Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
#53573
Embora o Brasil não esteja entre os países mais industrializados do mundo, vem sofrendo com a grande demanda de lixo gerado, seja por empresas, indústrias e, principalmente, pela população que, mesmo diante de propagandas ambientais e incentivos para reciclagem — alguns remunerados — não modifica sua mente poluidora. Esse consumismo generalizado, acompanhado do pensamento de que “o ambiente se recupera sozinho” foram desdobramentos das Revoluções Industriais, onde a produção aumentava excessivamente e o lucro era o principal objetivo. No entanto, a partir do século XXI entidades nacionais e internacionais sacrificam tempo e recursos para esse assunto, criam anúncios, propagandas, vídeos informativos, entre outras formas de divulgação, tornando esse assunto um tema de discussão mundial.
Primeiramente, pode-se mencionar o descarte inadequado dos resíduos como um grande problema, na maioria das vezes a eliminação é feita em rios ou seus afluentes, e com isso tornando a água insalubre. Além disso, causa a mortandade de animais marinhos, desajustando o ecossistema. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU) a produção de lixo mundial está na casa dos bilhões, tornando o planeta um grande lixão. Essa problemática se agrava ainda mais quando fala-se de lixos eletrônicos, que em muitas cidades do Brasil não têm local apropriado para o seu descarte, fazendo com que as pessoas deixem-os expostos, liberando gases e metais pesados no meio ambiente.
Vale mencionar ainda, a falta de saneamento básico em alguns lugares, essa vivência rotineira torna uma situação como essa normal, pessoas acostumadas a viver no lixo não tendem a descartar corretamente os resíduos. Locais insalubres, principalmente em países subdesenvolvidos, vêm causando doenças e consequentemente a morte de inúmeras pessoas anualmente, além da proliferação de doenças causadas por algum inseto em regiões onde não se trata a reciclagem corretamente, como é o caso da dengue nas periferias e favelas, ou em lugares afastados dos grandes centros urbanos, onde não existe locais de descarte. Essa problemática acarreta outro problema, a poluição pela fumaça, já que devido a falta de locais de reciclagem as pessoas acabam queimando o lixo.
Fica evidente, portanto, que esse tema deve ser tratado com cautela e determinação não só pelo Governo Federal, mas também pela população. Cabe inicialmente ao Estado, usando os Ministérios do Meio Ambiente (MMA), da Educação (MEC) e da infraestrutura (MI) — órgãos responsáveis por administrar, respectivamente, os impactos ambientais, o ensino na infância e a estrutura sanitária do país — criar programas de conscientização para as crianças, com cartilhas, apostilas que remetem à ideia de reciclagem, desenvolver também um projeto de estruturação, seja tanto nas cidades quanto na natureza, como melhorias das redes de esgoto, potencialização dos programas de reciclagem, serviços de coleta de lixo em praias e leitos de rios, entre outros. Sendo assim, a cultura de poluidor, que é o principal problema, pode ser substituída por uma de preservador e, com isso, construir um mundo melhor para as futuras gerações.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 80

Você atingiu aproximadamente 40% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante apresenta repertório limitado de recursos coesivos e articula as partes do texto de forma insuficiente, com muitas inadequações, o que compromete a organização das ideias.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 60

Você atingiu aproximadamente 30% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma insuficiente, proposta de intervenção relacionada ao tema, sem clareza, ou não articulada com a discussão desenvolvida no texto.

O preconceito é algo constante no dia a dia[…]

@medlover @Costa2020 @Felipe082 @RafaNaBase @Nicol[…]

As doenças mentais alcançaram elevad[…]

Segundo a Organização Mundial da Sa&[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM