " como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#57771
@Andreia09p9,

A constituição federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6, o direito a segurança como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa o aumento de homicídio entre os jovens brasileiros, dificultando, deste modo,<talvez aqui tenha uma vírgula, desculpe não ter certeza< a universalização desses direitos sociais tão importantes.
Em uma primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater o aumento de homicídios. Nesse sentido, a falta de policiamento tem como<leva;acarreta no aumento da criminalidade no país, principalmente em cidades com grande numero de pessoas, a exemplo: assaltos, venda de drogas, sequestros e mortes que acontecem a todo tempo. Segundo as ideias do filósofo contratualista John Locke, configura-se uma violação do "contrato social ", já que o estado não cumpre sua função de garantir esses direitos indispensáveis, como a segurança, o que infelizmente é evidente no país.
Ademais, é fundamental apontar a falta de empregabilidade e o abandono da escola desde muito cedo pelos jovens. Diante de tal exposto, é fundamental ressaltar a desigualdade econômica, onde os jovens são obrigados a abandonar a escola em busca de trabalho e acabam se levando para a criminalidade. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a pendurar.
Depreende-se, portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para isso, é necessário que o Estado, crie instituições com o intuito de auxiliarem os jovens a recursos como a moradia, saúde, alimentação e educação, de modo a diminuir a criminalidade e por um fim nos homicídios. Assim, se consolidará uma sociedade mais segura e igualitária, onde o Estado desempenha corretamente seu "contrato social " como afirma John Locke.


Espero ter ajudado! Embora não tenho certeza dos apontamentos. ❤️
*Lembre-se das vírgulas quando usar conectivos e também da coerência, ver se tem nexo entre as frases.




@ jherodrigues, se poder dá uma olhada nessa redação, não sou bom corretor kk mais estou no caminho...
#57966
Estrutura do desenvolvimento: apresentação do argumento + repertório + argumentação + arrematação.
O 2º parágrafo está mais estruturado e no 3º faltou comprovação do argumento, apresentar um repertório pertinente. Tem que evitar ficar no senso comum.
Na conclusão a intervenção está incompleta: agente + ação + meio + finalidade + detalhamento de um desses elementos

camis23 adorei a correção, concert[…]

No livro, "Os sete maridos de Evelyn Hugo&quo[…]

Wanessa4 , olá, boa-noite! sei que voc&eci[…]

Luffynho , por nada, fico feliz em ajudar. Precis[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM