Avatar do usuário
Por Shyrley
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#111080
Ulysses Guimarães, ex-deputado federal e participando da assembleia constituinte, promulgou a constituição federal de 1988 e nela fez um discurso marcante com a promessa que a carta Magna se tornaria a voz da sociedade rumo a mudança. Entretanto, no que se diz a respeito a garantia de acesso à cidadania, vê-se que as pessoas continuam tendo dificuldades para consegui-la e que ainda é um problema no Brasil. Diante disso, é lícito destacar como principal causa desse impasse a falta de informação, gerando consequentemente mais seres humanos com uma certa "invisibilidade".
Em primeiro plano, deve-se analisar a obra o cidadão de papel, do brasileiro Gilberto Dimenstein, nela se faz uma crítica ao governo e as suas leis que por mais que existam, elas infelizmente só ficam na teoria. É uma realidade vivida no Brasil, e pela falta de informações, a sociedade que por não conhecer seus direitos, acaba não intervindo de maneira correta nisso, ficando sem seu registro civil, ficando assim sem vários benefícios e não sendo reconhecidos oficialmente pelo Estado.
Ademais, a maior consequência disso são seres humanos que não reconhecem o seu valor para si e perante a sociedade, como se fossem "inexistentes" abdicando assim, de todos os direitos como um cidadão. Vale ressaltar que a lei N°9534 tornou registro de nascimento gratuito no Brasil, contudo, isso não é apenas por falta de dinheiro e os casos de brasileiros sem esse documento tão importante ainda são muito altos.
Portanto, medidas precisam ser tomadas para solucionar esse impasse. O ministério da cidadania junto com o estado, irão desenvolver campanhas publicitárias por meio das mídias sociais, também disponibilizaram mais lugares onde poderão ser feitos os documentos necessários, fazendo com que as pessoas estão mais acesso tanto a informações quanto aos locais. Espera-se que com essas medidas o problema da garantia de acesso à cidadania no Brasil seja finalmente solucionado.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: Redação ainda não pontuada

Avatar do usuário
Por Shyrley
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#111081
Shyrley escreveu:Ulysses Guimarães, ex-deputado federal e participando da assembleia constituinte, promulgou a constituição federal de 1988 e nela fez um discurso marcante com a promessa que a carta Magna se tornaria a voz da sociedade rumo a mudança. Entretanto, no que se diz a respeito a garantia de acesso à cidadania, vê-se que as pessoas continuam tendo dificuldades para consegui-la e que ainda é um problema no Brasil. Diante disso, é lícito destacar como principal causa desse impasse a falta de informação, gerando consequentemente mais seres humanos com uma certa "invisibilidade".
Em primeiro plano, deve-se analisar a obra o cidadão de papel, do brasileiro Gilberto Dimenstein, nela se faz uma crítica ao governo e as suas leis que por mais que existam, elas infelizmente só ficam na teoria. É uma realidade vivida no Brasil, e pela falta de informações, a sociedade que por não conhecer seus direitos, acaba não intervindo de maneira correta nisso, ficando sem seu registro civil, ficando assim sem vários benefícios e não sendo reconhecidos oficialmente pelo Estado.
Ademais, a maior consequência disso são seres humanos que não reconhecem o seu valor para si e perante a sociedade, como se fossem "inexistentes" abdicando assim, de todos os direitos como um cidadão. Vale ressaltar que a lei N°9534 tornou registro de nascimento gratuito no Brasil, contudo, isso não é apenas por falta de dinheiro e os casos de brasileiros sem esse documento tão importante ainda são muito altos.
Portanto, medidas precisam ser tomadas para solucionar esse impasse. O ministério da cidadania junto com o estado, irão desenvolver campanhas publicitárias por meio das mídias sociais, também disponibilizaram mais lugares onde poderão ser feitos os documentos necessários, fazendo com que as pessoas estão mais acesso tanto a informações quanto aos locais. Espera-se que com essas medidas o problema da garantia de acesso à cidadania no Brasil seja finalmente solucionado.
0
Avatar do usuário
Por Shyrley
Tempo de Registro Quantidade de postagens
#111082
@Higorvaz poderia ajudar?
0
Similar Topics
Tópicos Estatísticas Última mensagem
Alguem poderia corrigir a minha redação?
por jainantunes    - In: Atendimento
0 Respostas 
145 Exibições
por jainantunes
0 Respostas 
74 Exibições
por Thiagom445
0 Respostas 
68 Exibições
por Thiagom445
0 Respostas 
64 Exibições
por Ericataina
0 Respostas 
80 Exibições
por karenzinha2
0 Respostas 
70 Exibições
por Wedna
0 Respostas 
256 Exibições
por Kawanna
0 Respostas 
58 Exibições
por meborges
0 Respostas 
82 Exibições
por Edinareis
4 Respostas 
212 Exibições
por Felipe082

Na atualidade, a desigualdade social é muit[…]

A mulher invisível

A mulher tende a ser diversas vezes muito injusti&[…]

A célebre frase de Friedrich Nietzsche, &am[…]

Felipe082 studymalus Katsmoking isas522 […]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM