Envie sua redação para correção!
Regras do fórum: ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
🚫 Postar a mesma redação mais de uma vez = ban (não avisarei mais) 🚫
🚫 Não coloque avisos como: "corrijam minha redação" na parte do tema 🚫
  • Avatar do usuário
#43478
O período da Ditadura Militar no Brasil foi marcado pela censura e falta de liberdade. Nesse contexto, a mesma situação se dá quanto a manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet. Tendo isso em vista, nota-se a presença desse problema nos meios virtuais, em virtude não só da falsa liberdade, como também da bolha sociocultural.
De acordo com o artigo 3 da Declaração Universal dos direitos humanos, todo ser humano tem direito da liberdade. Porém, isso não é visto não redes, quando pensamos que temos liberdade para fazer tudo, na verdade os nossos dados são coletados e moldados para vermos somente o que o algoritmo acha que queremos. Desse modo, acaba resultando uma “falsa liberdade”, porque os usuários acham que tem controle de tudo o que consomem.
Na Era Vargas, especificamente no Estado Novo, o presidente manipulou a DIP( Departamento de Imprensa e Propaganda) para vangloriar seu governo, através do programa “Hora do Brasil” .Esse acontecimento se relaciona com a bolha sociocultural criada na internet, quando somente informações consideradas relevantes chegam até o consumidor. Assim, o usuário fica impossibilitado de conhecer novas ideias, culturas, e “mundos” diferentes.
Portanto, algo precisa ser feito para resolver essa problemática. O Ministério da Comunicação e Tecnologia ,por meio das empresas de tecnologia, deve impor que seja criada um termo de serviço para todos os aplicativos e sites explicando de forma clara o que são os “cookies” e a possibilidade do usuário permitir o uso dele ou não. A fim de ficar ao alcance do cliente a permissão de seus dados serem coletados, para que quem quiser descobrir novas realidades fique com a possibilidade de descobri-las. Logo, a internet será um local com liberdade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 170

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 180

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 150

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora bem proposta de intervenção relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, articulada e abrangente, ainda que sem suficiente detalhamento.

#43533
SophiaLS escreveu:O período da Ditadura Militar no Brasil foi marcado pela censura e falta de liberdade. Nesse contexto, a mesma situação se dá quanto a manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet. Tendo isso em vista, nota-se a presença desse problema nos meios virtuais, em virtude não só da falsa liberdade, como também da bolha sociocultural.
De acordo com o artigo 3 da Declaração Universal dos direitos humanos, todo ser humano tem direito da liberdade. Porém, isso não é visto não redes, quando pensamos que temos liberdade para fazer tudo, na verdade os nossos dados são coletados e moldados para vermos somente o que o algoritmo acha que queremos. Desse modo, acaba resultando uma “falsa liberdade”, porque os usuários acham que tem controle de tudo o que consomem.
Na Era Vargas, especificamente no Estado Novo, o presidente manipulou a DIP( Departamento de Imprensa e Propaganda) para vangloriar seu governo, através do programa “Hora do Brasil” .Esse acontecimento se relaciona com a bolha sociocultural criada na internet, quando somente informações consideradas relevantes chegam até o consumidor. Assim, o usuário fica impossibilitado de conhecer novas ideias, culturas, e “mundos” diferentes.
Portanto, algo precisa ser feito para resolver essa problemática. O Ministério da Comunicação e Tecnologia ,por meio das empresas de tecnologia, deve impor que seja criada um termo de serviço para todos os aplicativos e sites explicando de forma clara o que são os “cookies” e a possibilidade do usuário permitir o uso dele ou não. A fim de ficar ao alcance do cliente a permissão de seus dados serem coletados, para que quem quiser descobrir novas realidades fique com a possibilidade de descobri-las. Logo, a internet será um local com liberdade.
@Ashiley
#43541
@SophiaLS

Erros
Correção dos erros
Comentários
Os 5 elementos
Outras observações

Introdução
O período da Ditadura Militar no Brasil foi marcado pela censura e falta de liberdade. Nesse contexto, a mesma situação se dá quanto a manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet. Tendo isso em vista, nota-se a presença desse problema nos meios virtuais, em virtude não só da falsa liberdade, como também da bolha sociocultural.
:arrow: Boa introdução, mas poderia fazer uma maior problematização inserindo a temática na sociedade e fazendo uma melhor ligação com o repertório!

Desenvolvimento 1
De acordo com o artigo 3 da Declaração Universal dos direitos humanos, todo ser humano tem direito da liberdade. Porém, isso não é visto não nas redes, quando pensamos que temos liberdade para fazer tudo, na verdade os nossos dados são coletados e moldados para vermos somente o que o algoritmo acha que queremos. Desse modo, acaba resultando uma “falsa liberdade”, porque os usuários acham que tem controle de tudo o que consomem.
:arrow: Seu tópico frasal deveria falar sobre a falsa liberdade, e não começar já com o repertório. O repertório é após o tópico frasal. Você fala da falsa liberdade durante o parágrafo, mas deveria apresentá-la no tópico frasal. Além disso, não use primeira pessoa do singular ou plural, seja impessoal!

Desenvolvimento 2
(Conectivo) Na Era Vargas, especificamente no Estado Novo, o presidente manipulou a DIP( Departamento de Imprensa e Propaganda) para vangloriar seu governo, através do programa “Hora do Brasil” .Esse acontecimento se relaciona com a bolha sociocultural criada na internet, quando somente informações consideradas relevantes chegam até o consumidor. Assim, o usuário fica impossibilitado de conhecer novas ideias, culturas, e “mundos” diferentes.
:arrow: Novamente faltou o conectivo e você não fez exatamente um tópico frasal, apresentando a causa. Não comece já com o repertório, digo o mesmo do parágrafo anterior. Além disso, sua argumentação é rasa!

Conclusão
Portanto, algo precisa ser feito para resolver essa problemática. O Ministério da Comunicação e Tecnologia (agente) ,por meio das empresas de tecnologia (meio/modo), deve impor que seja criada um termo de serviço para todos os aplicativos e sites explicando de forma clara o que são os “cookies” e a possibilidade do usuário permitir o uso dele ou não (ação). (Truncamento) A fim de ficar ao alcance do cliente a permissão de seus dados serem coletados, para que quem quiser descobrir novas realidades fique com a possibilidade de descobri-las (efeito/finalidade) (ocorreu uma certa redundância no trecho grifado). Logo, a internet será um local com liberdade.
:arrow: Sua proposta falta um detalhamento evidente!

Bons estudos!

Os filmes "Tropa de elite e Tropa de elite 2:[…]

O filósofo francês Sartre defende que[…]

Por favor, alguém pode fazer um coment&aacu[…]

Muitoooo obrigada pela correção, vou[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM