• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#85158
Mary890 escreveu:Segundo o renomado escritor, Gilberto Dimenstein em sua obra " Cidadãos de Papel ", defende que todos os sujeitos devem usufruir os seus direitos. No entanto, quando se observa o cenário brasílico, nota- se que existem desafios atrelados para a acessibilidade da cidadania, no qual dificulta a ideia de Dimenstein. Logo, urge analisar a desigualdade social e a exclusão da coletividade como propulsores pela permanência do impasse.

Diante desse cenário, insta salienar que a disparidade social potencializa o revés. Acerca disso, é oportuno rememorar a concepção de Ariano Suassuna, segundo qual aponta que a injustiça secular é capaz de dividir a sociedade brasiliana em duas vertentes: dos favorecidos e dos despossuídos. Nessa lógica, vê–se um contexto análogo à premissa do pensador, uma vez que significativa parcela do tecido social é vetada de interferir através do voto, o destino da nação, por não possuírem a documentação adequada para formulação do título eleitoral, em que, por conseguinte acarreta graves retrocessos ao público, como por exemplo : a separação inapropriada dos indivíduos e a ruptura nos princípios da democracia. Destarte, enquanto a negligente desproporção se mantiver vigente a acessibilidade à cidadania continuará afligindo o país.

Outrossim, verifica-se também a exclusão como uma questão associada ao imbróglio. Sob essa ótica, consoante os dados do IBGE milhões de brasileiros são inviabilizados por não apresentarem certidão de nascimento. Desse modo, presencia-se uma conjuntura hodierna semelhante com as informações apresentadas, visto que a maioria dos brasilianos são invisíveis perante o poder público, já que o comprovante de existência dos mesmos permanece ausente; deste modo, tal atitude discrepante , no entanto, priva os indivíduos de adquirirem seus respectivos direitos, seja por parte das retiras mensais de rendas ou acessar livrimente as unidades públicas– postos de saúde e escolas. Dessa forma, é inaceitável que a supressão protagonize a manifestação do revés.

Portanto, mitigar os assuntos relacionados ao acesso à cidadania é imprescindível. Sendo assim, cabe as mídias - enquanto responsável pela rápida propagação de informações-, por meio da aliança com o governo, criar campanhas para
direcionar o público sobre os locais acessíveis e gratuitos para realização da documentação , cujo intuito é amenizar a desigualdade, e o esquecimento na contemporaneidade. Feito isso, poder- se-á evidenciar a realidade na obra " Cidadãos de Papel" também fora do livro.
@EmillyySilva , @Felipe082.
0
#85197
Mary890 escreveu:@JoaoPedro72, qual dica você me daria para melhorar na competência 3?
Tente seguir essa lógica (relacione o repertório com o argumento+explique como o argumento afeta a sociedade+ pelo menos uma causa) tem outros aspectos que influenciam nessa competência, é muito abrangente, pois engloba a parte estrutural do seu texto. Espero que ajude, qualquer coisa o canal "Luma e Ponto" no YouTube tem uma playlist de vídeos explicando sobre todas as competências!:)

O impossível é somente um limite estabelecido pelas nossas próprias mentes! :)
0
#85198
Mylike escreveu:
Mary890 escreveu:@JoaoPedro72, qual dica você me daria para melhorar na competência 3?
Tente seguir essa lógica (relacione o repertório com o argumento+explique como o argumento afeta a sociedade+ pelo menos uma causa) tem outros aspectos que influenciam nessa competência, é muito abrangente, pois engloba a parte estrutural do seu texto. Espero que ajude, qualquer coisa o canal "Luma e Ponto" no YouTube tem uma playlist de vídeos explicando sobre todas as competências!:)
,obrigado pela dica.
0
#85217
@Mary890, antes de corrigir a sua redação, preciso te contar uma coisa muito importante: acho que você tem potencial para alcançar uma pontuação significativamente maior do que a que eu atribuí. As notas das competências 1 e 4 - 80 e 120, respectivamente - não refletem a sua capacidade como escritora. A impressão que eu tenho é que você escreve bem, mas pulou alguns degraus em questão de vocabulário e de complexidade sintática. Para explicar o que eu quero dizer, vou fazer uma analogia. Imagine que eu desejo aprender a tocar piano. Depois de algumas aulas, começo a melhorar, então decido tocar uma sinfonia de Mozart. Você concorda comigo que, mesmo que eu seja um bom pianista, os meus deslizes vão ficar bem mais perceptíveis, por se tratar de uma composição extremamente avançada? No meu ponto de vista, foi isso que aconteceu no seu texto. Apesar de você ser uma boa escritora, sua "ousadia linguística" foi tamanha que, infelizmente, uma grande quantidade de desvios ficou evidente. Dito isso, meu conselho é que você seja mais cautelosa nesse sentido. Suba um degrau de cada vez. Com tempo e esforço, você chega nas alturas sem tropeçar ;)

Fale comigo anonimamente: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIp ... A/viewform
0
#85220
Oi, @Mary890, tudo certo? Vou corrigir a introdução da sua redação. Qualquer dúvida, fique à vontade para me perguntar.

correção ou sugestão
erro
"melhorável"
repetição

Segundo o O renomado escritor, Gilberto Dimenstein, (2) em sua obra "Cidadãos de Papel", defende que todos os sujeitos devem usufruir os seus direitos (1). No entanto, quando se observa o cenário brasílico, nota-se que existem desafios atrelados para a à (3) acessibilidade da cidadania, no qual os quais (4) dificultam a concretização da ideia de Dimenstein. Logo, urge analisar a desigualdade social e a exclusão da coletividade como propulsores pela da permanência do impasse.


LINGUAGEM

(1) Há uma falha na estrutura sintática dessa frase. Estas são duas possibilidades de reescrita:
"O renomeado escritor Gilberto Dimenstein, em sua obra 'Cidadãos de Papel', defende que todos os sujeitos devem usufruir os seus direitos".
"Segundo o renomado escritor Gilberto Dimenstein, em sua obra 'Cidadãos de Papel, todos os sujeitos devem usufruir os seus direitos".
(2) Isole com vírgulas o aposto "em sua obra 'Cidade de Papel'".
virgula-e-outros-sinais-de-pontuacao-c1-t15059.html
(3) A palavra "atrelados" exige a preposição "a".
https://www.dicio.com.br/atrelado/
(4) Cuidado com a utilização equivocada de pronomes relativos. Há, ao longo do seu texto, muitos desvios dessa natureza, os quais comprometem não somente a coesão, como também a estrutura sintática. Recomendo fortemente o estudo desse tópico.
pronomes-relativos-c4-t15056.html


CONTEÚDO

(1) Bom repertório.
(2) Gostei do conteúdo da sua introdução.

Fale comigo anonimamente: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIp ... A/viewform
0
#85221
Felipe082 escreveu:@Mary890, antes de corrigir a sua redação, preciso te contar uma coisa muito importante: acho que você tem potencial para alcançar uma pontuação significativamente maior do que a que eu atribuí. As notas das competências 1 e 4 - 80 e 120, respectivamente - não refletem a sua capacidade como escritora. A impressão que eu tenho é que você escreve bem, mas pulou alguns degraus em questão de vocabulário e de complexidade sintática. Para explicar o que eu quero dizer, vou fazer uma analogia. Imagine que eu desejo aprender a tocar piano. Depois de algumas aulas, começo a melhorar, então decido tocar uma sinfonia de Mozart. Você concorda comigo que, mesmo que eu seja um bom pianista, os meus deslizes vão ficar bem mais perceptíveis, por se tratar de uma composição extremamente avançada? No meu ponto de vista, foi isso que aconteceu no seu texto. Apesar de você ser uma boa escritora, sua "ousadia linguística" foi tamanha que, infelizmente, uma grande quantidade de desvios ficou evidente. Dito isso, meu conselho é que você seja mais cautelosa nesse sentido. Suba um degrau de cada vez. Com tempo e esforço, você chega nas alturas sem tropeçar ;)
Nossa muito obrigado pela mensagem e os elogios, eles me motivaram . Em relação aos erros dessa redação estou estudando os mesmos pra aprimorar ainda mais meu conhecimento e escrita.
0
#85222
Felipe082 escreveu:Oi, @Mary890, tudo certo? Vou corrigir a introdução da sua redação. Qualquer dúvida, fique à vontade para me perguntar.

correção ou sugestão
erro
"melhorável"
repetição

Segundo o O renomado escritor, Gilberto Dimenstein, (2) em sua obra "Cidadãos de Papel", defende que todos os sujeitos devem usufruir os seus direitos (1). No entanto, quando se observa o cenário brasílico, nota- se que existem desafios atrelados para a à (3) acessibilidade da cidadania, no qual os quais (4) dificulta a concretização da ideia de Dimenstein. Logo, urge analisar a desigualdade social e a exclusão da coletividade como propulsores pela da permanência do impasse.


LINGUAGEM

(1) Há uma falha na estrutura sintática dessa frase. Duas possibilidades de reescrita:
"O renomeado escritor Gilberto Dimenstein, em sua obra 'Cidadãos de Papel', defende que todos os sujeitos devem usufruir os seus direitos".
"Segundo o renomado escritor Gilberto Dimenstein, em sua obra 'Cidadãos de Papel, todos os sujeitos devem usufruir os seus direitos".
(2) Isole com vírgulas o aposto "em sua obra 'Cidade de Papel'".
virgula-e-outros-sinais-de-pontuacao-c1-t15059.html
(3) A palavra "atrelados" exige a preposição "a".
(4) Cuidado com a utilização equivocada de pronomes relativos. Há, ao longo do seu texto, muitos - muitos mesmo - desvios dessa natureza, os quais comprometem não somente a coesão, como também a estrutura sintática. Recomendo fortemente o estudo desse tópico.
pronomes-relativos-c4-t15056.html


CONTEÚDO

(1) Bom repertório.
(2) Gostei do conteúdo da sua introdução.
Adorei sua correção.Obrigado!
0
#85223
Mary890 escreveu:
Felipe082 escreveu:@Mary890, antes de corrigir a sua redação, preciso te contar uma coisa muito importante: acho que você tem potencial para alcançar uma pontuação significativamente maior do que a que eu atribuí. As notas das competências 1 e 4 - 80 e 120, respectivamente - não refletem a sua capacidade como escritora. A impressão que eu tenho é que você escreve bem, mas pulou alguns degraus em questão de vocabulário e de complexidade sintática. Para explicar o que eu quero dizer, vou fazer uma analogia. Imagine que eu desejo aprender a tocar piano. Depois de algumas aulas, começo a melhorar, então decido tocar uma sinfonia de Mozart. Você concorda comigo que, mesmo que eu seja um bom pianista, os meus deslizes vão ficar bem mais perceptíveis, por se tratar de uma composição extremamente avançada? No meu ponto de vista, foi isso que aconteceu no seu texto. Apesar de você ser uma boa escritora, sua "ousadia linguística" foi tamanha que, infelizmente, uma grande quantidade de desvios ficou evidente. Dito isso, meu conselho é que você seja mais cautelosa nesse sentido. Suba um degrau de cada vez. Com tempo e esforço, você chega nas alturas sem tropeçar ;)
Nossa muito obrigado pela mensagem e os elogios, eles me motivaram . Em relação aos erros dessa redação estou estudando os mesmos pra aprimorar ainda mais meu conhecimento e escrita.
Fico feliz por ter te motivado :)
Continue estudando e aprimorando os seus conhecimentos.
Em breve, vou postar a correção do seu desenvolvimento e da sua conclusão.

Fale comigo anonimamente: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIp ... A/viewform
0

anasilva1

Na obra "Globalização e as […]

"A perfeição é a doe[…]

É uma época em que os bancos e os si[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM