Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#39534
Segundo a filósofa Hanna Arendt "A essência dos direitos humanos é o direito a ter direitos”. Infelizmente, isso não se adequa ao atual cenário pandêmico em que a mulher brasileira está inserida, visto que, houve uma crescente menção sobre violência doméstica durante o isolamento social. De fato, a prática dessa violência já era crescente no Brasil, no entanto, devido ao isolamento social e por ter que passar a maior parte do tempo com o seu agressor, o número de mulheres agredidas vem subindo espantosamente. Sendo assim, causando essa situação problemática em que muitas mulheres se encontram.

Em primeira análise, convém ressaltar, que um dos fatores contribuintes para a persistência desse problema, é a ausência de denúncias por partes das mulheres agredidas. Por estarem “trancadas'' na mesma casa com o cônjuge, torna-se praticamente inviável o acesso aos meios de comunicação, a fim de realizar contato com alguma autoridade para prestar as devidas denúncias. Tendo em vista esse empecilho, faz-se necessária o amparo da comunidade em que vive ao redor, cabendo a eles a responsabilidade de efetuar a acusação contra o acometedor.

Em segunda análise, é oportuno comentar que a insuficiência de medidas do governo, colaboram para a intensificação da violência doméstica no contexto do isolamento social. Uma vez que, se torna difícil ir a locais de prestações de denúncias, é fundamental que o governo adote medidas exclusivas para resolver essa dificuldade. Pois, diversos lugares em que era comum realizar queixas e receber apoio, hoje se tornou infactível por conta da pandemia do vírus Covid-19. Considerando esse aspecto, o governo deve implantar novos meios de atendimento a padecente.

Portanto, fica evidente a urgente necessidade de diminuir os casos de violência doméstica oriunda do isolamento social. Para tal fim, faz-se imprescindível que o Ministério da Mulher, da família e dos Direitos Humanos (MMFDH), promova campanhas publicitárias incentivando a denúncia contra tal violência. Essa ação deve ocorrer por meio das grandes mídias digitais, visto que são os principais meios de comunicação usados durante a quarentena, desse modo alcançando o maior número de pessoas possíveis. Espera-se com essas medidas, diminuir os episódios de violência doméstica ocasionada pelo isolamento social.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Em 1978 foi criado o primeiro curso EAD, na cidade[…]

Dúvida!

Ashiley , os órgãos da sua cidade n[…]

CORREÇÃO (X) Em razão do c[…]

O artigo 5°, da Constituição Fed[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM