Avatar do usuário
Por Anabeatrizl
Quantidade de postagens
#129678
A luta antimanicomial teve início em 1987, com a nova psiquiatria e até os dias atuais profissionais da área da saúde luta pelos direitos de pessoas com transtornos mentais. Segundo a Lei 10.2016/2001, todas as pessoas com transtornos mentais merece um tratamento digno e gratuito. Essa Lei, e o movimento antimaniconional é essencial para garantir os direitos desses indivíduos.
Em primeiro lugar, o movimento antimaniconional, está diretamente relacionada a constituição Federal de 1988. No artigo 5°, diz que todos são iguais perante a Lei, sem destinação de qualquer natureza. Para ser internado em um manicômio às pessoas não era necessário ter problemas mentais. Pessoas como prostitutas, alcoólicas, LGBTQIAP+, mães solos, moradores de rua, mulheres vítimas de abusos sexuais, pessoas com epilepsia eram frequentemente internadas. Esse indivíduos sofriam danos físicos e morais, incluindo, alimentos estragados, muitos eram submetidos à camisa de força e técnicas violentas como a lobotomia e o eletrochoque.
Em segundo lugar, o movimento antimaniconional busca transformar os direitos das pessoas com transtornos mentais, e garantir o respeito e a inclusão social. A luta também impulsionou a criação do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) que são destinados a pessoas com sofrimento mental grave, incluindo o uso excessivo de álcool.
Concluindo, a luta antimanicomial é essencial para garantir o tratamento de pessoas com transtornos mentais. É essencial que a Lei 10.2016/2001 seja cumprida para que os direitos desses indivíduos sejam respeitados para que eles possam viver com dignidade e em sociedade. Na minha opinião, o cumprimento dessa Lei é crucial para assegurar o direito dessas pessoas, ajudando a criar uma sociedade mais inclusiva
NOTA GERAL (USUÁRIOS)
Sem
nota
Pontuar redação
NOTA AUTOMÁTICA (IA)
Sem
nota
Passe ilimitado
Comentários
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 1: Demonstrar domínio da norma da língua escrita.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.
Texto não corrigido.
COMPETÊNCIA 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.
Texto não corrigido.
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
A luta cultural contra o regime militar
por Laura50    - In: Outros temas
0 Respostas 
78 Exibições
por Laura50
0 Respostas 
85 Exibições
por Thayrubythay
0 Respostas 
208 Exibições
por AmandaLm
0 Respostas 
237 Exibições
por Eduardaferr
1 Respostas 
281 Exibições
por KelveSilva
0 Respostas 
69 Exibições
por marihrocha
0 Respostas 
55 Exibições
por IsabelaR
0 Respostas 
101 Exibições
por Juliaaluna99
0 Respostas 
107 Exibições
por Valdirene
2 Respostas 
125 Exibições
por Washingtonw

A obra "Abaporu", da pintora Tarsila do […]

Na obra "Utopia", do escritor inglês Tho[…]

Racismo

Histórias, registros, escritos, não é conto, nem f[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM