Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#57542
Durante o reinado de Luís XIV na França, foi construído o palácio de Versalhes - grande símbolo da cultura e história francesa - permanece conservado até a atualidade. Entretanto, no Brasil os patrimônios históricos encontram-se em situações precárias, sujeitos a perdas. Nesse contexto, isso ocorre não só devido a negligência governamental, mas também pelo desinteresse da comunidade brasileira. Diante desse cenário nefasto, é imperioso que essa problemática seja resolvida.
Em primazia, é valido pontuar que o descaso da Esfera Pública é responsável por danos irreparáveis aos museus. Nesse sentido, vale salientar o rompimento do contrato social proposto pelo filósofo Jean-Jacques Rousseau, no qual é dever do Estado garantir a harmonia social. Sob essa ótica, o incêndio em setembro de 2018 no Museu Nacional do Rio de Janeiro, comprova a ineficácia das leis de conservação. Dessa maneira, o acesso a cultura que infelizmente é de caráter elitista, torna-se cada vez mais limitado.
Paralelo a inoperância das esferas de poder, ainda há o desinteresse das massas. Isso ocorre, devido a pouca promoção da importância das obras, corroborando para o pouco conhecimento da população acerca do vasto acervo cultural que o país possui. Essa conjuntura, é contrária aos movimentos que ocorreram em 1922 na semana de arte moderna, evento que reuniu ilustres manifestações e representações artísticas. Dessa forma, a falta de apreço da comunidade torna-se uma "porta aberta" para a omissão estatal.
Portanto, são essenciais medidas que conservem o patrimônio histórico-cultural do Brasil. Para isso, compete ao ministério da cultura investir na manutenção dos museus de modo que esses tenham fiscalização e inspeção semestrais. Isso deve ser feito por meio de verbas disponibilizadas pelo Tribunal de Contas da União, com o fito de preservar a memória do país. Além disso, cabe a mídia promover acervos digitais com amplo acesso e divulgação, estimulando o conhecimento e promovendo a importância da arte. Apenas assim, o Brasil garantirá a harmonia proposta pelo contrato social.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 130

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#57562
Durante o reinado de Luís XIV na França, foi construído o palácio de Versalhes - grande símbolo da cultura e história francesa - que permanece conservado até a atualidade. Entretanto, no Brasil os patrimônios históricos encontram-se em situações precárias, sujeitos a perdas. Nesse contexto, isso ocorre não só devido a negligência governamental, mas também pelo desinteresse da comunidade brasileira. Diante desse cenário nefasto, é imperioso que essa problemática seja resolvida.

Em primazia, é valido pontuar que o descaso da Esfera Pública é responsável por danos irreparáveis aos museus. Nesse sentido, vale salientar o rompimento do contrato social proposto pelo filósofo Jean-Jacques Rousseau, no qual é dever do Estado garantir a harmonia social. Sob essa ótica, o incêndio em setembro de 2018 no Museu Nacional do Rio de Janeiro, comprova a ineficácia das leis de conservação. Dessa maneira, o acesso a cultura que infelizmente é de caráter elitista, torna-se cada vez mais limitado.
* Muito repertório e pouca argumentação

[faltou conectivo] Paralelo a inoperância das esferas de poder, ainda há o desinteresse das massas. Isso ocorre, devido a pouca promoção da importância das obras, corroborando para o pouco conhecimento da população acerca do vasto acervo cultural que o país possui. Essa conjuntura, é contrária aos movimentos que ocorreram em 1922 na semana de arte moderna, evento que reuniu ilustres manifestações e representações artísticas. Dessa forma, a falta de apreço da comunidade torna-se uma "porta aberta" para a omissão estatal.
* Procure seguir a mesma estrutura nos desenvolvimentos, se o repertório vem no início ou final dos parágrafos.

Portanto, são essenciais medidas que conservem o patrimônio histórico-cultural do Brasil. Para isso, compete ao Ministério da Cultura < o nome mudou, é da Cidadania agora] investir na manutenção dos museus de modo que esses tenham fiscalização e inspeção semestrais. Isso deve ser feito por meio de verbas disponibilizadas pelo Tribunal de Contas da União, com o fito de preservar a memória do país. Além disso, cabe a mídia promover acervos digitais com amplo acesso e divulgação, estimulando o conhecimento e promovendo a importância da arte. Apenas assim, o Brasil garantirá a harmonia proposta pelo contrato social.
* Faltou detalhamento

camis23 adorei a correção, concert[…]

No livro, "Os sete maridos de Evelyn Hugo&quo[…]

Wanessa4 , olá, boa-noite! sei que voc&eci[…]

Luffynho , por nada, fico feliz em ajudar. Precis[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM