• Avatar do usuário
#80838
O livro “gravidez na adolescência: entre fatos e estereótipos” escrito pela autora e assistente social Aline De Carvalho Martins, retrata processos históricos,familiar,direitos humanos e reprodutores da gravidez precoce no Brasil, visando o assunto de uma forma complexa e multicausal gerando discussões em diversos aspectos. Assim como no livro a realidade não é nada divergente, a gravidez precoce é um fator que ocorre constantemente, sendo neutralizada pela sociedade que pelo o egoísmo não se atentam aos problemas sociais, sendo eles: a desarmonia no núcleo familiar e a omissão da educação sexual na grade acadêmica.
Primordialmente, os princípios familiar é algo que
eleva essa taxa de crescimento, já que a maioria não criam uma estrutura de diálogo aberto sobre sexualidade que se torna um tema ocluso, pois um ambiente patológico harmonioso influência positivamente em todos os pontos na vida social de um ser humano. Segundo o ministério da saúde (MDS) 500 mil jovens entre 10 e 19 anos tem filhos, ou seja esse índice inibi algo intolerável expondo criticamente a privatização prematura de mulheres sendo a principal a falta de acesso escolar pois boa parte abandona.
Além disso, outro fator severo que ocasiona o problema é a ausência da educação sexual nas grades acadêmicas públicas e privadas, já que o assunto deve ser tratado de forma ampla e comum pois a série americana “sex education”
que ocorre dentro de uma escola, onde depois de um incidente com doenças sexualmente transmissíveis entre os alunos, eles decidem
Integrar a sexualidade na grade curricular de sua instituição, em outros termos é necessário essa interação de disciplina em visto de que gera conhecimento e quebra de preconceito.
Nesse cenário é fundamental sujeitar esses conflitos sociais que afetam esses indivíduos.
Consequentemente é preciso que o órgãos governamentais do país tome as devidas providências, entretanto é necessário que o ministério da educação (MDE) incorpore a disciplina de educação sexual na base nacional curricular comum, sendo apresentada por profissionais por meio de campanhas, diálogos aberto dentro de sala de aula ou até mesmo vídeo aulas mostrando algo tangível a fim de formar cidadãos tolerantes e gerar conhecimento na área que é muito importante, além disso, é essencial que a instituição estabeleça um suporte para familiares que tem adversidades nesse assunto, dando espaço de acordo com as suas escolhas para o entendimento, por meio de palestras informativas sendo crucial para amenizar a gravidez precoce entre meninas
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Redação ENEM 2021

chicao KarllaViit EuDavila Eumesmaoxi Ped[…]

Olá, alguém poderia corrigir? 😊 @An[…]

Na novela Avenida Brasil, é visto um exempl[…]

Você poderia dar uma nota para minha reda&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM