Avatar do usuário
Por weibelowiin
#67025
A constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 6 º, o direito a saúde como próprio a todo cidadão brasileiro. Todavia, tal prerrogativa não tem repercutido com ênfase na prática quando se observa o aumento de casos de ansiedade no Brasil. Diante desse panorama, faz-se necessária a análise dos fatores que favorecem esse quadro.

Primordialmente, deve-se realçar a ausência de medidas governamentais para combater o aumento dos casos de ansiedade. Dessa forma, uma grande parte da população brasileira vêm desenvolvendo além da ansiedade, a depressão. Essa conjuntura, conforme as concepções do filósofo contratualista, John Locke, caracteriza-se como uma violação do "Contrato Social", já que o Estado não cumpre o seu encargo de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos essenciais, como a saúde, o que lamentavelmente é evidente no Brasil.

Outrossim, é imprescindível apontar a pandemia do coronavírus como impulsionadora do aumento dos casos no Brasil. Segundo uma pesquisa realizada pela UFRGS nos meses de maio a julho de 2020, apenas 20% da população brasileira não tinha desenvolvido ansiedade e depressão. Diante disso, o isolamento social e o desemprego são um dos principais fatores para o aumento dos casos no Brasil, sendo o Brasil considerado como o país mais ansioso do mundo pela OMS. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a persistir.

Infere-se , portanto, a necessidade de se combater esses obstáculos. Para tal fim, é indeclinável que o governo e o Ministério da Saúde, por intermédio do meio midiático, realizem campanhas e programas sociais - que deverão atingir o público de baixa renda e de diferentes idades - com o intuito de evitar o índice de desempregos e casos de ansiedade no país. Assim, se estabilizará uma sociedade mais serena, onde o Estado desempenha corretamente seu "Contrato Social", bem como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

De acordo com a Primeira Lei de Newton, um corpo e[…]

Doação do coração

A série médica americana "Grey'[…]

Carinho sanguíneo

A série médica americana "Grey'[…]

Índio no Brasil

Hoje,na sociedade brasileira, as políticas […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM