Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por Daniel17
#57992
Conforme a Lei n° 9.605 da Constituição Federal de 1998, os maus tratos aos animais é um crime passível à prisão ou multa. No entanto, o que se observa na realidade contemporânea é o o descumprimento dessa lei, uma vez que diversos animais, tanto domésticos como selvagens, sofrem algum tipo de maus tratos. Esse cenário antagônico é fruto tanto da falta de pulso firme na aplicação da lei, quanto da irresponsabilidade da população brasileira. Diante disso, torna-se fundamental a discussão desses aspectos, a fim do pleno funcionamento da sociedade.
Precipuamente, é perceptível que as leis constitucionais tornam-se uma fonte de prevenção contra diversos crimes, como a violência contra animais. Contudo, essas leis não impedem que tais crimes aconteçam. Segundo o Filósofo Thomas Hobbes, o Estado é responsável pelo bem-estar da sociedade. No entanto, o que se percebe hoje é a falta de atuação do Poder Executivo que vise o cumprimento das leis e a devida punição contra quem pratica atos de violência contra animais. Com isso, é fulcral pontual que, necessita-se de uma aplicação penal mais rigorosa contra esses crimes.
No entanto, é evidente que o principal causador da problemática é a própria sociedade. No ano de 2020, houve um intenso período de queimadas na Amazônia e no Pantanal brasileiro, corroborando em diversas consequências, como a destruição do habitat de vários mamíferos, répteis e aves, além de muitos deles sofrerem queimaduras por todo corpo, levando-os à morte. Tudo isse retarda a resolução do empecilho, já que a própria sociedade contribui com esse quadro deletério.
Assim, medidas essenciais deverão ser adotadas para combater a problemática na população brasileira. O Poder Legislativo deverá promungar novas leis em proteção aos animais, que por meio do Poder Executivo poderá tomar medidas mais rígidas contra os agressores. O Governo em parceria com empresas privadas, deverá lançar campanhas publicitárias que visem a prevenção da violência contra os animais, para que assim a sociedade possa rever suas atitudes. Desse modo, atenuar-se-á, o impacto nossivo dos maus tratos aos animais, e a coletividade conseguirá cumprir a Lei da Constituição Federal.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 140

Você atingiu aproximadamente 70% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

Avatar do usuário
Por Daniel17
#58008
Daniel17 escreveu:Conforme a Lei n° 9.605 da Constituição Federal de 1998, os maus tratos aos animais é um crime passível à prisão ou multa. No entanto, o que se observa na realidade contemporânea é o o descumprimento dessa lei, uma vez que diversos animais, tanto domésticos como selvagens, sofrem algum tipo de maus tratos. Esse cenário antagônico é fruto tanto da falta de pulso firme na aplicação da lei, quanto da irresponsabilidade da população brasileira. Diante disso, torna-se fundamental a discussão desses aspectos, a fim do pleno funcionamento da sociedade.
Precipuamente, é perceptível que as leis constitucionais tornam-se uma fonte de prevenção contra diversos crimes, como a violência contra animais. Contudo, essas leis não impedem que tais crimes aconteçam. Segundo o Filósofo Thomas Hobbes, o Estado é responsável pelo bem-estar da sociedade. No entanto, o que se percebe hoje é a falta de atuação do Poder Executivo que vise o cumprimento das leis e a devida punição contra quem pratica atos de violência contra animais. Com isso, é fulcral pontual que, necessita-se de uma aplicação penal mais rigorosa contra esses crimes.
No entanto, é evidente que o principal causador da problemática é a própria sociedade. No ano de 2020, houve um intenso período de queimadas na Amazônia e no Pantanal brasileiro, corroborando em diversas consequências, como a destruição do habitat de vários mamíferos, répteis e aves, além de muitos deles sofrerem queimaduras por todo corpo, levando-os à morte. Tudo isse retarda a resolução do empecilho, já que a própria sociedade contribui com esse quadro deletério.
Assim, medidas essenciais deverão ser adotadas para combater a problemática na população brasileira. O Poder Legislativo deverá promungar novas leis em proteção aos animais, que por meio do Poder Executivo poderá tomar medidas mais rígidas contra os agressores. O Governo em parceria com empresas privadas, deverá lançar campanhas publicitárias que visem a prevenção da violência contra os animais, para que assim a sociedade possa rever suas atitudes. Desse modo, atenuar-se-á, o impacto nossivo dos maus tratos aos animais, e a coletividade conseguirá cumprir a Lei da Constituição Federal.

Muito obrigado @GABINATALI 46051 pela correção da minha redação, gostei muito :D

Em pleno século XXI transtornos mentais &ea[…]

Boa tarde, vou colocar aqui os pontos q eu acho q[…]

Ficaria muito feliz se pudessem corrigir a minha r[…]

jherodrigues Olá, pode corrigir minha re[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM