• Avatar do usuário
  • Avatar do usuário
#82742
Segundo a constituição Federal de 1988 documento jurídico mais importante do país, em seus artigos prevê que todos os cidadãos tem direitos. No entanto é notório ressaltar que a realidade do país é contrária quando se trata da invisibilidade e registro civil da garantia de acesso a cidadania no Brasil, desmerecendo assim um direito social da população.
Existe no Brasil um número muito alastrante no que se diz a respeito da invisibilidade, onde seres humanos que fazem parte da classe de baixa renda, enfrentam transtorno sendo rejeitos pela sociedade simplesmente por terem uma aparência e condição financeira inferior.
Em primeira análise a falta de medidas governamentais para combater a desigualdade sociocultural, onde nem todos os indivíduos consiste uma estabilidade financeira favorável e até menos conhecimento a respeito da importância que tem a certidão de nascimento.
Portanto deve haver ações solidárias, ministradas por órgãos maiores, onde o mesmo disponibilize mutirões de campanha para realizações de documentos, destinados às famílias de extra vulnerabilidade, por outro lado a mídia poderá transmitir em seus programas de telecomunicação propagandas incentivadoras retratando os direitos do cidadão. Ademais havendo uma perspectiva maior da área governamental e da mídia o número de cidadãos sem registros será menor em relação a atualidade.
Competência 1

Demonstrar domínio da norma da língua escrita.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 1, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante demonstra domínio mediano da modalidade escrita formal da língua portuguesa e de escolha de registro, com alguns desvios gramaticais e de convenções da escrita, ou seja, apresenta um texto com estrutura sintática mediana para o grau de escolaridade exigido, porém com alguns desvios morfossintáticos, de pontuação, de grafia ou de emprego do registro adequado ao tipo textual.

Competência 2

Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 2, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante desenvolve o tema por meio de argumentação previsível e apresenta domínio mediano do texto dissertativo-argumentativo, com proposição, argumentação e conclusão. Com essa pontuação, ou o tema da redação é desenvolvido adequadamente, porém de forma previsível, com pouco avanço em relação ao senso comum ou, embora o texto demonstre domínio adequado do tipo textual exigido, a progressão textual apresenta algum problema.

Competência 3

Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 3, atendendo aos critérios definidos a seguir. Em defesa de um ponto de vista, o texto apresenta informações, fatos e opiniões relacionados ao tema, mas limitados aos argumentos dos textos motivadores e pouco organizados, ou seja, os argumentos estão pouco articulados, além de relacionados de forma pouco consistente ao ponto de vista defendido.

Competência 4

Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 4, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante articula de forma mediana as partes do texto com inadequações ou alguns desvios e apresenta repertório pouco diversificado de recursos coesivos.

Competência 5

Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado, respeitando os direitos humanos.

Sua nota nessa competência foi: 120

Você atingiu aproximadamente 60% da pontuação prevista para a Competência 5, atendendo aos critérios definidos a seguir. O participante elabora, de forma mediana, pouco consistente, proposta de intervenção relacionada ao tema e articulada à discussão desenvolvida no texto.

#82743
A Constituição Federal de 1988, documento jurídico mais importante do país, prevê em seu artigo 205°, o direito à cidadania como inerente a todo cidadão brasileiro. Conquanto, tal prerrogativa não tem se reverberado com ênfase na prática quando se observa a Invisibilidade e Registro Civil : Garantia de Acesso à cidadania no Brasil, dificultando, deste modo, a universalização desse direito civil tão importante. Diante dessa perspectiva, faz-se inperiosa a análise dos fatores que favorecem esse quadro.
A priori, cabe ressaltar que a inércia governamental, no que tange à inexistência da valorização do cidadão em situação de rua, é um dos principais fatores que impulsionam os impactos negativos para o aumento da invisibilidade. Nesse sentido, o agravamento dos problemas sociais e econômicos, obriga a população a buscar maior qualidade de vida e crescimento financeiro. Essa conjuntura, segundo as ideias do Filósofo Contratualista John Locke, configura-se como uma violação do "Contrato Social", já que o Estado não cumpre sua função de garantir que a população desfrute de direitos indispensáveis, como a cidadania, o que lamentavelmente, é evidente no país.
Ademais, é fundamental apontar os impactos na justiça social brasileira como motivador desse cenário alarmante. Desse modo, consoante ao IBGE- Instituição Brasileira de Geografia e Estatística, houve crescimento de 99% da população brasileira sem registro de nascimento entre 2015 e 2021. Nessa perspectiva, nota-se a importância da documentação pessoal nas relações interpessoais de um país, já que esta, por sua vez, move o mundo socialista contemporâneo. Logo, é inadmissível que esse cenário continue a se mater.
Portanto, para solucionar os problemas referentes à inexistência do reconhecimento pessoal, cabe ao Ministério da Defesa garantir direitos sociais igualitários à todo cidadão brasileiro, tal ação ocorrerá por meio de um projeto de lei no qual mudará a grade socialista das instituições de defensoria pública, a fim de moldar uma geração autossuficiente. Assim, se fortalecerá uma sociedade mais afetiva e bem administrada com o Estado desempenhando corretamente seu "Contrato Social", tal como afirma John Locke.
Redação ENEM 2021

chicao KarllaViit EuDavila Eumesmaoxi Ped[…]

Olá, alguém poderia corrigir? 😊 @An[…]

Na novela Avenida Brasil, é visto um exempl[…]

Você poderia dar uma nota para minha reda&cc[…]

Corrija seu texto agora mesmo, é de GRAÇA!

Novo aplicativo de correção gratuita para redação ENEM