• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
Avatar do usuário
Por milena3
Quantidade de postagens
#70253
No que concerne à proteção de dados no Brasil, é um problema que atinge toda a população. Dentre outros fatores, destaca-se uma grave falha na cibersegurança e a insuficiência de leis para conter crimes virtuais que crescem a cada ano de forma desproporcional as punições.
Certamente, o uso massivo de bens tecnológicos, levou aos criminosos emigrarem para o ambiente virtual, onde de forma estratégica quebram códigos e roubam dados deixando as vítimas vulneráveis e inseguras. Esse ano no Brasil tivemos um caso de hacker que roubou dados de 233 milhões de brasileiros e comercializou para países estrangeiros, esse foi o maior vazamento de dados já ocorrido no país.
Ademais, destaca-se o enfraquecimento do governo no que se refere a legislação específica ao cibercrime, que intensifica a ideia de que a ‘internet’ é uma terra sem lei. Esses crimes são muito graves como: pedofilia e pornografia infantil, que segundo o tamanho da conduta do criminoso, não é responsabilizado da mesma forma fazendo com que não excitem em praticar tais atos.
Dessa forma, percebe-se a ineficácia do governo no que se refere às políticas e repressões de crimes virtuais. São necessárias uma legislação mais justas para o controle dessas práticas para que quaisquer atos não sejam tolerados. Ademais, são indispensáveis investimentos tecnológicos para uma maior eficiência no combate a esse crime, mais fontes de informação organizadas pelo estado para alertar e instruir a população para tomar os devidos cuidados e fazer a denúncia.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

0
#70444
No que concerne à proteção de dados no Brasil, é um problema < a proteção é um problema? busque mais a coerência do que escreve] que atinge toda a população. [evite esse termo > Dentre outros fatores, destaca-se uma grave falha na cibersegurança e a insuficiência de leis para conter crimes virtuais que crescem a cada ano de forma desproporcional as punições. [faltou dizer que uma análise é necessária]

[melhorar conectivo de desenvolvimento > Certamente, o uso massivo de bens tecnológicos, levou aos criminosos emigrarem < use um sinônimo melhor] para o ambiente virtual, onde de forma estratégica quebram códigos e roubam dados deixando as vítimas vulneráveis e inseguras. Esse ano < coloque o número do ano, não se refira ao presente assim, aposte em: atualmente...] no Brasil tivemos < não pode usar 1ª pessoa (eu/nós)] um caso de hacker que roubou dados de 233 milhões de brasileiros e comercializou para países estrangeiros, esse foi o maior vazamento de dados já ocorrido no país. [faltou arrematação]

Ademais, destaca-se o enfraquecimento do governo no que se refere a legislação específica ao cibercrime, que intensifica a ideia de que a ‘internet’ é uma terra sem lei. [usar conectivo, não repita muita a linguagem] Esses crimes são muito graves como: pedofilia e pornografia infantil, que segundo o tamanho da conduta do criminoso, não é responsabilizado da mesma forma fazendo com que não excitem em praticar tais atos.
* Ficou no senso comum, tem que trazer repertório para comprovar seu argumento
* Precisa organizar suas ideias em um estrutura: apresentação do argumento + repertório + argumentação + arrematação


Dessa forma, percebe-se a ineficácia do governo no que se refere às políticas e repressões de crimes virtuais. [faltou conectivo] São necessárias < atenção ao plural x singular > uma legislação mais justas para o controle dessas práticas para que quaisquer atos não sejam tolerados. Ademais, são indispensáveis investimentos tecnológicos para uma maior eficiência no combate a esse crime, mais fontes de informação organizadas pelo Estado para alertar e instruir a população para tomar os devidos cuidados e fazer a denúncia.

Pode me marcar nos comentários da redação que tento ajudar s2 || ENEM & Concurso Público
0
#70462
O que a história nos ensina para a pandemia do coronavírus e o que esperar do futuro?


A Organização Mundial da Saúde, OMS, declara a pandemia decorrente do contagio pelo coronavírus. Diante deste cenário, cientistas, médicos, operadores da saúde buscam o tratamento e a cura para o referido mal. A história da humanidade, somada as vivências, hodiernamente, revelam as fragilidades e potencialidades das nações e robustecem os desafios a serem superados em favor de um futuro livre da doença.
Em primeira análise, os cientistas que integram o Comitê de Crise da OMS atestam que os países que recorreram a hábitos de higiene adequados, uso de máscaras e distanciamento social obtiveram resultados mais exitosos. O Japão, por exemplo, valeu-se da história de sua civilização, experiente no combate à infecções respiratórias, fruto da poluição, para promover a proteção necessária contra o vírus supracitado. Outro argumento relevante é observado na história da vacinação. A apreensão do conhecimento de que a vacina atenua ou erradica doenças valida ações de prevenção em todo o mundo, reiterando, novamente, a contribuição do conhecimento histórico para o enfrentamento das epidemias mundiais.
Com efeito, os anseios acerca do futuro, após a pandemia do coronavírus, remete-nos a milhares de vidas que se foram. Estruturas hospitalares adequadas, ampliação do investimento em pesquisas, acesso igualitário aos serviços de saúde e medicamentos, figuram como exemplos essenciais à consolidação do Direito à Vida e se alinha à direção social de emancipação humana proposta pelo filósofo Alemão, Karl Marx.
Dessa forma, a história nos favorece o enfrentamento da pandemia do coronavírus e fortalece a necessidade de uma conduta solidária entre os países por meio de compartilhamento de ideias e esforços em prol do bem comum a fim do concretizar o que preconiza a Declaração Universal dos Direitos Humanos: Direito à vida e justiça social.
0
#70463
A Organização Mundial da Saúde, OMS, declara a pandemia decorrente do contagio pelo coronavírus. Diante deste cenário, cientistas, médicos, operadores da saúde buscam o tratamento e a cura para o referido mal. A história da humanidade, somada as vivências, hodiernamente, revelam as fragilidades e potencialidades das nações e robustecem os desafios a serem superados em favor de um futuro livre da doença.
Em primeira análise, os cientistas que integram o Comitê de Crise da OMS atestam que os países que recorreram a hábitos de higiene adequados, uso de máscaras e distanciamento social obtiveram resultados mais exitosos. O Japão, por exemplo, valeu-se da história de sua civilização, experiente no combate à infecções respiratórias, fruto da poluição, para promover a proteção necessária contra o vírus supracitado. Outro argumento relevante é observado na história da vacinação. A apreensão do conhecimento de que a vacina atenua ou erradica doenças valida ações de prevenção em todo o mundo, reiterando, novamente, a contribuição do conhecimento histórico para o enfrentamento das epidemias mundiais.
Com efeito, os anseios acerca do futuro, após a pandemia do coronavírus, remete-nos a milhares de vidas que se foram. Estruturas hospitalares adequadas, ampliação do investimento em pesquisas, acesso igualitário aos serviços de saúde e medicamentos, figuram como exemplos essenciais à consolidação do Direito à Vida e se alinha à direção social de emancipação humana proposta pelo filósofo Alemão, Karl Marx.
Dessa forma, a história nos favorece o enfrentamento da pandemia do coronavírus e fortalece a necessidade de uma conduta solidária entre os países por meio de compartilhamento de ideias e esforços em prol do bem comum a fim do concretizar o que preconiza a Declaração Universal dos Direitos Humanos: Direito à vida e justiça social.
0

A Constituição Federal de 1988, docu[…]

O filme Lorax, veinculado na planaforma da Netflix[…]

A revolução Industrial ocorrida na I[…]

Mylike , Olá, boa noite. Olá nov[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM