• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#83355
A Constituição Federal, promulgada em 1988, determina a garantia de todos os direitos previstos na lei a cidadãos nascidos ou nacionalizados no Brasil. Todavia, estes direitos são restringidos e negados aos indivíduos que não são considerados cidadãos, isto é, pessoas consideradas inexistentes perante o Estado, excluindo essa parcela da população de inúmeros benefícios sociais, como direito à educação, a alimentação e a moradia, por exemplo, apenas pela ausência da documentação obrigatória.

Sob esse viés, é válido salientar que o grupo de indivíduos inseridos nesse contexto são, em sua maioria, residentes de áreas marginalizadas, evidenciando uma segregação socioespacial que impossibilita a realização não somente de uma série de direitos, como também de deveres legais e sociais. Em escala nacional, a região Sudeste é a que mais abriga pessoas sem o seu registro de certidão de nascimento, com cerca de 1,15 milhão, seguida da região Nordeste, com aproximadamente 828 mil nascidos sem o reconhecimento legal, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A região centro-oeste é aonde se concentra o menor número, com 243 mil, um alto percentual ainda, se comparado ao tamanho da população local.

Ademais, fica explícita a negligência governamental para com essas pessoas, uma vez que há uma espécie de desumanização no tratamento recebido por eles em comparação aos demais cidadãos, fomentando a desigualdade social no Brasil, que perdura desde os tempos de outrora, tal qual ocorre desde a abolição da escravatura e se perpetua com as dificuldades desta massa em garantir o acesso à cidadania prevista na lei, mostrando que essa problemática perpassa por vários contextos, além do referido econômico, como não previu a Lei n° 9534, que legitima os registros da certidão de nascimento de forma gratuita e ignora as outras adversidades que o ser humano encontra nesse processo, como a dificuldade de locomoção entre a sua residência e o cartório, por exemplo.

Destarte, faz-se imprescindível a atuação do Poder Público junto ao Ministério da Cidadania na implementação de políticas públicas que alcancem a população total, seja rural ou urbana, incluindo a periférica, bem como as diversas tribos indígenas espalhadas pelo país de modo a viabilizar a obtenção dos documentos pendentes, abrangendo desde o essencial, a certidão de nascimento, até os secundários, como título de eleitor, carteira de identidade e a carteira de trabalho, com o intuito de promover a igualdade a todos e a elucidação de seus direitos e deveres como cidadão, mitigando assim a segregação geográfica existente no país e assegurando que todos usufruam da lei de maneira eficaz e, principalmente, de maneira justa.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 187

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 173

Você atingiu aproximadamente 90% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo parcialmente aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente, a partir de um repertório sociocultural produtivo e apresenta excelente domínio do texto dissertativo-argumentativo, ou seja, em seu texto, o tema é desenvolvido de modo consistente e autoral, por meio do acesso a outras áreas do conhecimento, com progressão fluente e articulada ao projeto do texto.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 147

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 147

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora excelente proposta de intervenção, detalhada, relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto. Trata-se de redação cuja proposta de intervenção seja muito bem elaborada, relacionada ao tema, decorrente da discussão desenvolvida no texto, abrangente e bem detalhada.

0
#83480
Aqui está a minha análise no que tange à redação:

Competência 1: Não detectei nenhum erro no que refere-se à modalidade formal da língua portuguesa. Portanto, no meu olhar, você atingiu a nota máxima.

Competência 2: A adequação ao gênero textual e ao tema estão bem trabalhados, mas senti falta da produtividade dos repertórios socioculturais. Na minha opinião, eles não foram bem empenhados no que diz respeito à argumentação.

Competência 3: O primeiro ponto observado é a incoerência na apresentação da tese. Detectei isso, pois, creio que ela não foi bem trabalhada. Além disso, não consegui compreender alguns pontos da sua argumentação, uma vez que as ideias não foram bem conectadas.

Competência 4: Sua redação dispõe de vários conectivos, mas creio que ela também possui períodos muito longos, sem a articulação correta dessas ideias.

Competência 5: Proposta de intervenção muito bem elaborada e completa, já garantiu os duzentos pontos.

Olá Camille! Sua redação está repleta de potencial, apenas algumas partes devem ser reestruturadas, principalmente a conexão das ideias e a coerência da argumentação. Continue com seus estudos, pois creio que você vai longe. Um abraço!

O impossível era impossível, até que alguém tentou e conseguiu.
0

A Constituição Federal de 1988, docu[…]

O filme Lorax, veinculado na planaforma da Netflix[…]

A revolução Industrial ocorrida na I[…]

Mylike , Olá, boa noite. Olá nov[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM