• Avatar do usuário
#78512
Segundo o art. 2.º, o idoso goza de todos os direitos fundamentais inerentes as pessoas humanas, garantindo-lhes as oportunidades para preservação de sua saúde física e mental, e seu aperfeiçoamento moral e social, em condições de liberdade e dignidade. Mesmo sendo uma lei, muitos idosos são impedidos de terem seus direitos devido ao grande número de violência aos mesmos. Logo, cabe discutir sobre o porquê o número de violência aos anciões está crescendo e os impactos que esses maus tratos podem causar aos indivíduos afetados.
Vale ressaltar que número de pessoas mais velhas está crescendo muito nos últimos tempos, e, consequentemente, o número de denúncias de violência contra eles também. Um dos principais fatores que auxilia o aumento essa categoria de agressão é a pandemia do coronavírus. Conforme o site Disque 100, plataforma do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), a denúncia de maus tratos cresceram em 59% durante esse período. Tendo como principais motivos o despreparo no convívio com as dificuldades do envelhecimento, a presença do estresse do cuidador e/ou do idoso por conta do isolamento social, o abuso do álcool e drogas por parte de quem cuida do idoso ou do próprio idoso, entre outros fatores.
Outrossim, a violência aos idosos podem deixar diversas sequelas entre elas orgânicas psicológicas e comportamentais esses abusos resultam em sofrimento e violação dos direitos humanos muitos deles ficando para restante da vida atormentando os até nos sonhos. Na maioria das vezes, idosos que já passaram ou passam por mais tratos apresentam consequências como isolamento e doenças psicológicas e mentais, como depressão, demência, esquizofrenia, etc.
Para acabarmos com a violência contra os idosos, o Ministério da Cidadania deve se atentar a forma em que os familiares cuidam dos idosos, elaborando e aplicando curso sobre como cuidar de pessoas de mais idade e também incentivando e aconselhando idosos a denunciarem caso forem vítimas de maus-tratos. Também é importante que a sociedade, caso presencie alguma categoria de agressão, denuncie, seja no Disque 100, no 190 (polícia local) ou 197 (Polícia Civil para ligações anônimas). Caso essas medidas sejam utilizadas, os idosos viverão de forma feliz e por muito mais tempo, e como disse o filósofo Platão: “o importante não é viver, mas viver bem”.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

O programa "pequenas empresas e grandes negoc[…]

Ao mencionar a frase "Temos de nos tornar na […]

Em 2019 a grave doença, Covid-19 se alastro[…]

"Chega de fui-fiu"

"Estão vestidas para matar", aque[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM