Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos de "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#45780
Usuário manipulado

O documentário "O Dilema das Redes", traz um alerta de criadores das plataformas mais famosas utilizadas por milhares de pessoas, como o Google, sobre como os algoritmos e os mecanismos de busca podem influenciar no modo como os usuários pensam e agem. Dessa forma, cria-se uma falsa sensação de liberdade de escolha. Muitos internautas pensam que ao abrirem suas redes sociais estão livremente escolhendo o conteúdo que irão consumir, quando, na realidade, estão sendo manipulados pelos chamados "cérebros virtuais".

Em primeiro lugar, como dito por Nelson Mandela, político sul-africano, "liberdade parcial não é liberdade". Nesse sentido, os usuários ao, constantemente, distribuírem suas informações pessoais nas redes sociais são controlados por estas e têm a ilusão de que estão escolhendo livremente o que deve ou não ser consumido. Assim, muitas vezes, os internautas acabam criando uma bolha social e em consequência disso obtêm acesso apenas aos conteúdos que se encaixem com o seu ponto de vista; causando, principalmente nos jovens, a redução da capacidade crítica.

Além disso, a problemática contribuí para a massificação do consumo. Como é mostrado na canção "Admirável chip novo" da cantora Pitty, o ser humano na sociedade massificada não pensa por si mesmo. Isso provoca uma homogeneização nos gostos, tornando todos iguais. Dessa forma, diversas empresas utilizam os algoritmos ao seu favor para bombardear os internautas com propagandas de seus produtos, levando-os a consumir e agir inconscientemente, em concordância com os padrões pré-estabelecidos por essas indústrias.

Sendo assim, a manipulação comportamental pela utilização de dados na internet é uma complexo obstáculo que necessita ser superado. Nessa lógica, o Ministério da Educação em conjunto com a mídia e as instituições de ensino devem posicionar-se de forma crítica quanto ao conteúdo exposto e sugerido na internet. Isso pode ser feito por meio de palestras e campanhas que estimulem os cidadãos a buscarem informações em diversas fontes e, desse modo, desenvolver o senso crítico. Além de promover medidas que minimizem os efeitos das propagandas, as quais incentivam o consumismo. Para que assim, crie-se um ambiente virtual mais seguro e democrático à população.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema proposto, de forma consistente e organizada, configurando autoria, ou seja, os argumentos selecionados estão organizados e relacionados de forma consistente com o ponto de vista defendido e com o tema proposto, configurando-se independência de pensamento e autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula bem as ideias, os argumentos, as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos, sem inadequações.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 190

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

#46082
Introdução: Você contextualizou muito bem, apresentou, de certa forma, o tema e a sua tese. Mas, você pode se empenhar em distribuir melhor as partes do seu texto, a abordagem do tema ficou rasa, a tese ficou prolixa, e pode ser confundida com o tema. Você pode procurar sintetizar seu pensamento, para ficar claro seu ponto de vista. Porém, quero lhe parabenizar, sua introdução está muito boa.

Desenvolvimento 1: Você começou adequadamente, apresentou o tópico frasal+repertório relacionado e argumentou de acordo, mas faltou você arrematar seu argumento. Obs: se você arrematou em "Assim, muitas vezes, os internautas..." acredito que isso se encaixa melhor na argumentação, e o fechamento poderia ser algo mais sucinto. Mas se não for como eu penso, desconsidere essa última parte! E parabéns por usar corretamente os recursos coesivos, e por argumentar bem.

Desenvolvimento 2: Aqui você também começou adequadamente, apresentou o tópico frasal, repertório relacionado e o desenvolveu, além de argumentar bem. Porém, faltou arrematar seu argumento voltando à tese.

Sendo assim, a manipulação comportamental pela utilização de dados na internet é um complexo obstáculo que necessita ser superado (Arrematação da tese na conclusão).Nessa lógica, o Ministério da Educação em conjunto com a mídia e as instituições de ensino (agentes) devem posicionar-se de forma crítica quanto ao conteúdo exposto e sugerido na internet (ação+detalhamento da ação). Isso pode ser feito por meio de palestras e campanhas que estimulem os cidadãos a buscarem informações em diversas fontes (modo/meio+detalhamento) e, desse modo, desenvolver o senso crítico (efeito). Além de promover medidas que minimizem os efeitos das propagandas, (ação) as quais incentivam o consumismo (detalhamento). Para que assim, crie-se um ambiente virtual mais seguro e democrático à população. (Finalidade+fechamento)

Sua conclusão está boa, porém, tenha cuidado em propor mais de uma intervenção, é possível que fique faltando algum detalhe, como no caso da sua segunda ação, ficou faltando esclarecer o meio pelo qual se deve promover as medidas que minimizam os efeitos das propagandas.

Observei apenas esses detalhes em seu texto. Você, aparentemente, não possui erros graves e está a pouquíssimos passos de compreender a estrutura da redação do Enem. Aconselho a estudar sobre arrematação e apresentação do tema. É isto! Parabéns!
#46087
Mendx escreveu:Introdução: Você contextualizou muito bem, apresentou, de certa forma, o tema e a sua tese. Mas, você pode se empenhar em distribuir melhor as partes do seu texto, a abordagem do tema ficou rasa, a tese ficou prolixa, e pode ser confundida com o tema. Você pode procurar sintetizar seu pensamento, para ficar claro seu ponto de vista. Porém, quero lhe parabenizar, sua introdução está muito boa.

Desenvolvimento 1: Você começou adequadamente, apresentou o tópico frasal+repertório relacionado e argumentou de acordo, mas faltou você arrematar seu argumento. Obs: se você arrematou em "Assim, muitas vezes, os internautas..." acredito que isso se encaixa melhor na argumentação, e o fechamento poderia ser algo mais sucinto. Mas se não for como eu penso, desconsidere essa última parte! E parabéns por usar corretamente os recursos coesivos, e por argumentar bem.

Desenvolvimento 2: Aqui você também começou adequadamente, apresentou o tópico frasal, repertório relacionado e o desenvolveu, além de argumentar bem. Porém, faltou arrematar seu argumento voltando à tese.

Sendo assim, a manipulação comportamental pela utilização de dados na internet é um complexo obstáculo que necessita ser superado (Arrematação da tese na conclusão).Nessa lógica, o Ministério da Educação em conjunto com a mídia e as instituições de ensino (agentes) devem posicionar-se de forma crítica quanto ao conteúdo exposto e sugerido na internet (ação+detalhamento da ação). Isso pode ser feito por meio de palestras e campanhas que estimulem os cidadãos a buscarem informações em diversas fontes (modo/meio+detalhamento) e, desse modo, desenvolver o senso crítico (efeito). Além de promover medidas que minimizem os efeitos das propagandas, (ação) as quais incentivam o consumismo (detalhamento). Para que assim, crie-se um ambiente virtual mais seguro e democrático à população. (Finalidade+fechamento)

Sua conclusão está boa, porém, tenha cuidado em propor mais de uma intervenção, é possível que fique faltando algum detalhe, como no caso da sua segunda ação, ficou faltando esclarecer o meio pelo qual se deve promover as medidas que minimizam os efeitos das propagandas.

Observei apenas esses detalhes em seu texto. Você, aparentemente, não possui erros graves e está a pouquíssimos passos de compreender a estrutura da redação do Enem. Aconselho a estudar sobre arrematação e apresentação do tema. É isto! Parabéns!
muito obrigadaaaaa!!! eu realmente tenho um pouco de dificuldade nesses pontos que você destacou mas vou tentar melhorar!!! mais uma vez obrigada explicação excelente!
#46577
@GeovanaS, oiii!

O documentário "O Dilema das Redes", traz um alerta de criadores das plataformas mais famosas utilizadas por milhares de pessoas, como o Google, sobre como os algoritmos e os mecanismos de busca podem influenciar no modo como os usuários pensam e agem. Dessa forma, cria-se uma falsa sensação de liberdade de escolha. Muitos internautas pensam que ao abrirem suas redes sociais estão livremente escolhendo o conteúdo que irão consumir, quando, na realidade, estão sendo manipulados pelos chamados "cérebros virtuais".

Em primeiro lugar, como dito por Nelson Mandela, político sul-africano, "liberdade parcial não é liberdade". Nesse sentido, os usuários ao, constantemente, (essa parte ficou estranha, o "constantemente foi desnecessário) distribuírem suas informações pessoais nas redes sociais são controlados por estas e têm a ilusão de que estão escolhendo livremente o que deve ou não ser consumido. Assim, muitas vezes, os internautas acabam criando uma bolha social e em consequência disso obtêm acesso apenas aos conteúdos que se encaixem com o seu ponto de vista; causando, principalmente nos jovens, a redução da capacidade crítica.

Além disso, a problemática contribuí para a massificação do consumo. Como é mostrado na canção "Admirável chip novo" da cantora Pitty, o ser humano na sociedade massificada não pensa por si mesmo. Isso provoca uma homogeneização nos gostos, tornando todos iguais. Dessa forma, diversas empresas utilizam os algoritmos ao seu favor para bombardear os internautas com propagandas de seus produtos, levando-os a consumir e agir inconscientemente, em concordância com os padrões pré-estabelecidos por essas indústrias.

Sendo assim, a manipulação comportamental pela utilização de dados na internet é uma complexo obstáculo que necessita ser superado. Nessa lógica, o Ministério da Educação, em conjunto com a mídia e as instituições de ensino, devem posicionar-se de forma crítica quanto ao conteúdo exposto e sugerido na internet. Isso pode ser feito por meio de palestras e campanhas que estimulem os cidadãos a buscarem informações em diversas fontes e, desse modo, desenvolver o senso crítico. Além de promover medidas que minimizem os efeitos das propagandas, as quais incentivam o consumismo. Para que assim, crie-se um ambiente virtual mais seguro e democrático à (não tenho certeza, mas acho que aqui não tem crase) população.


Comentários gerais: A sua intro parece ser toda um alusão, você não traz o problema para atualidade e nem diz algumas causa ou consequência, isso te prejudica na C2 e C3. Os seus desenvolvimentos não possuem uma arrematação, sendo que o D1 não possui nem tópico frasal, pois você o misturou com o repertório. A sua argumentação é muito boa e você segue uma lógica. Tome cuidado com o que a Mendx apontou sobre a conclusão.
Qualquer dúvida estou à disposição :D

A Revolução Industrial foi um per&ia[…]

A constituição Federal de 1988, docu[…]

Transtornos mentais são muito comuns na soc[…]

O Filme "Coringa" apresenta a vida de um[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM