• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#82906
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 5°, o direito à cidadania como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa a falta de garantia de acesso à cidadania no Brasil, dificultando, desse modo, a universalização desse direito social tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se imperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.
Em primeira análise, deve-se ressaltar a ausência de medidas governamentais para combater esse problema. Nesse sentido, percebe-se que, por causa da ineficiência do Governo, milhares de pessoas estão assoladas pela falta de cumprimento do direito à cidadania. Essa conjuntura, segundo as ideias do filósofo contratualista John Locke, configura-se como uma violação do "contrato social", já que o Estado não cumpre sua função de garantir que os cidadãos desfrutem de direitos indispensáveis, como a cidadania.
Ademais, é fundamental apontar a desigualdade de renda como impulsionador do problema no Brasil. Segundo o IBGE, cerca de mais de um milhão de brasileiros não tem certidão de nascimento, mais da metade dessas pessoas não possuem condições financeiras para se deslocarem até os locais onde emitem esse documento. Diante de tal exposto, nota-se que, mesmo com a gratuitividade do registro, inúmeros indivíduos ainda não adquiriram sua certidão por carência financeira.
Portanto, é imprescindível que medidas sejam tomadas para combater a invisibilidade no Brasil. Para isso, é preciso que o Estado, por intermédio de políticas públicas, distribui verbas para que as pessoas consigam se deslocarem às empresas responsáveis pela emissão da certidão de nascimento. Somente assim, o Estado cumprirá corretamente com seu "contrato social", tal como afirma John Locke.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 200

Você atingiu aproximadamente 100% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra excelente domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro. Desvios gramaticais ou de convenções da escrita, neste nível, são aceitos somente como excepcionalidade e quando não caracterizam reincidência.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação consistente e apresenta bom domínio do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Embora ainda possa apresentar alguns problemas no desenvolvimento das ideias, o tema, em seu texto, é bem desenvolvido, com indícios de autoria e certa distância do senso comum demonstrando bom domínio do tipo textual exigido.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, de forma organizada, com indícios de autoria, ou seja, os argumentos, embora ainda possam ser previsíveis, estão organizados e relacionados de forma consistente ao ponto de vista defendido e ao tema proposto, e há indícios de autoria.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 160

Você atingiu aproximadamente 80% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula as partes do texto com poucas inadequações e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma mediana, pouco consistente, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

#82915
@mendesvander, redação muito bem estruturada, senti falta de que no primeiro parágrafo você estabelece termos que seriam o "gancho" do D1 e D2, mas isso não costuma impactar de maneira negativa na opinião da banca de corretores. Gostei das citações, muito bem colocado o "contrato social" nesta ocasião. Achei que a conclusão poderia ser mais completa, detalhada e elaborada, bem como percebi que foram os demais parágrafos, além disso o termo "invisibilidade no Brasil" somente no último parágrafo não foi tão bem colocado, seria mais interessante ter feito essa referência no desenvolvimento ou em ambos, levando o termo para conclusão como uma retomada para "frisar" o quão marginalizados são os cidadãos sem registro civil. No mais, está ótimo. Boa sorte, parabéns pela desenvoltura.

camille14 Caso você quiser, poderia corri[…]

gabrielgd33 Por favor, poderia corrigir e aval[…]

Aqui está a minha análise da sua red[…]

Desde o surgimento das grandes civilizaç&ot[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM