Avatar do usuário
Por viviandaltoe
Quantidade de postagens
#126162
A Constituição Federal de 1988, norma de maior poder no território nacional, concede, em seu artigo quinto, o direito de que homens e mulheres são iguais perante a lei. Contudo, tal regra não se aplica na realidade brasileira, tendo em vista que o trabalho de cuidado desempenhado pela mulher é tido como invisível pela sociedade.
Uma das causas deste problema é o machismo, visto que desde a Antiguidade a mulher é designada a gerenciar seu lar e a prestar assistência à sua família, não sendo julgada capaz de assumir maiores responsabilidades. Tal fato é representado na obra "Gabriela, Cravo e Canela", do escritor Jorge Amado, no qual os homens são aptos a desempenhar papéis em áreas de maior visibilidade, como no ramo da política e dos negócios e, em paralelo, as mulheres devem gerir a casa e copular com seus maridos sempre que estes assim desejarem. Isso gera o preconceito de que o sexo feminino é menos capaz que o masculino, sendo o trabalho doméstico inferior aos outros, causando o aumento da invisibilidade das chamadas "donas de casa".
Ademais, o constante avanço tecnológico vivenciado pela Revolução Industrial somado a Globalização colabora para o crescimento da invisibilidade do trabalho de cuidado realizado pela mulher no Brasil, uma vez que tem por resultado drásticas mudanças no modo de pensar da sociedade, como a crença de que esta forma de trabalho não é, de fato, uma profissão. Isso resulta na descrença em tal atividade ser exaustiva e da mesma ser merecedora de gratidão, ocasionando o esquecimento destas trabalhadoras que exercem a sua função em período integral, excluindo-as de fazerem parte da nação brasileira e as deixando sozinhas e sem o auxílio da sociedade.
Portanto, é embasado afirmar que, no Brasil, as mulheres que prestam trabalho de cuidado necessitam urgente de auxílios governamentais, dispostos pelo Governo Federal, por meio de quantias em dinheiro, a fim de permitir que estas tenham uma renda, resultando em serem vistas e atendidas.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra bom domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com poucos desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com boa estrutura sintática, com poucos desvios de pontuação, de grafia e de emprego do registro exigido.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Avatar do usuário
Por Fortes
Tempo de Registro Quantidade de postagens Amigos Colecionador Doações
#126212
Olá, @viviandaltoe!

Segue avaliação:

C1: 160/200
C2: 200/200
C3: 160/200
C4: 200/200
C5: 160/200

Total: 880/1000

Expectativas para o Enem: 860-920.

Boa sorte e bom descanso! :)

Me acompanhe no Instagram (@fortesnaredacao)! :)
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
1 Respostas 
71 Exibições
por Higorvaz
0 Respostas 
124 Exibições
por Kamartins
1 Respostas 
61 Exibições
por Agata1309
0 Respostas 
25 Exibições
por jvbitencourt
0 Respostas 
42 Exibições
por Mrzaax
6 Respostas 
299 Exibições
por VitinS2
combate do assédio sexual as mulheres
por AthenaJBM    - In: Outros temas
3 Respostas 
1360 Exibições
por AthenaJBM
Violência contra mulheres
por Sabina    - In: Outros temas
8 Respostas 
261 Exibições
por Sabina
4 Respostas 
268 Exibições
por danielllima
0 Respostas 
83 Exibições
por Beatriz20y

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM