• Avatar do usuário
#76274
"A compaixão pelos animais é uma das virtudes do ser humano", frase dita
pelo geólogo e biólogo Charles Darwin. Infelizmente, poucas pessoas sentem amor
pelos nossos animais, pois hoje em dia o índice de abandono e maus-tratos crescem
cada vez mais. Com a pandemia de COVID- 19, os casos aumentaram
drasticamente. Isso acontece porque antes da pandemia muitas pessoas iam
trabalhar e ficavam o dia todo fora deixando seus animais sozinhos. E depois com a
quarentena, muitos indivíduos não tiveram paciência em cuidar do seu animal e
acabaram abandonando ou maltratando seus animais.
Inicialmente, o Brasil passa por diversos problemas importantes, e combater o
abandono e os maus-tratos é uma das questões que envolvem até órgãos públicos.
Um dos órgãos públicos que buscam combater o abandono no Brasil é o IBAMA
(Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis), que utiliza
por meio de denúncias que recebem por telefonema, combater o abandono. Cada
vez mais esses desafios envolvem o governo, pois eles são responsáveis em criar
leis para proibir determinadas situações no Brasil, e isso faz com que grandes ONGs
busquem o governo para receber mais auxílio de leis.
Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), no Brasil temos cerca de
30 milhões de animais abandonados e que sofrem com os maus-tratos. Este número
pode crescer ainda mais caso as providências não sejam tomadas rapidamente. Ao
longo da pandemia, muitos projetos começaram a surgir, palestras online
começaram a acontecer para conscientizar as pessoas do que estava ocorrendo ao
longo da pandemia, visto que o assunto não estava sendo tão abordado. Por conta
disso, o número de denúncias começou a crescer 81,5%, segundo a DEPA
(Delegacia eletrônica de proteção animal).
Com isso, o Ministério do meio ambiente junto com as prefeituras de todos os
Estados do Brasil, devem estabelecer leis mais duras, para que assim diminua os
índices de abandono e maus-tratos no Brasil, ajudando assim nossos animais a
terem um lar e acabarem as agressões. E principalmente, punindo os agressores que fazem isso com nossos animais, fazendo com que as pessoas cumpram a lei e
cuidem com carinho de seus animais.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Percebe-se que no Brasil, de alguns anos pra c&aac[…]

A humanidade no decorrer da história tem lu[…]

Athesui maiconpgtu anaclaradll jheromagn[…]

O artigo 6º da constituição fed[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM